Notícias - Geral

Comunidade de Linha Sapé cria comissão para acompanhar promessa de asfalto

Publicado em 23/01/2019 às 08h11

Dezenas de lideranças da comunidade de Linha Sapé se reuniram nesta segunda-feira, 21, na cancha de bocha do Zé, em busca de explicações para a promessa de asfaltamento de 5,75 km da localidade. A obra, anunciada em julho de 2018 pelo Governo Municipal, teve licitação deserta no fim do ano. Agora, os moradores buscam informações sobre os próximos passos a ser adotado pelo Município.

Apesar de estenderem convites a prefeito, vice, secretários e vereadores, apenas três parlamentares compareceram ao encontro para ouvir a comunidade: Ana Claudia Teixeira (PDT), Sidnei Ferreira (PDT) e Ezequiel Sthal (PTB). O objetivo dos moradores é pressionar a municipalidade a cumprir o cronograma anunciado há cerca de seis meses.

“A gente só ficou sabendo pelo jornal que o valor estava errado, que não teve empresa na licitação e a Prefeitura teria que recalcular a obra. Mas agora como fica? O asfalto era para estar começando já e ninguém nos falou mais nada”, argumentou a representante da localidade, Solange Kuntz

Do encontro desta segunda-feira ficou definida a formação de uma comissão que encaminhará o assunto com a Administração Municipal e buscará informações mais concretas para a efetivação da obra. Uma primeira reunião com o prefeito Giovane Wickert foi agendada para quinta-feira, 24, às 11h.

O convênio para asfaltamento de Linha Sapé foi assinado com o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) em julho de 2018, disponibilizando R$ 4.247.279,69 para a obra. A contrapartida, que pode chegar a R$ 2,4 milhões foi prometida pelo Município.

 

Créditos: Daiana Nervo

Compartilhar

Segundo período de matrículas nas escolas estaduais começa em 28 de janeiro

Publicado em 23/01/2019 às 08h08

O segundo período de matrículas para os estudantes para a rede estadual que se inscreveram nos primeiros anos do Ensino Fundamental e Médio, ou pediram transferência de instituição de ensino, começa na segunda-feira (28) e termina no dia 8 de fevereiro. O procedimento será realizado diretamente na escola designada ao aluno. 

A diretora-adjunta do Departamento de Planejamento (Deplan) da Secretaria Estadual da Educação, Neri Barcelos, ressalta que é importante os estudantes não perderem o prazo. “A matrícula só vai se confirmar se o aluno comparecer à escola designada com todos os documentos necessários. A simples inscrição no site da Seduc não basta." 


Atestado de vacina 

Na matrícula será solicitada a apresentação do atestado de vacinação atualizado para os alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental. O objetivo é disseminar nos pais dos alunos a importância da vacinação das crianças nesta idade. 


Documentos exigidos 

Os documentos necessários são carteira de identidade ou certidão de nascimento do aluno; identidade do responsável; comprovante de residência; comprovante de escolaridade e carteira de vacinação atualizada para os alunos do primeiro ano do Ensino Fundamental.

 

Fonte: Rádio Terra FM
Foto: Divulgação/Seduc

Compartilhar

Venâncio Sem Fronteiras é elogiado pelo Secretário Estadual de Desenvolvimento e Turismo

Publicado em 23/01/2019 às 08h06

O Programa “Venâncio Sem Fronteiras” foi pauta do encontro com o Secretário do Estado de Desenvolvimento Econômico e Turismo Dirceu Franciscon nesta manhã,22. A legislação que busca impulsionar empresas já instaladas em Venâncio Aires e ainda novas unidades, foi apresentada pelo Prefeito Giovane Wickert e pelo Secretário de Desenvolvimento, Trabalho e Turismo Nilson Lehmen.

Conforme o Gestor Gaúcho, Venâncio é uma das poucas cidades em todo o Rio Grande do Sul e é um dos mais arrojados na área de incentivo Industrial. O material do programa ficou no Sala de Reuniões do Gabinete do Secretário que atende empresários em busca de novos negócios.

Além do Venâncio Sem Fronteiras, Wickert apresentou ao Secretário o projeto “Caminho dos Vales Novos Rumos” organizado pelo Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) que busca vender a região e buscar incentivos de infraestrutura para impulsionar o turismo regional.

