Mateus Rosa quer Guarani ativo no segundo semestre

Publicado em 11/05/2017 às 14h16

Mateus Rosa (centro) espera contar com a participação do atual presidente Zecão (esquerda) e do ex-presidente Luiz Paulo Assmann JR (direita)Encerrou a Divisão de Acesso para o Guarani, começa o processo de avaliação do trabalho sobre a eliminação na primeira fase da competição e já há uma movimentação com o objetivo de traçar os próximos passos do rubro-negro neste ano.

A eliminação na primeira fase pode transparecer que o trabalho não foi efetivo, mas a direção do Guarani avalia de forma positiva a participação do clube na Divisão de Acesso. Segundo o diretor de futebol Lúcio Souza, o rubro-negro teve um dos grupos mais jovens e uma das folhas salariais menores.

Segundo o dirigente, a direção ainda vai fazer uma reunião para analisar como foi a temporada até aqui, mas pelas dificuldades econômicas o resultado foi positivo. "Por alguns detalhes não conseguimos a classificação, ficou um gostinho de quero mais, mas acredito que a avaliação é positiva. Erramos muito pouco nas contratações, buscamos profissionais comprometidos. Caso o clube tivesse uma situação financeira melhor seria possível qualificar mais o nosso plantel e ter condições de brigar pelo acesso", explica.

O acerto com os atletas está sendo desenvolvido e muitos já foram liberados. Após esse processo e finalizadas as reuniões de avaliação, uma pergunta começa a movimentar os bastidores do clube: qual o futuro do Guarani?

Na temporada 2016, o presidente Luiz Paulo Assmann Jr teve dificuldade para encontrar um sucessor, até que José Ademar Melchior, o Zecão, aceitou o convite para retornar ao cargo. Nas reuniões de avaliação, a pauta receberá o tópico relativo ao futuro do clube. "Seria fundamental participar do segundo semestre, mas é preciso ser bem planejado. Dar continuidade ao trabalho seria decisivo para o resultado em 2018", avalia Lúcio Souza.

"Meu projeto seria montar um time barato para manter o clube ativo e facilitar o trabalho em 2018. É necessário começar a pensar agora o Guarani na próxima temporada, mas para isso é imprescindível a união de mais dirigentes e do apoio da comunidade", Mateus Deitos Rosa.

O presidente do Conselho Deliberativo, Mateus Rosa, tem um pensamento semelhante ao do diretor de futebol e é mais enfático. "É um sonho que eu tenho de o Guarani ter futebol o ano inteiro novamente. Quando foi realizado isso, o resultado foi ainda melhor na temporada seguinte e temos o exemplo do Novo Hamburgo no Gauchão, que colhe frutos por ter feito várias temporadas consecutivos com atividade durante o ano inteiro", disse.

Rosa explica que quer manter o Guarani em atividade no futebol profissional, mas convoca a comunidade para o trabalho. "Eu quero conversar com a atual diretoria nos próximos dias para pensarmos neste projeto. O meu objetivo é de que o Zecão possa continuar no Executivo junto com toda a diretoria, mas quero estender o convite para outras pessoas que já ajudaram muito o Guarani como, por exemplo, o Luiz Paulo Assmann Jr e o Maciel Marasca, pessoas que reergueram o clube nos últimos anos", afirma Mateus Deitos Rosa.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Daiana Keller
Foto: Daniel Heck

voltar para Notícias - Esportes

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||