Notícias - Geral

Grupo solicita audiência pública para debater reforma do Calçadão

Publicado em 19/07/2019 às 13h52

TipuanasA discussão em torno da revitalização do Calçadão de Venâncio Aires ganhou um novo capítulo na tarde de ontem. O grupo de moradores quem vem manifestando oposição ao projeto de revitalização apresentado entregou na Prefeitura, na Câmara de Vereadores e também no Ministério Público um pedido para que o tema seja discutido com a comunidade, por meio de audiências públicas.

No ofício, que acompanha outras 82 páginas de documentação, o grupo formaliza o pedido para que seja efetuado um processo democrático de elaboração do projeto de revitalização da área central. “Não podemos permitir que um projeto seja executado sem que haja uma participação da população para relatar seus anseios e ter um projeto de necessidades apropriado para posterior elaboração de um projeto adequado, que, diga-se, será de grande complexidade”, diz trecho do ofício, o qual a reportagem da Folha do Mate teve acesso.

No pedido, o grupo destaca que é sabedor da urgência da reforma ou revitalização e pede que os encontros abertos à comunidade sejam divulgados amplamente para a população e que sejam efetuados em horários que proporcionem a participação da maior parcela dos interessados.

Para as lideranças deste movimento, somente após esse debate democrático será possível elaborar “um projeto mais eficiente e democrático de revitalização do Largo do Chimarrão, a fim de evitar que haja uma descaracterização do espaço quanto à sua historicidade e vocação natural.”

A documentação entregue ontem à tarde também contempla cópias do abaixo-assinado físico e digital (por meio do site change.org) e reportagens veiculadas sobre o assunto, compartilhadas nas redes sociais, bem como, todos os comentários feitos na internet. Segundo integrantes do grupo, já passam de 1 mil o número de assinaturas coletadas.

A partir da entrega desta documentação, o grupo aguardará uma manifestação sobre a solicitação.

 

MP e PREFEITURA 

O Ministério Público está munido de todas as informações solicitadas. O promotor de Justiça Fernando Buttini, responsável pelo caso, mantém a expectativa de emitir um posicionamento até a próxima semana. Os documentos solicitados ao Poder Executivo foram encaminhados ao Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente do MP, com sede em Porto Alegre.

Assim que análise estiver concluída pelo órgão da Capital Gaúcha, o parecer de Buttini será anexado. Quando questionado sobre a possibilidade de realização de nova audiência pública para discutir as reformas, o prefeito Giovane Wickert, disse ontem, que aguardará o posicionamento do MP para se manifestar.

 

ENTENDA

A proposta apresentada pelo Executivo e que está em ‘stand-by’ prevê a retirada de 22 tipuanas no Largo do Chimarrão e a abertura de uma segunda pista de rolamento na Osvaldo Aranha, entre as ruas Jacob Becker e General Osório.

O corte das tipuanas chegou a ser iniciado na manhã no dia 12 de julho, mas após contato do promotor Fernando Buttini, o prefeito Giovane Wickert decidiu acatar a recomendação de suspender os trabalhos.

A reforma, orçada em R$ 225 mil é uma solicitação liderada por empresários, comerciantes e proprietários de imóveis no Largo do Chimarrão. Inclusive, a parceria prevê que dois terços das despesas serão custeadas pelos proprietários do lotes e a Prefeitura ficará responsável por um terço, que será viabilizado a partir de podas de árvores, areia, brita e todo maquinário disponível.

Entre os integrantes do grupo que se opõe ao projeto de revitalização estão, especialmente arquitetos e urbanistas, os quais já solicitaram ao Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul a intervenção do projeto. Segundo informações da petição online, estes mesmos profissionais estão dispostos a auxiliar voluntariamente no desenvolvimento de um novo projeto de revitalização para o local.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Cristiano Wildner
Foto: Arquivo FM

Compartilhar

Parque do Chimarrão terá mapeamento da vegetação

Publicado em 19/07/2019 às 13h51

Recursos oriundos de multas aplicadas pela Fundação de Proteção Ambiental (Fepam) foram destinados ao Município para ações de proteção ao meio ambiente. Uma das iniciativas garantirá mapeamento e proteção de espécies vegetais e animais do Parque Municipal do Chimarrão. O principal espaço de lazer conta com florestas nativas e córregos, formando uma Área de Preservação Permanente (APP).