Outra pauta debatida foi a escritura da área de 80hectares para o novo Distrito Industrial. O repasse da área foi aprovada pela Assembleia Legislativa em 2017 mas não pode ser repassada em 2018 ao Município devido ao ano eleitoral. Wickert solicitou ó desarquivamento do processo e a resolução ainda neste semestre. Franciscon se comprometeu com o andamento do processo e já solicitou o encaminhamento do pedido.

O Município quer agilidade no andamento da escritura para buscar financiamento para investimento de R$2 a R$5 milhões na infraestrutura do Distrito para abrigar novas empresas.

Além de Wickert e Lehmen, participam da agenda na Capital Gaúcha nesta terça-feira,22, o Coordenador de Trânsito Dário Martins e a Coordenadora da Central de Projetos Marilini Petry.

 

Fonte: Jornal Olá
Créditos: Coordenadoria de Comunicação e Marketing PMVA

Compartilhar

Victória Lemos Veiga representará Venâncio no Musa do Sol 2019

Publicado em 23/01/2019 às 08h04

Victória tem 20 anos e é estudante de DireitoA venâncio-airense Victória Lemos Veiga, 20 anos, é a representante da Capital Nacional do Chimarrão no concurso Musa do Sol 2019, que será realizado em Candelária, nos dias 2 e 3 de fevereiro. A jovem é estudante de Direito na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS) e filha de Débora Cristine Lemos Veiga e Alex Cruz Veiga.

Victória ressalta que sempre teve vontade de participar do Musa do Sol por achar interessante como o concurso realça a beleza da mulher gaúcha. 'Acredito que o concurso vai ser bem interessante, principalmente em relação à troca de experiências e conhecimentos entre as candidatas. Sempre aprendemos muito com as outras pessoas', afirma.

A jovem conta que foi convidada por Sandro Kroth para participar do concurso. 'A expectativa é muito grande pelo fato de estar representando meu município', destaca. Victória já participou dos concursos Broto Sova, em 2012, e escolha de soberanas da Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim), em 2015. A última candidata de Venâncio a vencer o Musa do Sol foi a jovem Juliana Böhm, na edição de 2017.

 

CONCURSO

O concurso Musa do Sol é realizado pelo jornal Folha de Candelária, com o apoio da Prefeitura de Candelária. Esta é a 33ª edição do concurso e será realizada no Balneário Carlos Larger. Até a tarde de ontem, a organização do evento havia divulgado os nomes de 27 candidatas, porém o período de inscrição segue até sexta-feira, 25. Cada município pode ter uma representante na disputa.

'Mesmo que seja um concurso de beleza, pretendo mostrar as qualidades que o povo venâncio-airense possui.' VICTÓRIA LEMOS VEIGA, Representante de Venâncio no Musa do Sol

 

Fonte: Jorna Folha do Mate
Créditos: Cassiane Rodrigues
Foto: Divulgação / Musa do Sol

Compartilhar

Morador do bairro União colhe pepino com mais de 8 quilos

Publicado em 23/01/2019 às 08h03

Ambrósio Ellert comemora colheita inusitadaUma dose de amor e carinho garantiram uma surpresa na horta de Ambrósio Ellert, morador do bairro União. Ele conta que ganhou sementes, que passaram de mão em mão, e o irmão cedeu-lhe algumas.

No domingo, 20, o "espanto" na horta: um pepino gigante, de 8 quilos e 100 gramas. Ellert conta que não utilizou adubos e fertilizantes: 'Acredito que foi a mão boa.' Ele comenta que o pepino é ideal para doces e schimier. E, otimista, aguarda as flores do pé gerarem novos frutos, quem sabe maiores do que esse de 8 quilos.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Rosana Wessling 
Foto: Divulgação

Compartilhar

Mais da metade da produção tem fim comercial

Publicado em 23/01/2019 às 08h02

Ceaseiro, Robério Krammes viaja três vezes por semana a Porto AlegreSe algumas décadas atrás o aipim in natura era usado apenas para consumo das famílias e no trato animal, nos últimos anos isso perdeu força para a questão comercial. Atualmente, Venâncio Aires lidera entre os municípios gaúchos quando o assunto é área plantada - 2,2 mil hectares - e segue entre os três maiores produtores do Rio Grande do Sul.

