Notícias - Geral

Wickert promete definição sobre Fenachim até sexta-feira

Publicado em 26/09/2017 às 09h03

Evento ocorre a cada dois anos, em maio, quando comemora-se o aniversário de Venâncio AiresA realização da Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) em 2018 depende do "sim" de um empresário de Venâncio Aires. Depois de meses de tratativas, em busca de um presidente para o maior evento do município, o prefeito Giovane Wickert aguarda a resposta para anunciar se a festa será realizada no próximo ano ou transferida para 2019. De acordo com ele, a definição será anunciada na sexta-feira, 29.

Ontem, antes de embarcar para Brasília, onde permanecerá até a quinta-feira, Wickert garantiu que a decisão sobre a Fenachim será divulgada assim que ele voltar da Capital Federal, independentemente de o empresário aceitar o convite para presidir o evento. 

''Se ele não aceitar, a festa não vai sair porque não teremos mais tempo de buscar outra opção para a presidência. Se for assim, começaremos logo a fazer uma reavaliação do evento para 2019", Giovane Wickert, prefeito.

Mesmo sem a confirmação de um presidente para a 15ª Fenachim, o prefeito já havia adiantado que, caso seja realizada em 2018, a festa terá uma programação mais enxuta, concentrada nos fins de semana. A ideia seria apostar mais em atrações tradicionalistas e regionais, sem grandes investimentos em shows.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Juliana Bencke
Foto: Jaqueline Caríssimi

Compartilhar

Região sofre com carência de médicos legistas

Publicado em 26/09/2017 às 09h01

Peritos criminais têm como função encontrar a prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos ou acidentesNão é de hoje que as pessoas se queixam a respeito da demora dos procedimentos relacionados à liberação de um corpo. Além da carência de peritos, técnicos de perícias e papiloscopistas na região - o que também torna o processo mais longo - existe, ainda, a falta de médicos legistas no Departamento de Médico Legal (DML), que atua em caso de morte violenta ou quando há algum interesse policial ou judicial.

Venâncio Aires, por exemplo, não tem DML. Os municípios mais próximos que fazem esse trabalho são Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, e Cachoeira do Sul, na Região Central, que atendem um grande número de cidades. Apenas o posto de Santa Cruz do Sul precisa disponibilizar o serviço para 11 municípios.

O promotor de eventos Juarez Becker sentiu a angústia causada pela demora da liberação do corpo do filho - na época com 19 anos -, em maio de 2013. Marcelo Augusto Becker foi vítima de um acidente de motocicleta na RSC-453, onde bateu em um caminhão e ficou preso às ferragens. Embora o trânsito não tenha sido trancado, ele conta que o corpo do filho ficou cerca de cinco horas na rodovia à espera da chegada dos peritos. 'Imagina tu ver teu filho trancado em um caminhão, ficando cinco horas ali e todo mundo passando e olhando. Ninguém quer isso pra ninguém', desabafa.

Após a chegada dos peritos, foram realizados outros procedimentos, o que inclui o trabalho do Departamento Médico Legal, feito, segundo ele, na época, pelos profissionais de Santa Cruz do Sul. O acidente ocorreu por volta das 7h e cerca de 12 horas depois o corpo foi liberado para os atos fúnebres. 'Se fosse acontecer isso hoje comigo, eu não iria querer nem saber. Eu pegaria o meu filho e levaria direto para o hospital, porque eu jamais iria deixar ele no local do acidente. Pensa bem, tu perder teu único filho e as pessoas ficarem olhando ele, porque o pessoal é curioso', lamenta.

RODÍZIO
A responsável pela 5ª Coordenadoria Regional de Perícias (5ª CRP), Maria Ângela Zucchetto, explica que os profissionais do DML de Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul trabalham em conjunto, justamente em função da falta de recursos humanos. Segundas e quartas-feiras, de acordo com Maria, os corpos são encaminhados para Cachoeira do Sul, mesmo que a morte tenha sido em Santa Cruz do Sul.
Já nas terças e quintas-feiras, os procedimentos são realizados em Santa Cruz do Sul. No caso de sextas-feiras, sábados e domingos, um fim de semana de trabalho é destinado para cada médico de cada uma das duas cidades. Maria complementa que esse rodízio ocorre há quase um ano, quando aumentou a carência de profissionais.

