Guarani busca uma $olução

Publicado em 29/06/2017 às 16h13

Conselheiros vão analisar no dia 4 a colocação de bens do Guarani como garantia para liquidar dívidas do GuaraniA situação financeira do Guarani é preocupante, tanto que a direção busca um empréstimo para quitar os salários dos jogadores e funcionários. Para conseguir aproximadamente R$ 50 mil, o grupo convoca os conselheiros para autorizar a colocação de bens do clube como garantia de pagamento.

A dívida é relativa ao período de aproximadamente 40 dias, até então os salários dos jogadores, comissão técnica e funcionários eram pagos em dia. A dificuldade financeira se agravou com a ausência do repasse prometido pela Administração Municipal.

Para conseguir o empréstimo de R$ 50 mil, a direção precisa colocar uma garantia e a forma escolhida foi a partir de bens do clube. Para isso, os conselheiros devem aprovar a liberação dos recursos.

O presidente do executivo José Ademar Melchior convoca o grupo para uma reunião na terça-feira, 4, às 19h30min, para uma decisão sobre o assunto. Com poucas alternativas, o assunto não deve ser muito extenso. A diretoria busca agir rápido para evitar que os jogadores ingressem na Justiça e a dívida aumente.

Aguardando verba

Assim como a direção do Guarani, a Assoeva também mantém a esperança de receber o repasse financeiro prometido pela Administração Municipal. Não há valores divulgados oficialmente, mas as instituições esperam que esses valores sejam repassados para serem investidos nos trabalhos diários e categorias de base.

A Administração Municipal está trabalhando internamente para buscar uma maneira legal de apoiar os clubes, embora não haja uma previsão para isso acontecer.

Processo eleitoral

A direção do Guarani pretende encerrar todos os processos para quitar os salários dos jogadores para dar continuidade aos trabalhos do clube. O objetivo do presidente José Ademar Melchior é começar o processo de transição da diretoria, com a intenção de dar mais tempo ao próximo grupo planejar a sua gestão.

O futebol no segundo semestre é tratado por algumas pessoas. O Guarani teria como opções disputar a Copa RS, no âmbito profissional, ou a Copa Sub-19, com juniores. Outra opção seria manter exclusivamente o trabalho das escolinhas com Alex Klafke e reduzir os gastos com futebol.

Juniores tiveram problemas de organização

Se no futebol profissional o problema fica na parte financeira, nas categorias de base o Guarani teve dificuldade de organização neste primeiro semestre. A participação no Campeonato Gaúcho de juniores encerrou no sábado, 24, com derrota para o Inter por 7 a 0.

A ideia de participar do Estadual da categoria surgiu do então vice-presidente de futebol amador Tiago Klafke, junto com o preparador físico Artur Ruschel.

A dupla informou a direção que não haveria custos para o clube e começou a mobilização, na busca por apoiadores e captação de atletas. Entretanto, algumas complicações surgiram e dificultaram a relação de Tiago e Artur nos bastidores do clube.

A partir de alguns impedimentos, como a utilização de um vestiário e uniformes do clube, Tiago Klafke optou por encerrar o projeto com, segundo ele, o entendimento da direção. "Expliquei a situação para o Artur Ruschel e resolvemos não seguir adiante, pela dificuldade que estávamos tendo principalmente dentro do clube. Comunicamos a direção e a gerência de futebol, pedindo a retirada do Guarani da competição. Alguns dias depois, liguei para o clube e perguntei da situação junto a Federação Gaúcha de Futebol, nos foi passado que estava tudo certo, não teria multa nenhuma, e que iriam colocar outra equipe no lugar do Guarani. No final de março me surpreendo com a notícia que o Guarani participaria do Gauchão de juniores", afirma Tiago.

Logo após o conflito de informações, o diretor protocolou a sua saída do cargo. Após a saída da dupla, a direção do Guarani convidou Alex Klafke e Arthur Pereira para organizarem o time. Mesmo com dificuldades, a comissão técnica e os jogadores mantiveram o clube até o fim da competição.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Daniel Heck
Foto: Alvaro Pegoraro

voltar para Notícias - Esportes

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||