Conforme relatório do escritório local da Emater, da produção total, 55% é comercial, seja venda direta, em feiras, na Ceasa ou para agroindústrias. Dentro desse número, são cerca de 400 famílias que produziram e venderam cerca de 20 mil quilos por hectare na safra 2017-2018.

Histórica e geograficamente, a região do Barro Vermelho concentra o maior número de produtores, espalhados entre Linha Herval, Vila Palanque, Linha Travessa, Grão Pará e Vila Santa Emília. A maioria são 'ceaseiros', que escoam a produção até Porto Alegre.

É o caso de Robério Adolfo Krammes, 48 anos, morador de Linha Travessa. Ele nunca plantou tabaco e sempre teve em outras culturas o sustento da esposa Fabiane e dos três filhos.

O destaque na propriedade de 8,5 hectares é o aipim. O produto ocupa 5 hectares, que produzem cerca de 56 toneladas por safra (ou 2.800 caixas de 20 quilos cada). Além disso, ele ainda compra aipim de outros produtores. Tudo é vendido diretamente na Ceasa, em Porto Alegre, para onde Krammes viaja três vezes por semana, há 28 anos. O transporte é feito com dois caminhões próprios.

Livre de agrotóxicos, o aipim é cultivado geralmente de fevereiro a setembro. Sem a necessidade de maiores inovações na lavoura, já que a colheita é manual e com mão de obra trocada entre vizinhos, Krammes apenas investiu em um trator, usado no preparo da terra.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Débora Kist

Compartilhar

Casais festeiros intensificam divulgação da 71ª Festa Evangélica

Publicado em 22/01/2019 às 09h42

Casais festeiros fizeram a divulgação na Festa do BastiãoNo domingo, 20, ao meio dia, durante a 143ª Festa de São Sebastião Mártir, os casais festeiros Paul e Suely Wachholz e Luiz Volnei Fernandes e Marli Wachholz começaram a intensificar a divulgação da 71ª Festa Evangélica de Venâncio Aires, programada para os dias 4 e 5 de maio de 2019, no pavilhão de eventos.

Os casais reforçaram que no dia 22 de fevereiro, às 20h, ocorrerá a segunda Noite de Integração das famílias evangélicas, na comunidade do bairro Brígida, já no dia 22 de março, às 20h, no Centro Evangélico Luterano, ocorrerá o lançamento da 71ª festa e da ação entre amigos. No dia 12 de abril, às 20h, será realizada a terceira Noite de Integração, na comunidade São Lucas, do bairro Aviação.

Para os dois dias da festa estão confirmadas as Bandas Os Hermanos e Asa Branca. Os casais festeiros estiveram acompanhados do casal presidente da comunidade evangélica, Wani e Nelli Dreissig, do casal vice-presidente da Paróquia Evangélica de Venâncio Aires, Leandro e Mônia Pitsch e pelo pastor Ivário Fries e esposa Cleisi.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Edemar Etges

Compartilhar

Nova iluminação reforça a segurança externa da penitenciária de Venâncio

Publicado em 22/01/2019 às 09h40

Refletores clareiam a área externa da PevaDireção da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) conseguiu mais um aliado à segurança da casa prisional. Na semana passada começaram a funcionar os refletores externos, que têm um alcance superior a cem metros. Para o diretor Fábio dos Santos Machado, a iluminação vai inibir ainda mais as tentativas de arremessos de materiais ilícitos para o pátio da penitenciária.

Agora, além dos brigadianos armados que ocupam as guaritas e das grades de ferro colocadas em cada cela, foram instalados 30 refletores de led, de grande potência. "Colocamos um refletor em cada poste, voltados para fora, iluminado uma grande área ao redor da penitenciária", explicou Machado.

O diretor da casa prisional ressalta que a iluminação inibirá ainda mais as tentativas de arremessos, já que as pessoas que se aproximarem das cercas, serão avistadas com mais facilidade. Machado destaca que além da parceria entre a Vara de Execuções Criminais (VEC) de Venâncio Aires e Taquari, a instalação das luminárias só foi possível graças ao auxílio do Ministério Público, Conselho da Comunidade e 8ª Delegacia Penitenciária Regional.