Em Santa Cruz do Sul, há dois peritos médicos legistas e dois técnicos de perícia, além de dois agentes administrativos e um estagiário, no entanto um médico legista irá se aposentar em breve. 'Então, em Santa Cruz, vai ficar um médico só. Não tem condições. Não vai dar conta. Os cadáveres precisam, às vezes, ir para outra cidade, porque é lá que está o médico de plantão', lamenta.

Na opinião dela, com a demanda de trabalho que existe em Santa Cruz do Sul, o posto do DML nessa cidade deveria ter, no mínimo, de quatro a cinco peritos médicos legistas, enquanto tem apenas dois. Em Cachoeira do Sul, por exemplo, há dois médicos legistas - um é emergencial e o outro concursado. Há, ainda, quatro técnicos em perícias, mas um está com delimitação de função, informa Maria.

DEMANDA

- Segundo a coordenadora da 5ª CRP, existe outra dificuldade. Quando ocorre uma morte em Venâncio Aires, por exemplo, existe apenas uma equipe da perícia criminal sediada em Santa Maria para a realização do procedimento.

- Quando a equipe está em um atendimento em outra cidade, é necessário esperar o término desse trabalho para, então, a mesma se deslocar até o município da ocorrência.

- Para ela, há essa carência de profissionais na área, porque não ocorre com frequência a abertura de concursos, o que faz com que não haja pessoas que substituam as que se aposentam.

- Maria comenta que, recentemente, foi feito um concurso e há previsão de preenchimento de 106 vagas em março do ano que vem, mas não se sabe quantos profissionais serão encaminhados para o posto do Departamento Médico Legal de Santa Cruz do Sul.

- O problema, de acordo com Maria, está no fato de existir uma demanda muito grande de trabalho para um número muito pequeno de profissionais na área.

ABRANGÊNCIA
O posto do Departamento Médico Legal (DML) em Santa Cruz do Sul é responsável por atender - além da cidade mencionada - os municípios de Arroio do Tigre, Candelária, Encruzilhada do Sul, Pantano Grande, Passo do Sobrado, Rio Pardo, Sinimbu, Sobradinho, Vale do Sol, Venâncio Aires e Vera Cruz.

GLOSSÁRIO
As funções do perito, médico legista e papiloscopista:

Perito: Oferece laudos técnicos em processos judiciais, nos quais podem estar envolvidos pessoas físicas, jurídicas e órgãos públicos. O laudo técnico é escrito e assinado pessoalmente pelo perito e passa a ser uma das peças (provas) que compõem um processo judicial. No caso específico do perito criminal, esse tem como função encontrar a prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos. Peritos precisam de curso superior e técnicos de perícias necessitam ter completado o Ensino Médio.

Médico legista: Responsável por realizar exames em vivos ou mortos. Entre as principais funções do profissional está o exame de corpo delito, que avalia os ferimentos de vítimas e elabora laudos com perícia. Em cadáveres, ele é responsável por descobrir a causa da morte e identificar a arma do crime. Este profissional deve ser formado em Medicina.

Papiloscopista: É o profissional responsável pela coleta, armazenamento e identificação de impressões digitais. O termo 'papiloscopia' é usado porque as impressões digitais são conhecidas como papilas dérmicas.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Kethlin Meurer 
Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Sindicato da construção e mobiliário empossa nova diretoria

Publicado em 26/09/2017 às 08h58

Integrantes da diretoria foram empossados durante solenidade no último sábado O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Venâncio Aires realizou no último sábado, 23, solenidade de posse da nova diretoria, eleita no mês de junho, para representar a entidade pelos próximos quatro anos. O ato contou com a participação de, em média, 104 trabalhadores. A transferência dos cargos da diretoria, entretanto, ocorreu ontem, internamente. Jandir da Silva, que já ocupava o cargo anteriormente e é presidente da entidade há 16 anos, foi empossado como presidente.

De acordo com Silva, enquanto representantes dos trabalhadores, há uma preocupação relacionada a empregos. Ele ainda cita o atual cenário vivido pelo país: aumento do desemprego, instabilidade política - dificultador para pessoas que tenham recurso comecem a contratar - e outras complicações, como fatores que também geram preocupações. 'É uma expectativa daqui para frente que não é boa, por causa desse cenário. Mas, diante do que já aprendemos até agora, acho que temos condições de dar a volta por cima e fazer um bom trabalho representando os trabalhadores e assegurar a eles melhorias através dos acordos coletivos, das convenções e das negociações diretas com patrões e empresas', observa. 

