Notícias - Geral

Prefeito recebe carta de agricultor caxiense

Publicado em 17/09/2019 às 08h35

Em tempos de e-mail e WhatsApp, uma mensagem em papel chegou à Prefeitura de Venâncio Aires nos últimos dias. Direcionada ao prefeito Giovane Wickert, trata-se de uma carta, escrita a próprio punho, pelo agricultor caxiense Enio Antonio Fadanelli.

Ele, que se apresentou também como cooperativista e administrador de empresas, relatou a Wickert “sua satisfação” ao ouvi-lo durante uma entrevista à rádio Guaíba, de Porto Alegre, em agosto. Na carta, Fadanelli pediu ao prefeito que lhe enviasse, pelo Correio, informações sobre o Vale-Feira, disponibilizado aos servidores públicos municipais de Venâncio Aires, além de dados sobre os incentivos que a Administração concede a empresas.

“Ele achou bom o que o município está fazendo. Para Venâncio, que neste ano, vai ter o evento “O Rio Grande Canta o Cooperativismo”, essa carta ‘fechou’ com o que estamos fazendo, com a vinda da Languiru, Dália e Cosuel, o trabalho da Cooprova e o Vale-Feira, que deu uma alavancada nas agroindústrias”, destacou Wickert.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Débora Kist
Foto: Divulgação

Compartilhar

Semana começa com altas temperaturas e sensação de abafamento

Publicado em 16/09/2019 às 11h08

A semana começa com altas temperaturas em Venâncio Aires. Nesta segunda-feira, 16, de acordo com o Núcleo de Informações Hidrometeorológicas (NIH) da Universidade do Vale do Taquari (Univates), o sol aparece na região, mas à medida que uma frente avança sobre o Estado, a nebulosidade aumenta e as condições ficam favoráveis para chuva. A mínima prevista para a segunda é de 14°C e a máxima 29°C.

A terça-feira, 17, começa com nuvens e pancadas de chuva de forma isolada, o tempo só melhora quando o ar seco e frio ingressa sobre o território gaúcho. A mínima prevista é de 10°C e a máxima de 21°C.

 

Previsão do tempo para a semana:

Segunda-feira, 16: Mínima de 14°C e máxima de 29°C

Terça-feira, 17: Mínima de 10°C e máxima de 21°C

Quarta-feira, 18: Mínima de 8°C e máxima de 23°C

Quinta-feira, 19: Mínima de 10°C e máxima de 26°C

Sexta-feira, 20: Mínima de 8°C e máxima de 19°C

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Ana Carolina Becker

Compartilhar

Trechos da Tiradentes e Jacob Becker receberão asfalto nos próximos dias

Publicado em 16/09/2019 às 11h07

De todos os trechos das ruas centrais da Capital Nacional do Chimarrão elencados para receber o capeamento asfáltico, ainda restam três. Receberão neste mês camada asfáltica sobre o paralelepípedo os trechos da rua Tiradentes, entre a Praça Evangélica e 15 de Novembro, e Jacob Becker, entre Visconde do Rio Branco e Fernando Abott. Contudo, para a 15 de Novembro, entre Júlio de Castilhos e Ruperti Filho, ainda não existe previsão.

A meta, em junho do ano passado, era de que as obras durassem 180 dias. Atrasos ocorreram, pois a Prefeitura precisa esperar pela conclusão dos trabalhos de canalização que estão sendo executados por uma empresa terceirizada da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). Tratam-se das obras do sistema de esgotamento sanitário.

De acordo com a secretária municipal de Planejamento e Urbanismo, Jalila Sthal Böhm Heinemann, o recapeamento recomeçará a partir do dia 23 de setembro tendo como prioridade a rua Jacob Becker, para depois seguir para a Tiradentes. Dessa forma, o trecho da 15 de Novembro – entre Júlio de Castilhos e Ruperti Filho – será o último a receber a camada asfáltica.

 

BADESUL

A obra é financiada pelo Badesul, por meio do Programa Pimes, e possui custo de R$ 3.998.589,60. O investimento contempla o capeamento asfáltico de 45.297,39 metros quadrados. O trabalho é feito pela equipe da Conpasul.

 

AS OBRAS 

Trecho por iniciar
Tiradentes, entre a Praça Evangélica e 15 de Novembro.
Jacob Becker, entre Visconde do Rio Branco e Fernando Abott.
15 de Novembro, entre Júlio de Castilhos e Ruperti Filho.

 

Trechos concluídos

Osvaldo Aranha, entre General Osório e Pedro Grünhauser.
Tiradentes, entre Pedro Grünhauser e 7 de Setembro.
7 de Setembro, entre Osvaldo Aranha e Tiradentes.
General Osório, entre Tiradentes e Sanga do Cambará.
General Osório, entre Carlos Wagner e capeamento que já existia próximo à AABB.
Fernando Manoel Schwingel, desde a sequência da General Osório até a Benno Breunig.
Armando Ruschel, entre Osvaldo Aranha e Emílio Michel.
7 de Setembro, entre RSC-453 e Félix da Cunha.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Cristiano Wildner

Compartilhar

IFSul prepara atividades para a comunidade no dia 25

Publicado em 16/09/2019 às 11h05

O campus do Instituto Federal Sul-riograndense (IFSul) em Venâncio Aires estará de portas abertas para a comunidade no dia 25 de setembro. A proposta é de receber os venâncio-airenses para mostrar a estrutura, pesquisas e ações desenvolvidas pela escola técnica federal. O momento serve também para mostrar a importância das pesquisas desenvolvidas no instituto e os riscos de paralisação após o contingenciamento de recursos. No mesmo dia todos os 14 campus da instituição estarão realizando a atividade “IFSul mostra a sua cara”.