 

REFORMA

Na semana passada, o Governo do Estado confirmou o repasse de R$ 61,4 mil para a Peva. Ao contrário do que foi noticiado, o dinheiro não será usado para a construção de um muro ao redor da casa prisional, o que é a solução perfeita para inibir tentativas de fugas e de arremessos de materiais ilícitos.

A verba, buscada ainda no governo anterior, servirá para a reforma de uma sala, usada para depósito e que foi incendiada no ano passado. De acordo com Machado, um detento jogou um toco de cigarro sobre uma pilha de colchões e o fogo se alastrou e atingiu a rede elétrica da sala.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro 
Foto: Susepe / Divulgação

 

Compartilhar

Frentes de obras de restauração avançam na 287

Publicado em 22/01/2019 às 09h39

Reparos profundos no quilômetro 95, em Santa Cruz do SulA Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), por meio do Governo do Estado e da Secretaria Estadual dos Transportes, continua realizando uma série de obras de restauração na RSC-287. Segundo a estatal, são mais de R$ 22 milhões investidos no pavimento da rodovia, nos trechos entre Santa Cruz do Sul e Tabaí (entre os quilômetros 28 e 105) e Santa Cruz do Sul e Vila Paraíso (entre os quilômetros 105 e 177).

As melhorias realizadas entre Santa Cruz do Sul e Tabaí estão sendo executadas através da empresa Coesul - Construtora Extremo Sul, com cerca de R$ 12,6 milhões de investimento. Desde o início do contrato, em 2017, já foram destinados mais de R$ 6 milhões em manutenção, com recursos procedentes da praça de pedágio de Venâncio Aires, localizada em Vila Arlindo.

 

Já na extensão entre Santa Cruz e Vila Paraíso, os trabalhos são executados por meio da empresa RGS Engenharia, com mais de R$ 10,4 milhões de investimento, dos quais já foram aplicados R$ 9,7 milhões desde a ordem de início, em 2016. Todos os recursos utilizados nesta extensão são oriundos da praça de pedágio de Candelária.

 

No momento, estão sendo feitos reparos profundos no quilômetro 95, em Santa Cruz do Sul, além de recapeamento entre os quilômetros 147 e 150, em Candelária. Para as próximas semanas estão programados serviços de reparos profundos e recapeamento no trecho entre os quilômetros 92 e 97.

 

FRITZ E FRIDA

No ano passado, a EGR entregou a obra da travessia urbana de Santa Cruz do Sul, que compreende o viaduto Fritz e Frida e mais um trecho duplicado, com investimento de cerca de R$ 27 milhões. O conjunto de intervenções solucionou o problema de congestionamentos no local. Além disto, a EGR está construindo uma nova rótula em Candelária, para melhorar a segurança no acesso ao município.

 

SOBRE A EGR

1 Em funcionamento desde 2013, conta com uma estrutura de 75 funcionários, contratados por concurso público.

2 A EGR atua na conservação, manutenção, limpeza e implantação de melhorias em mais de 900 quilômetros de rodovias no Estado.

3 Também oferece aos usuários serviços de ambulância, guincho e resgate. A empresa pública é vinculada à Secretaria Estadual dos Transportes.

4 O atual governador, Eduardo Leite (PSDB), já manifestou intenção de extinguir a estatal e terceirizar o funcionamento da rodovia.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Assessoria de Imprensa 
Foto: Divulgação / EGR

 

Compartilhar

Venâncio tem 56 processos ativos de irregularidades trabalhistas

Publicado em 22/01/2019 às 09h37

 A reunião na qual um empresário apresentava sua opinião sobre o cenário político e estimulava funcionários a votarem em um candidato à Presidência da República, em outubro, não repercutiu apenas nas redes sociais. O vídeo gravado dentro de uma empresa venâncio-airense originou uma denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT).

Na época, o proprietário, após firmar Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o MPT, teve que se desculpar com os colaboradores. Esse fato foi um entre os 28 procedimentos de irregularidades trabalhistas originadas em Venâncio Aires ao longo de 2018. A maioria das denúncias não se confirmou e foi arquivada, já que nem todas as denúncias expressam condutas de irregularidade com a lei ou são de atribuição do MPT. Ainda assim, quatro estão em investigação e integram a lista de 56 procedimentos ativos no município desde 2007.