Ele ainda salienta que assumir o cargo de presidente do sindicato é uma maneira de poder aprender mais, porque é necessário se superar levando em consideração as dificuldades. 'É uma responsabilidade. Estamos há 16 anos concorrendo em chapa única. Isso faz com que tenhamos mais responsabilidade, porque os trabalhadores apostam na gente quando nos colocam nessa posição', comenta.

DIRETORIA

Presidente:Jandir da Silva 

Vice-presidente: Paulo Cesar Furtado 

Secretário geral: Venilda Terezinha da Gama Borges

2º Secretário: Cleno Roberto da Silva

Tesoureiro: Delmar Correa Soares 

2º tesoureiro: Margarete Daniela Sauressig da Rosa 

Diretor patrimonial: Irma Terezinha Back

Suplentes da diretoria: 

Vilson Josê Borre

Jose Odecio Borges 

Osvaldo da Conceição

Conselho fiscal efetivos:

Vinicius Fonseca Garcia

Celomar Luis Alves Machado

Juliano Fausto

Conselho fiscal suplentes:

Gilmar de Queiroz

Josê Edoilo Rosa

Josê Niilto da Silva

Delegados junto à Federação: 

Jandir da Silva e Paulo Cesar Furtado

Suplente de delegados:

Delmar Correa Soares e Cleno Roberto da Silva.

 

Fonte: PMVA
Créditos: Taís Fortes
Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

'Concertos de Natal' é atração para época natalina de Venâncio

Publicado em 26/09/2017 às 08h54

Secretário Saul Zart comemora aprovaçãoFaltam três meses para o Natal. No entanto, a preparação e as novidades para uma das datas mais esperadas do ano, já movimenta a comunidade venâncio-airense. Nesta semana, a notícia de aprovação de um projeto inscrito no Pró-Cultura na Lei de Incentivo à Cultura (LIC) deixou o secretário de Cultura e Esportes, Saul Zart, contente.

Denominada 'Concertos de Natal', a proposta deve ocorrer aliada aos três eixos natalinos de Venâncio Aires: ornamentação que está sendo pensada pelo Gabinete da Primeira-Dama, o Caravana Luzes de Natal e o 'Concertos de Natal'. A chegada do Papai Noel está agendada para o dia 15 de dezembro, mas as programações do projeto aprovado iniciam somente no dia 20 e seguem até 23 de dezembro na Travessa São Sebastião Mártir. 
O secretário Saul Zart comemora a notícia que foi viabilizada a partir de projeto de R$ 125.525 encaminhado pela AM9 Produções, de Caxias do Sul. Produtora que já foi responsável pelos shows da Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) em 2016. 'Queremos movimentar a programação do município e deixar o espírito natalino ainda mais presente a partir das apresentações', comenta.

A quantia aprovada para ser captada a partir de renúncia fiscal de empresas de Venâncio Aires ou da região deve arcar com despesas como cachê dos artistas, alimentação, estrutura, divulgação da programação, sonorização, lonões, grades de contenção e outras despesas. O projeto deve contar com apresentações da Orquestra de Venâncio Aires, de dança, corais, shows locais, atrações regionais e presença de Délcio Tavares e do Padre Ezequiel Dal Pozzo. 'Recebemos indicações de vários artistas, mas optamos por aqueles que trazem algo com o Natal', diz.

''Nosso maior desejo é captar todo valor e enriquecer a programação'' - Saul Zart, secretário municipal de Cultura e Esportes

Programação

20 de dezembro 
17h - Companhia de Dança Pontinha dos Pés
19h - Coral de Venâncio em canto
20h - Grupo Rio Grande Latino

21 dezembro
17h - Jef"s Studio de Dança
18h - Developé
19h30min - Marione Reckziegel
21h30min - Orquestra de Venâncio Aires

22 dezembro
17h - CTG Erva Mate - Invernada artística
18h30min - Orquestra de Violões e Flautas
20h - The Ruwers
21h30min - Délcio Tavares

23 dezembro
17h - Chegada do Papai Noel
19h - Gustavo Thomazi Zartt
21h - Padre Ezequeil Dal Pozzo

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Ana Carolina Becker

Compartilhar

Movaci movimenta o IFSul na próxima semana

Publicado em 25/09/2017 às 09h38

Oficinas, atividades culturais e planetário itinerante integram a programação O campus do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) será palco, na próxima semana, da VI Mostra Venâncio-airense de Cultura e Inovação (Movaci). A abertura oficial do evento ocorre na noite de quarta-feira, 27. Entretanto, desde a terça-feira, os estudantes da instituição já estarão envolvidos com as atividades da feira.