A informação é confirmada pelo secretário municipal de Meio Ambiente (Semma), Clóvis Schwertner (PSB), que destaca o trabalho que será realizado no parque com o objetivo de proteger a fauna e flora do espaço. “Será feito um grande mapeamento de espécies e identificação das árvores, com placas. É uma forma também da população conhecer as árvores que compõe o ambiente do nosso parque,” explica.

O conjunto de multas repassados pela Fepam ao Fundo Municipal de Meio Ambiente totalizam R$ 57 mil. Parte do recurso será aplicado na ação do Parque Municipal do Chimarrão. “As ações também objetivam reflorestar uma área aos fundos da pista de laços, que garantirá a recuperação florestal após uma obra realizada no parque que invadiu a área de APP da sanga da areia. São medidas que buscam recuperar em parte áreas degradadas do local,” comenta Schwertner.

Um mapa interativo também será instalado na entrada do parque para ajudar o visitante a localizar todas as áreas e espécies de árvores presentes no espaço. A proposta também é de melhorar a identificação das plantas que compõem o bioma na localidade. Imagens de satélite e com uso de equipamentos fazem parte dos trabalhos com a proposta de construir um relatório de todos os espaços do local.

 

Fonte: Olá Jornal

Compartilhar

Hospital São Sebastião Mártir lança nova campanha

Publicado em 19/07/2019 às 13h50

O Hospital São Sebastião Mártir comemora na próxima segunda-feira, 22, 84 anos de instituição. Para comemorar a data, a o HSSM lança neste sábado, 20, a campanha: A Saúde do Hospital é da sua Conta. A ação realizada pelo Hospital em parceria com a distribuidora de energia RGE Sul, irá possibilitar que toda a comunidade venâncio-airense, incluindo empresas e pessoas físicas, possam contribuir espontaneamente com valores que serão debitados mensalmente em suas faturas e destinados como abatimento automático no valor da conta de energia elétrica do hospital.

Atualmente, o HSSM possui um custo médio de R$ 75.000,00 em consumo de energia elétrica para manter equipamentos e toda a instituição funcionando 24 horas por dia, durante 7 dias por semana. Para a administração do hospital, a campanha tem como objetivo envolver e conscientizar a população de que para manter o atendimento a toda a comunidade do município de Venâncio Aires e Região de forma completa e competente, precisa-se também de ações e contribuições de todos.

 

Como fazer parte desta campanha?

Para contribuir com a campanha “A Saúde do Hospital é da Sua Conta” é fácil, basta você preencher corretamente o termo de autorização para a contribuição espontânea, que pode ser encontrada na recepção do Hospital São Sebastião Mártir, escolher o valor e o período que você pretende contribuir e entregar o formulário na recepção do Hospital. As contribuições podem ser feitas nos valores iniciais de R$ 5,00, R$ 10,00, R$ 15,00 e R$ 20.00 ou em outros valores escolhidos pela pessoa ou empresa. A administração do hospital convida a todos para se unirem a essa campanha e contribuir para a saúde do Hospital.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Assessoria de Imprensa
Foto: Cris Frantz

Compartilhar

Construção da Emei Xangrilá pode ser retomada em agosto

Publicado em 19/07/2019 às 13h48

A obra da Escola Municipal de Educação Infantil do bairro Xangrilá pode ser retomada ao longo do mês de agosto, informa a Secretaria Municipal de Educação. A expectativa é de que a conclusão do investimento ocorra em até dez meses. O cronograma, ainda de meados de 2017, indica essa como sendo a maior Emei de Venâncio Aires. Ela terá condições de atender 188 crianças.

Segundo o engenheiro da secretaria de Educação de Venâncio, Alexandre de Bortoli, o projeto original, de 2016, sofreu alguns ajustes e valores foram atualizados. A obra, que está paralisada, está 40% concluída. “O bom é que o prédio sofreu pouca depredação”, analisa Bortoli.

Participaram da licitação duas empresas, uma da cidade de Lajeado e outra de Montenegro. Por conta do período de recursos, a empresa vencedora da licitação ainda não foi conhecida. Porém, a expectativa é de que isso ocorra nos próximos dias. O custo da obra está estimado em mais de R$ 2 milhões. Quando foi projetada, o valor total previa custos de R$ 1,686 milhão.

 

ONDE PAROU?