De acordo com dados da Procuradoria do Trabalho no Município (PTM) de Santa Cruz do Sul, desses 56 casos ativos, 45 já têm o Termo de Ajuste de Conduta e 11 ainda estão em investigação. Quanto às principais denúncias em Venâncio Aires, a maioria é relativa à ausência de registro de contrato de trabalho, casos de assédio moral e trabalho infantil, até atraso no pagamento de salário.

Segundo a coordenadora da PTM de Santa Cruz e procuradora do Trabalho, Enéria Thomazini, as investigações são provocadas por qualquer meio que informe os dados mínimos para a perseguição da causa: nome, localização e resumo dos fatos. 'Desde a mídia noticiando acidente de trabalho, assédio moral ou outras irregularidades, até comunicações de outros órgãos, como poder judiciário, polícia civil, federal e rodoviária. Mas qualquer pessoa pode fazer denúncias no site do MPT.'

 

DENÚNCIA CONFIRMADA

A empresa ou empregador, caso confirmada a denúncia, é intimado a comparecer na Procuradoria e convidado a assinar um termo de responsabilização e de que fará os ajustes e não descumprirá mais aqueles direitos. Esta é a regra, segundo Enéria Thomazini.

Ainda conforme a procuradora do Trabalho, a lei permite que seja diretamente acionada a justiça, mas geralmente a preferência é para a reunião com empresas, dando a possibilidade de se explicar e de corrigir o que está errado.

Caso assine o Termo de Ajuste de Conduta, o processo é acompanhado para ver se realmente será cumprido, sob pena de pagar uma multa e sofrer execução judicial.

Se o empregador não concordar em assinar o TAC, a causa é levada ao Judiciário para o juiz decidir, por sentença, sobre o que deverá ser feito. Essa causa é a Ação Civil Pública.

 

Atribuições

O Ministério Público, segundo Enéria Thomazini, não atua para garantir qualquer pagamento de verba individual aos empregados ou ex-empregados. 'O nosso papel é garantir aqueles direitos que o empregado não tem como resolver por conta própria e que vai atingi-lo diretamente ou qualquer outra pessoa que pegar a sua vaga', explica.
Entre os exemplos, a implementação de segurança de máquinas para evitar acidentes de trabalho; correção de conduta de patrão que age com rigor excessivo e descumpre garantias mínimas do cidadão enquanto trabalhador; e fazer com que empregador pare de contratar crianças ou adolescentes de forma irregular, encaminhando para a aprendizagem, caso tenha mais de 14 anos.

 

A realidade regional

Das 7.797 denúncias de irregularidades trabalhistas no Rio Grande do Sul ao longo de 2018, a Procuradoria do Trabalho no Município (PTM) de Santa Cruz do Sul recebeu 626. A unidade, que abrange 73 municípios dos Vales do Rio Pardo e Taquari, só ficou atrás de Caxias do Sul (676) e Porto Alegre (4.397).

Nessas 626 denúncias, Santa Cruz contabilizou 219 denúncias, e Lajeado, o maior polo do Vale do Taquari, teve 56 procedimentos. O que ajuda a explicar os números gerais da região, que ficou em terceiro na posição estadual, seria o fator econômico. 'É uma região com municípios de grande desenvolvimento, que diversificam a atividade industrial, rural e de serviços, o que atrai muitos procedimentos em razão da demanda', explica Enéria Thomazini.

Das denúncias autuadas na região em 2018, 149 estão ativas (ainda em investigação ou têm TAC firmado). As irregularidades mais investigadas, conforme o PTM, dizem respeito a meio ambiente de trabalho, remuneração, anotação de contrato de trabalho, jornadas excessivas, ausência de intervalos e poder abusivo do empregador. 'Trabalho infantil, meio ambiente de trabalho e fraudes do contrato também são temas corriqueiros na região, mas muitas vezes são ignorados por ausência de denúncias', pondera a procuradora do Trabalho de Santa Cruz.

21 - é o número de ações ajuizadas na região (quando a empresa não aceita fazer as correções exigidas).

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Débora Kist 
Foto: Divulgação / Agência Brasil

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||