Além dos alunos do IFSul, estudantes e professores de outras escolas da região participarão da apresentação de projetos de pesquisa e extensão. Enquanto trabalhos do ensino fundamental serão expostos durante a feira, projetos de ensino médio, técnico e superior serão apresentados em salas de aula organizadas por eixos temáticos,

A comunidade também é convidada a participar da Movaci, que tem entrada gratuita e contará com palco livre, espaço terapêutico, planetário inflável, palestras e atrações culturais, entre outras atividades.

Programação

Terça-feira, 26
Manhã - Preparação da VI Movaci e final do IFGames
Tarde - Organização e leitura dos relatórios dos projetos
Noite - Oficinas para estudantes dos cursos subsequentes

Quarta-feira, 27
Manhã - Organização e leitura dos relatórios. Recepção aos alunos e professores inscritos em projetos

Tarde
13h15min - Comunicações orais
13h30min - Oficina Miniconto
14h - Oficina Trilha da vida
15h - Oficina Trilha da vida
15h30min - Oficina Uso de medicamentos
15h30min - Oficina Robótica

Noite
19h - Cerimônia de abertura e apresentação cultural
20h - Palestra 'Ciência e tecnologia e seus papeis na sociedade', com Saul Schirmer

Quinta-feira, 28
Manhã
Palestra sobre jogos virtuais
Oficinas de contação de histórias e robótica

Tarde
13h15min - Comunicações orais
15h30min - Diálogo cultural com artistas locais

Noite
19h - Noite cultural: Festival Estudantil de Música (etapa IFSul)
19h - Oficinas para estudantes dos cursos subsequentes

Sexta-feira, 29
Manhã
8h - Comunicações orais
8h - Oficina Saúde bucal
10h15min - IFSul Portas Abertas

Tarde
14h - Show cultural e premiação

Noite
19h - Oficinas para estudantes dos cursos subsequentes

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Juliana Bencke
Foto: Reveberando / Divulgação

Compartilhar

Professores seguem a greve na rede estadual

Publicado em 25/09/2017 às 09h36

A greve da rede estadual de ensino, em Venâncio Aires, é considerada a maior nos últimos 20 anos. As maiores escolas públicas do município aderiram ao movimento, no totalidade e deve seguir até o próxima semana. No dia 29 de setembro será realizada assembleia estadual do CPERS/Sindicato, em Porto Alegre, quando será definido os rumos da paralisação. A expectiva, segundo os dirigentes, é pelo prosseguimento da greve.

Conforme a diretora do 18º Núcleo do CPERS, Marione Drebel, tudo indica que o ano letivo não será encerrado em dezembro. “A adesão é grande em Venâncio, estamos mostrando o descontentamento com o governo e as decisões tomadas. Além do parcelamento, o governador quer cortar direitos adquiridos.”

Nesta semana ocorreram plenárias para discutir a situação. A primeira delas foi no CAJ na última terça-feira, 19, com duas palestras. Os debates foram realizados pelos professores, Matheus Saraiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e Patrícia Schuster, jornalista e docente do departamento de comunicação da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Já nesta sexta-feira, 22, o 18º núcleo promoveu plenária com a participação do jornalista Juremir Machado da Silva, na UNISC.

Estão paralisadas as escolas, Monte das Tabocas, Crescer, Cônego Albino Juchen, Adelina Konzen, Frida Reckziegel (Ensino Fundametal e Médio). Já a Escola Estadual de Ensino Médio, Sebastião Jubal Junqueira possui greve de forma parcial.

 

Fonte: Jornal OLá
Créditos: Guilherme Siebeneichler

Compartilhar

Tata apresenta a Lei da Ficha Limpa Municipal

Publicado em 25/09/2017 às 09h33

Vereadora propôs legislação amparada em orientações do Igam no que se refere à constitucionalidadeA vereadora Tata Haussen Oliveira aderiu ao Desafio Nacional da sua sigla - Rede Sustentabilidade - e protocolou proposição de lei para implantar a Lei da Ficha Limpa Municipal em Venâncio Aires. Esta é a primeira meta comum lançada às mais de 19 mil pessoas que estão construindo o partido no Brasil.

