Foco da Assoeva é pela reabilitação

Publicado em 11/08/2017 às 09h56

Amanhã é jogo pra vencer e diminuir a diferença de pontos para o líderA Assoeva/Unisc/ALM se prepara para mais um clássico. Depois de enfrentar a ACBF, em casa, pela Liga Futsal, a equipe tem pela frente o Atlântico. Contra o clube de Erechim, neste sábado, 12, às 20h15min, no Poliesportivo, o confronto é válido pela quarta rodada do returno da primeira fase da Liga Gaúcha. Diante do momento atual, a palavra de ordem é de retomar o caminho das vitórias dentro de casa.

Como assim? A Assoeva, nos últimos seis jogos como mandante, venceu apenas duas vezes. Fez 8 a 6 na Intelli, pela competição nacional, e um 2 a 0 contra a ATCEL, pelo Estadual. Na Liga Futsal perdeu para o Corinthians e a ACBF. No Estadual foi 'batida' em seus domínios pela Alaf, de Lajeado (3x2) e pelo América, de Tapera (3x1).

Contra o Atlântico, amanhã à noite, a Assoeva encara o clássico da mesma forma como se valesse a disputa pela liderança do Estadual. "Vamos jogar somente pelos três pontos. Se não for possível alcançar a liderança como era nosso desejo até o começo desta semana, vamos para o confronto com o mesmo ímpeto. A 'pegada' será a mesma em torno da vitória. Como disse a pouco, se não é possível chegar na liderança agora, vamos em busca da vitória para diminuir essa diferença para o atual líder", destaca o ala Renatinho. O camisa 21 acrescenta que novamente o grupo está num momento delicado mas que a vontade de todos é dar mais uma vez a volta por cima. "Já passamos por um momento conturbado. Diante da união de todos conseguimos reverter o quadro. Agora não será diferente", completa o ala.

Contra o Atlântico, o técnico Fernando Malafaia, da Assoeva, com exceção do pivô Dilvo, terá os demais atletas à disposição. Dilvo, que foi submetido a uma cirurgia na segunda-feira pela manhã após sofrer uma fratura na perna esquerda em uma dividida de bola com Alemão, da ACBF, acompanhou as atividades no grupo ontem pela manhã, no ginásio Poliesportivo.

"Estou bem e já dentro do processo de recuperação. Tenho feito regulamente os curativos. Durante duas semanas não posso apoiar o pé. Depois disso largo as muletas. Em meio a isso tem as primeiras sessões de fisioterapia. Espero que tudo transcorra de forma normal para dentro de 45 dias estar de volta", disse o atleta.

Com 28 pontos, a Assoeva ocupa a segunda colocação na fase do Estadual. O Atlântico, em primeiro tem 33. Uma vitória da Assoeva diminui essa diferença para dois pontos. Depois do confronto direto de amanhã noite, tanto a Asseva como o Atlântico terão mais sete jogos até o término da primeira fase.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Roni Müller / Folha do Mate

voltar para Notícias - Esportes

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||