Conforme dados técnicos da Secretaria Municipal de Educação, toda a parte de estrutura de concreto, alvenaria e reboco dos dois blocos está concluída. Metade do telhado está pronto, ou seja, somente o bloco A está coberto. A parte hidráulica do bloco A está adiantada e a parte elétrica tem somente as tubulações (eletrodutos) instaladas, sem nenhuma fiação. Já os contrapisos internos estão praticamente concluídos nos dois blocos, assim como os muros.

Ainda conforme a Secretaria de Educação, o atraso na obra aconteceu, principalmente, pelo entrave relacionado à empresa anteriormente responsável pela obra e que alegou dificuldades financeiras. Sem cumprir os prazos, houve notificação e posterior distrato do contrato.

 

ESTRUTURA

A Emei do bairro Xangrilá, localizada na esquina das ruas Albino Füss e Henrique Mylius, será a maior escola de educação infantil do município, com capacidade para atender até 188 crianças em turno integral.

Terá uma área de 1.510 metros quadrados e foi projetada no modelo Pró-Infância 1. Serão 11 salas de aula, refeitório, cozinha, lactário, sala de amamentação, área de recreação e almoxarifado.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Cristiano Wildner
Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Diário Oficial publica lei que inclui autismo nos censos do IBGE

Publicado em 19/07/2019 às 13h46

Diário Oficial da União publica em sua edição desta sexta-feira (19) a Lei nº 13.861/2019, sancionada nessa quinta-feira (18) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Ela trata da inclusão de informações específicas sobre pessoas com autismo, nos censos demográficos realizados a partir deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"Atendendo à necessidade da comunidade autista no Brasil e reconhecendo a importância do tema, sancionamos hoje a Lei 13.861/2019 que inclui dados específicos sobre autismo no Censo do IBGE. Uma boa tarde a todos!", escreveu o presidente da República, em sua conta no Twitter.

A lei sancionada pelo presidente altera a Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, para incluir as especificidades inerentes ao transtorno do espectro autista nos censos demográficos. Atualmente, não existem dados oficiais sobre as pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) no Brasil.

A expectativa inicial era que presidente vetasse o texto e tentasse incluir eventuais questionamentos sobre os autistas na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). Pelo Twitter, Bolsonaro chegou a compartilhar, na semana passada, um vídeo da presidente do IBGE, Susana Guerra, em que ela defendia a inclusão dos autistas na PNAD e não no censo demográfico.

Os dois levantamentos são organizados pelo IBGE, mas o censo é realizado a cada dez anos e apura a totalidade dos dados demográficos. Nesta quinta-feira pela manhã, no Palácio do Alvorada, o presidente chegou a dizer, a um grupo de pessoas que pediam a sanção do projeto, que seguiria a orientação de sua equipe, favorável ao veto.

 

Autismo

O Transtorno do Espectro Autista resulta de uma desordem no desenvolvimento cerebral e engloba o autismo e a Síndrome de Asperger, além de outros transtornos, que acarretam modificações na capacidade de comunicação, na interação social e no comportamento. A estimativa é que existam 70 milhões de pessoas no mundo com autismo, sendo 2 milhões delas no Brasil.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Agência Brasil
Foto: Divulgação

Compartilhar

Quadra do bairro Battisti terá cobertura

Publicado em 19/07/2019 às 13h44

Sonhada pelo moradores do bairro Battisti há anos, a quadra poliesportiva segue em obras. Embora o piso esteja pronto desde maio e já é usado pela comunidade, nos últimos dias começou o projeto de cobertura do espaço, o qual prevê pilares e um telhado.

Essa parte da obra tem a confirmação de uma emenda de R$ 250 mil do deputado federal Carlos Gomes (PRB). Segundo o engenheiro da Secretaria de Planejamento e Urbanismo, Cássio dos Santos, o contrato com a empresa Invicta, responsável pela obra, prevê a conclusão para o fim de outubro.

A cobertura da quadra é um complemento de todo o projeto, tirado do papel neste ano. A primeira parte contemplou terraplenagem, piso, cercamento e equipamentos para prática de futsal, basquete e vôlei. O custo da etapa inicial foi de R$ 82.224,64, sendo R$ 68 mil de uma emenda e o restante de contrapartida municipal. Nesse caso, a emenda foi garantida em 2016, quando o então deputado federal João Derly (na época Rede), indicou R$ 250 mil para a construção de três quadras de esportes em Venâncio Aires. Parte do recurso foi para a do Battisti.