Pela proposta, as regras da Lei da Ficha Limpa, que reúne as condições em que os políticos ficam impedidos de concorrer nas eleições, ficam estendidas para a nomeação de cargos em comissão e de confiança no âmbito dos órgãos da administração direta e indireta dos poderes Executivo e Legislativo. Em recente sessão da Câmara de Vereadores, Tata explicou o projeto de lei de viés preventivo.

'A medida poderá ser aplicada a uma série de casos, como, por exemplo, dos agentes políticos que perderam seus cargos eletivos por infringência à Constituição Federal, Estadual ou à Lei Orgânica do Município; aos que tenham contra a sua pessoa representação julgada procedente pela Justiça Eleitoral; àqueles que forem condenados por uma série de crimes, como contra a economia popular, contra o meio ambiente, de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, etc), entre inúmeros outros', explanou.

TIPIFICAÇÃO
A assessoria da vereadora fez contato com setores de recursos humanos tanto do Executivo quanto do Legislativo. Ainda que estes exijam Alvará de Folha Corrida da Justiça Estadual ao efetuar a nomeação, o Município não conta com exigências que sejam abrangentes nos moldes da Ficha Limpa para cargos em comissão e de confiança. Não há, por exemplo, a tipificação das situações em que ficam vedadas a nomeação, bem como o estabelecimento de um período de duração para a vedação caso constatada a ausência de ficha limpa, entre outras disposições.

MORALIDADE
Nesse sentido, a vereadora Tata destaca que a legislação vem reforçar o princípio da moralidade que deve nortear a administração pública, criando a obrigatoriedade de afastamento daqueles que se enquadram nas situações enumeradas na lei, sem que o afastamento dependa de mera avaliação daqueles que detém o poder.

>> Aptidão aos cargos deve ser comprovada de modo anual

OUTRAS APLICAÇÕES

A proposição também veda aos órgãos públicos municipais a contratação de empregados terceirizados ou empresas dirigidas por pessoas que se inserem nas situações de nomeação vedada.

Além disso, as entidades sem fins lucrativos que mantiverem contratos ou receberem verbas públicas deverão comprovar que seus dirigentes não incidem nas hipóteses de inelegibilidade previstas na legislação federal.

A comprovação ainda passa a ser exigida daqueles que forem aprovados em concurso público municipal, nos poderes Executivo e Legislativo, bem como dos membros de conselhos municipais que tenham cunho fiscalizatório no âmbito da administração pública.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 
Foto: Vanessa Behling / AI Câmara

 
Compartilhar

Casos de gravidez na adolescência aumentam em Venâncio neste ano

Publicado em 25/09/2017 às 09h29

O Brasil tem conseguido reduzir o número de grávidas com menos de 17 anos. Em Venâncio Aires, o número de gestantes nesta faixa etária teve crescimento. Isso comparando os três últimos anos. Até o fim da primeira quinzena de setembro deste ano foram registradas seis gestações em mulheres na faixa etária entre 10 e 14 anos. A gravidez de jovens entre 15 e 19 anos teve crescimento também. Só em 2017 foram 99 cadastros do tipo.

As informações são registradas no Sistema de Acompanhamento da Gestante (SisPreNatal) do Ministério da Saúde e levam em consideração os três últimos anos. Em média, são registradas 50 gestações por ano em adolescentes e jovens, na Capital do Chimarrão. Entretanto, neste ano, a média já dobrou.

O Governo Federal tem divulgado queda nos números de gestações precoces. Porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS) projeta que o Brasil neste ano terá crescimento nos índices, com aumento da pobreza e da evasão escolar. Além disso, o aumento também será registrado por conta dos dados levarem em consideração apenas os três últimos anos, quando passou a ser obrigatório o registro das gestações, por parte dos municípios.

O controle e encaminhamento é feito pelo Centro Materno-Infantil no posto Central de Venâncio Aires.  Conforme a enfermeira responsável pelo cadastramento, Daiana Toillier Ruaro, apesar do crescimento, há casos de jovens que projetaram as gestações. “Há jovens que estão na adolescência que queriam a gravidez. Isso tem aumentado os números do município no registro do governo,” destaca.

EDUCAÇÃO

Para o secretário municipal da Saúde, Ramon Schwngber, a rede básica de saúde conta com serviços para o suporte dos jovens. Os postos ofertam métodos de proteção contra doenças sexualmente transmissíveis e contraceptivos. “Há uma rede completa, em especial nas Estratégias de Saúde da Família. Esse aumento também é reflexo da necessidade de parceria com a rede escolar. Envolve a educação e conscientização.”

