Meninos da base ganham espaço na equipe adulta da Assoeva

Publicado em 01/09/2017 às 11h01

Ygor está integrado à equipe adulta. Axel, a cada temporada que passa, tem a oportunidade de aprimorar suas qualidades de velocidade e finalizaçãoCom o acúmulo de jogos vem o desgaste físico dos atletas. Tem aqueles que por ordem física muitas vezes precisam de um tempo maior de recuperação. Com a série de jogos muitas vezes tem as suspensões por questão disciplinar. Para suprir tudo isso, ainda mais quando o plantel não é numeroso, cada técnico recorre à base do clube. Na Assoeva/Unisc/ALM nada disso é diferente. É o que Fernando Malafaia vem fazendo. Com isso os meninos da base recebem as oportunidades que tanto almejam.

A cada entrada da equipe em quadra, o torcedor de Venâncio Aires enxerga 'uma cara nova'. Muitos aguardam pelo anúncio do nome do camisa tal para saber de quem se trata.
Ygor Mota, o camisa 8 da Assoeva, agora integrado somente na equipe adulta, é quem está recebendo mais oportunidades. Ele tem marcado gols. Tem três no Gauchão e um na Liga Futsal.

Axel Davis é uma grande promessa. O pivô é goleador e uma das principais referências da equipe Sub-20. Maurício Silva e Vagner Manica são mais dois meninos oriundos da base.
Axel ainda não marcou na competição nacional mas em compensação, no Estadual, já balançou a rede em duas ocasiões. Fez um dos gols no 6 a 1 contra a Asif, em Ibirubá. No sábado deixou o seu no 3 a 0 contra Sobradinho.

Maurício tem um gol no Estadual que foi marcado na vitória por 2 a 0 contra a ATCEL, no ginásio da Coopeva.

"Essa maior participação dos jovens vem graças ao empenho de cada um nos treinamentos. Se as oportunidades estão surgindo, é porque fazem por merecer. Nós que somos mais experientes buscamos orientar cada um deles. Aqui somos uma equipe e todos se ajudam", destaca o capitão da Assoeva, Boni.

"Sempre trabalhei com o propósito de chegar lá. Aos poucos o professor Malafaia está dando aquela oportunidade tão almejada. É procurar se dedicar sempre mais", afirma o garoto.

Axel ressalta o apoio dos demais colegas. "Aqui me dão a maior força. Cabe ao atleta aproveitar as oportunidades e saber ouvir aqueles mais experientes do grupo", completa o camisa 9.

Na Sub-20, Vagner e Maurício tem sido peças fundamentais na equipe orientada pelo técnico Tuchê. Os dois são canhotos. A dupla também tem recebido as primeiras oportunidades na equipe principal dentro das suas qualidades. Vagner, por exemplo, entra em quadra naquelas ocasiões de cobrança de falta pois tem bastante força.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Roni Müller / Folha do Mate

voltar para Notícias - Esportes

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||