 

INAUGURAÇÃO

Quando a quadra ficou pronta, em maio, a Administração Municipal de Venâncio Aires quis aproveitar a passagem do agora secretário de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, João Derly (PRB), pela Fenachim, para fazer a inauguração oficial. Mas, no domingo previsto para isso, a chuva atrapalhou os planos e a solenidade foi cancelada.

O secretário de Cultura e Esportes de Venâncio Aires, Henrique Silva, explicou que o local será inaugurado depois da conclusão da cobertura e a ideia é convidar Derly para participar do ato.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Débora Kist
Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

‘Pacotão’ de demandas em Porto Alegre

Publicado em 19/07/2019 às 13h42

O prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert, esteve em Porto Alegre, ontem, para tratar de uma série de assuntos referentes à Capital Nacional do Chimarrão. No ‘pacotão’ de demandas, destaque para assinatura oficial do termo de parceria com o Governo do Estado para a manutenção da ERS-422, que liga Venâncio a Boqueirão do Leão. Documento foi assinado no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e, ao comentar sobre a rodovia, o prefeito disse que rodou por ela no fim de semana: “Tenho 40 anos e, neste período, nunca vi a 422 tão bem mantida. Falei com empresários da região e eles concordaram com a minha impressão. Nunca vi tão bem cuidada, parece um asfalto. Foi colocado material e passou o rolo. Teve também o alargamento de vários pontos, especialmente em curvas. Ficou realmente um capricho a estrada”.

Ainda no Daer, Wickert encaminhou o registro da passagem de tubulação da rede hídrica pela VRS-816, em Linha Travessa, que foi autorizada pelo Município para que famílias atendidas não fossem prejudicadas com a falta de água. “Em nome da comunidade, estou encaminhando este registro para que não tenhamos nenhuma multa, porque não tínhamos autorização do Daer. Estamos ajustando a situação para que também não seja necessário as famílias usuárias da rede hídrica pagarem R$ 2 mil por ano. Assumi este compromisso quando houve uma manifestação da comunidade e estamos aqui cumprindo”, disse.

 

PPP DA ILUMINAÇÃO

A ‘peregrinação’ do gestor venâncio-airense encerrou no Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde foi tratar da Parceria Público-Privada (PPP) da iluminação pública, iniciativa que foi suspensa pelo órgão. “Estamos tendo reuniões de trabalho com representantes do Tribunal, pois existem algumas dificuldades, pelo fato de que não há, ainda, instruções normativas sobre as PPPs. Os primeiros vão sempre pagar o preço do ineditismo, pois não têm uma forma para copiar. Estamos trabalhando de forma conjunta para que, no futuro, os outros municípios possam se beneficiar desta experiência”, argumentou ele. A proposta da Administração de Venâncio Aires é conceder serviços de iluminação pública por 30 anos.

 

DISTRITO INDUSTRIAL 

• Giovane Wickert passou também pelas secretarias estaduais de Planejamento e de Administração, onde foi em busca do parecer do despacho da topografia na área da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva), onde será implementado o novo Distrito Industrial. “Tem um pequeno ajuste que nós ainda precisamos fazer em relação à topografia, para que de fato o processo retorne para a escrituração. Assim espero”, comentou.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Carlos Dickow

Compartilhar

Venâncio Aires sediará a Festa da Colheita da Erva-Mate em 2021

Publicado em 19/07/2019 às 13h38

“Quanto mais divulgarmos nossa erva-mate, melhor será para aqueles que a produzem”. A afirmação é do presidente da Associação dos Produtores de Erva-Mate do Polo dos Vales (Aspemva) Cleomar Konzen, ao comentar a aprovação do Projeto de Lei 81/2017, que inclui no Calendário Oficial de Eventos do Estado, a Festa da Colheita da Erva-Mate, que ocorre de forma itinerante nos polos regionais ervateiros de Planalto e Missões, Alto Uruguai, Nordeste Gaúcho, Alto Taquari e Vale do Taquari.