E é exatamente isso que a OMS recomenda aos países. Que o assunto da gravidez precoce envolva não só os setores da saúde pública, mas também a educação. Só o Brasil tem 21 mil jovens com menos de 15 anos grávidas.

RISCOS

A gravidez precoce multiplica o risco de doenças e de mortalidade, tanto da mãe como do bebê, e tem impactos negativos na sequência das adolescentes na escola, que podem levá-las ao mercado de trabalho e a uma situação de pobreza. Além disso, essa situação está ligada a fatores sociais e econômicos que evidenciam desigualdades no acesso a serviços, de condições de vida, destaca a OMS.

GRÁVIDAS

Atualmente este ano o Centro Materno-Infantil de Venâncio Aires acompanha no total 662 gestantes. Além das consultas do pré-natal, a rede básica de saúde garante o suporte de atendimentos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), até o parto realizado no Hospital São Sebastião Mártir.
Nos últimos três anos, passaram pela rede venâncio-airense 1.796 grávidas.

 

Fonte: Olá Jornal
Créditos: Guilherme Siebeneichler

Compartilhar

RGE Sul investiu R$ 3,8 milhões em Venâncio

Publicado em 25/09/2017 às 09h26

A RGE Sul investiu fortemente, nos primeiros sete meses de 2017, na melhoria, expansão e modernização da rede elétrica de Venâncio Aires. Foram R$ 3,8 milhões investidos em praticamente todos os itens que formam o sistema de distribuição de energia.

Esses investimentos se refletem em melhoria na distribuição para os mais de 30 mil clientes da RGE Sul no município, atendendo residências e empresas. É o que ressalta o consultor de Negócios da RGE Sul, Cristiano Silva: "essas obras tornam o sistema mais moderno e robusto e, com isso, nós conseguimos contribuir com o desenvolvido do município dada a maior confiabilidade nesse sistema que é formado por muitos pontos".

De todo o valor investido em Venâncio Aires pela concessionária do Grupo CPFL, cerca de 60% se destinaram a equipamentos que foram incorporados ao sistema e, principalmente, na substituição de postes. Foram R$ 2,3 milhões que serviram, basicamente, para a troca de postes de madeira por novas unidades de concreto. Esses postes são mais resistentes e reduzem os riscos de interrupção no fornecimento, principalmente em dias de temporais ou ventos fortes.

Em obras de atendimento direto ao cliente, a RGE Sul aplicou R$ 762 mil em novas ligações urbanas e rurais, de núcleos habitacionais e substituição de medidores de baixa, média e alta tensão. Isso faz com que a energia elétrica chegue a novos pontos e melhoram a qualidade do fornecimento a quem já era atendido pela concessionária, com a modernização e reforço dos medidores.

Outros R$ 562 mil se destinaram à reforma das redes, com material de alta tecnologia, incluindo cabos protegidos e multiplexados. E ainda foram aplicados R$ 155 mil na melhoria nos níveis de tensão, com foco na instalação de novos componentes em subestações e religadores automáticos.

Nos seis primeiros meses deste ano, o total aplicado pela RGE saltou de R$ 129,5 milhões em 2016 para R$ 176,3 milhões em 2017. Na área concessão da RGE Sul, a CPFL reservou R$ 172,8 milhões, ou seja, um ganho de 40,1% em relação ao recurso empregado no ano passado. A previsão é de que até o final do ano o recurso aplicado chegue a R$ 700 milhões.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Assessoria de Imprensa 

Compartilhar

Recenseadores do Censo Agropecuário do IBGE têm treinamento na próxima semana

Publicado em 25/09/2017 às 09h16

Aqueles vão trabalhar na coleta dos dados do Censo Agropecuário 2017 serão capacitados entre segunda (25) e quinta-feira (28) da próxima semana, em todo o Brasil. 

Em Venâncio Aires, o treinamento ocorre no Posto de Coleta do Censo, que fica na rua Osvaldo Aranha, 634. Na região da Agência do IBGE de Santa Cruz do Sul serão seis polos de treinamento para 98 recenseadores. 

A coleta de dados para o Censo Agropecuário 2017 começa no dia 1º de outubro.

 

Fonte: Rádio Terra FM
Créditos: Felipe Krtoth

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||