Conforme o projeto, a festa ocorre normalmente entre os meses de maio e setembro. Durante o seminário do Instituto Brasileiro da Erva-Mate (Ibramate) realizado ontem, em Ilópolis, foi definido o calendário do evento, com a primeira edição em 2020, no município de Ilópolis, do Polo Ervateiro do AltoTaquari; em 2021, o evento ocorrerá em Venâncio Aires, do Polo Ervateiro dos Vales; em 2022, em Novo Barreiro, do Polo Ervateiro do Nordeste Gaúcho; em 2023, em Erechim, do Polo Ervateiro do Planalto e Missões; e, em 2024, em Machadinho, do Polo Ervateiro do Alto Uruguai. Cada município define a data da realização do seu evento e, segundo Konzen, no caso da 16ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) ocorrer em 2021, a Festa da Colheita poderá ser uma das atrações.

Ele fala também que a Festa da Colheita da Erva-Mate será mais uma oportunidade para o Polo Ervateiro dos Vales poder mostrar suas potencialidades. Konzen também saúda a importância dos produtores de Venâncio Aires manterem a Aspemva em atividade.

“Mesmo não sendo tão expressiva a produção de erva-mate no município e na região, temos os mesmos direitos dos outros polos ervateiros do estado”. CLEOMAR KONZEN. Presidente da Aspemva

 

PROGRAMA

Segundo o extensionista rural do escritório local, Alex Gregory, a cadeia produtiva da erva-mate foi e é de muita importância, tanto econômica quanto social na região Sul do país. Ele acentua que entidades ligadas ao setor trabalham continuamente para apoiar o fortalecimento da cadeia e a disseminação do hábito do chimarrão e, também, dos subprodutos gerados pela cultura, como o tererê e chás, por exemplo. “Um dos eixos em que se tem investido forte em relação ao setor é a divulgação, expondo os benefícios de um bom chimarrão ou de um chá ingerindo o devido valor que cabe a essa cultura”, frisa.

Para Gregory, o projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa vem ao encontro com este ponto, expandindo em nível estadual, a importância da cadeia da erva-mate destacando a nobreza dessa atividade. Para o técnico, a maior visibilidade da cultura associa-se ao trabalho realizado a campo pela Emater/RS-Ascar, através do Programa Estadual de Qualificação e Valorização da Erva-Mate, e qualifica as ações de assistência técnica junto ao produtor, como forma de fortalecimento e permanência da cultura nas propriedades.

 

PROJETO

O projeto é de autoria do deputado Elton Weber (PSB) e foi aprovado por unanimidade pelos deputados durante sessão da Assembleia Legislativa realizada na terça-feira, 16, o referido projeto ainda tem a assinatura do deputado estadual Vilmar Zanchin, do deputado federal Ronaldo Santini e dos ex-deputados Juliano Roso e Missionário Volnei.

Presidente da Frente Parlamentar da Erva-Mate no Estado, o deputado Elton Weber, disse que a aprovação do projeto com apoio de todos os deputados presentes em Plenário, demonstra o reconhecimento do parlamento a esta atividade que movimenta a economia do Rio Grade do Sul.

“Esperamos com o nosso projeto colaborar para a expansão da visibilidade da produção, do trabalho de agricultores, técnicos, pesquisadores e empresários”. ELTON WEBER, Deputado estadual

 

Dados da erva-mate

Atualmente, 35 países compram erva-mate do Brasil, atividade que envolve 100 mil famílias. No estado, aonde são produzidos cerca de 120 mil toneladas ao ano, cerca de 300 indústrias estão em atividade e a taxa de crescimento varia de 2% a 3%, segundo dados setoriais.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Edemar Etges
Foto: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Vila Santa Emília sediará escolha da corte do Carnaval do interior do próximo ano

Publicado em 19/07/2019 às 13h28

A Associação Carnavalesca do Interior de Venâncio Aires (Aciva) inicia organização dos eventos que irão eleger as novas cortes do Carnaval Adulto e Infantil do interior e toda programação de festejos momescos para 2020. 

No próximo ano o bloco Turma do Barulhinho, de Linha Brasil, será o responsável por sediar a festa de escolha da corte infantil, enquanto que o bloco Imma Knill, de Vila Santa Emília, organizará o evento para que definirá a corte adulta. No próximo ano o Carnaval será comemorado em 25 de fevereiro. 

“Tradição, alegria, integração. Três palavras que resumem o histórico do Carnaval do interior que este ano comemora 35 anos. Venâncio Aires ainda é um dos poucos municípios que preserva a tradição dos bailes de Carnaval no interior e vamos prosseguir. Estamos em constante evolução”, destaca o presidente da Aciva, Jairo Bencke que este ano também será substituído em nova eleição da entidade, marcada para agosto. 

 

REUNIÕES 

A reunião para discutir datas dos bailes e critérios do concurso de escolha das cortes ocorrem em duas noites. Na primeira, dia 26 de Julho, às 19h30min, o encontro é voltado ao integrantes do Departamento Adulto, que será realizado no Luizão da Vila Santa Emília. Enquanto que em agosto, o Departamento Infantil se reunirá no Ginásio de Linha Brasil. 

 

ENCONTRO DE EX-SOBERANAS 

A organização do concurso de escolha do Departamento Adulto, neste ano coordenado por Felipe Freitag, informa que em comemoração ao 35º ano de escolha da rainha da associação, será realizado na noite de escolha da rainha um encontro de todas as rainhas e princesas do Carnaval da Aciva. 



ACIVA REÚNE 16 BLOCOS 

No adulto estão Geração 90, de Linha Marechal Floriano; Ritmo Quente, de Linha Antão; Julibra, de Linha Brasil; Os Imigrantes, de Centro Linha Brasil; Imperadores da Folia, de Linha Cecilia; Mestres do Ritmo, de Linha Andréas; Imma Knnill, de Vila Santa Emília, Os Corujões de Linha Sapé e Os Palmeirenses de Linha Arroio Grande. 

Enquanto que os blocos que integram o Departamento Infantil são Os Malandrinhos, de Linha Andreas; Turma do Barulhinho, de Linha Brasil; Os Noventinhas, Linha Marechal Floriano; Os Imigrantes, de Centro Linha Brasil; Os Palmeirinhas, de Linha Arroio Grande; Os Fofinhos, de Vila Deodoro; e Turma da Folia, de Linha Cecília. 



ATUAIS CORTES 

A atual corte do Departamento Adulto é formada pela rainha Josiane Woschick e princesas Jaqueline Simmianer Thessing e Bruna Nagel. A corte do Departamento Infantil é formado pela rainha Nicole Bublitz e princesas Camile Klamt e Manuela Fengler Etges.

 

Fonte: Rádio Terra FM
Créditos: Cristiano Wildner

Compartilhar

Inauguração de galeria de ex-gestores marca 3ª edição do Prefeitura Mirim

Publicado em 18/07/2019 às 17h21

Em sua terceira edição, o projeto Prefeitura Mirim ocorre neste ano com diversas novidades. Uma delas é a inauguração de uma galeria com fotografias dos ex-gestores mirins. Liderado pela Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing da Prefeitura, a atividade é realizada desde 2017 e já contou com a participação de mais de 25 estudantes que frequentam escolas de Venâncio Aires.

A novidade é peça chave na edição deste ano, que está agendada para ocorrer na última semana de novembro. Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura, o objetivo é que a galeria seja inaugurada na presença de todos os alunos que já participaram da iniciativa, na sexta-feira, 29, quando as atividades referentes ao projeto serão encerradas.

 

PARTICIPAÇÃO

Neste ano, poderão participar da iniciativa estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental. A mudança em relação as duas primeiras edições do projeto foi sugerida pelas escolas e aceita pela comissão organizadora da atividade. As inscrições para participar do Prefeitura Mirim poderão ser feitas na Secretaria Municipal de Educação entre os dias 16 e 30 de setembro.

Cada escola poderá inscrever um aluno e a ideia é que cada instituição de ensino promova, internamente, uma forma de escolher o representante. A votação popular dos candidatos ocorrerá entre os dias 16 e 31 de outubro e a divulgação dos resultados no dia 4 de novembro. Nessa edição, a comissão fará um sorteio pelas redes sociais do Município, no dia 5 de novembro, entre os demais votados, para saber qual secretária cada um vai ocupar.

 

ATIVIDADES 

A semana de atividades dos novos gestores mirins ocorrerá de 25 a 29 de novembro. A posse será feita na segunda-feira, 25, durante ato solene na Sala de Reuniões do Gabinete do Prefeito. No dia 29, último dia das atividades, os eleitos participarão do Gabinete de Portas Abertas e o término das atividades será na parte da tarde com a inauguração da galeria fotográfica. A expectativa é que o número de escolas participantes do projeto aumente neste ano.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Assessoria de Imprensa
Foto: Taís Fortes

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||