A forma como cada câmpus irá receber a comunidade ainda está sendo definida, mas os objetivos são comuns a todos: dedicar um momento exclusivo para prestar contas à sociedade sobre as ações do instituto e dar um panorama sobre a situação da unidade no atual contexto. O evento foi proposto e aprovado na última reunião do Conselho Superior (Consup), realizada no câmpus Camaquã.

Segundo a direção do campus local, deverão ser realizadas visitas guiadas na estrutura do campus, apresentação de trabalhos e atividades desenvolvidas ao longo do ano. Além disso, apresentações culturais devem integrar a programação na quarta-feira, 25.

Embora a instituição tenha diversas formas de controle social, sujeita à fiscalização constante de órgãos de controle, por exemplo, entende-se que grande parte da comunidade externa à Instituição ainda desconheça muito do que é feito no IFSul. Assim, é importante que se busquem maneiras de tornar acessíveis as ações desenvolvidas em ensino, pesquisa e extensão, apresentando projetos, números, objetivos e, também, as dificuldades enfrentadas.

 

ORÇAMENTO

O IFSul tem enfrentado dificuldades para manter serviços e atividades por conta dos cortes feitos pelo Ministério da Educação. O contingenciamento alcança 37% do orçamento anual da unidade local. Serviços de vigilância, limpeza e manutenção, que são terceirizados, poderão ter os contratos rompidos se o valor “congelado” não for liberado. Bolsas e programas de assistência foram descontinuados após os primeiros atrasos nas contas do instituto. A previsão é de novos cortes a partir do mês de outubro.

 

Fonte: Olá Jornal

Compartilhar

Município destinará incentivos industriais para cinco empresas

Publicado em 16/09/2019 às 11h04

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Emprego encaminhou ao Legislativo Municipal projetos de incentivos industriais. Nos próximos dias serão analisados pelos vereadores as solicitações buscando autorização para repassar apoio a empresas do município. Além de auxílio-aluguel e áreas de terra, o município também articula ações de melhorias na infraestrutura, que serão custeados por indústrias, que poderão abater o investimento dos tributos municipais.

Esta é uma das novas opções de apoio às empresas locais, com subsídios nos tributos, a partir da lei Venâncio Sem Fronteiras, que além de garantir parcerias, permite redução nas alíquotas de impostos. Em contrapartida dos auxílios, o Município exige período de funcionamento, novos postos de trabalho e ampliação no faturamento.

O caso em que será abatido imposto é da empresa do ramo fumageiro Marasca. A indústria, que figura entre as maiores da cidade, fará a pavimentação do acesso até a entrada principal, em Linha Estrela. A sede da companhia está na ERS-244, no trevo de Venâncio Aires. Além de garantir apoio nos trâmites burocráticos, o Município irá conceder desconto no imposto para garantir que obra seja feita pela iniciativa privada.

“São novas opções que abrimos para os empresários que querem investir na cidade. O Município tradicionalmente apoia com terrenos, auxílio-aluguel ou terraplanagem. Mas com o Venâncio Sem Fronteiras, as possibilidades de apoio ficaram maiores,” argumenta o secretário Nilson Lehmen.

Além da empresa Marasca, outros projetos de incentivo serão encaminhados, pois dependem de aprovação dos vereadores. As iniciativas passaram por análise do Conselho Municipal de Desenvolvimento Industrial e Comercial.

Para a Condusvale Distribuidora de Material Elétrico será destinada uma área para a construção de um novo prédio. Para a Trevo Sul Transportes também será destinada uma área de terreno para a construção de um novo prédio.

Já ao frigorífico Eggers LTDA serão destinados valores de concessão para aluguel pelo prazo de seis meses. Além destes, a empresa Evaporsul também solicitou incentivo industrial e o projeto segue em análise no Legislativo, para auxílio-aluguel. Todos os incentivos foram aprovados pelo Comdicva e registrados em ata.

 

Fonte: Olá Jornal

Compartilhar

Licitação para escolha de empresa que realizará concurso municipal deve ser aberta na próxima semana

Publicado em 16/09/2019 às 11h03

A contratação da empresa que irá realizar o concurso público da Prefeitura de Venâncio Aires deve ser aberta na próxima semana. O assunto é uma das prioridades da Secretaria Municipal de Administração. Uma licitação será aberta para escolha da empresa que executará as próximas etapas do processo seletivo para o funcionalismo municipal.

Conforme a secretária Loreti Scheibler, os cargos e vagas serão reduzidos, por conta dos impactos orçamentários. “Ainda estamos avaliando quais cargos ficam no edital, já que serão muitas contratações necessárias para o próximo ano, com isso vamos precisar uma orçamento maior. A partir deste cenário tivemos que diminuir o número de vagas ofertadas,” argumenta.

A expectativa é de publicar nos próximos dias a licitação para escolher a empresa que irá realizar as provas e inscrição dos interessados. O maior volume de contratos serão realizados para o setor da Educação, que ao longo do ano tem efetuado contratações de funcionários de forma temporária.

Inicialmente a projeção eram de 70 vagas para 42 cargos no serviço público. A previsão é de redução de pelo menos 10% das vagas ofertadas. A confirmação depende também da Secretaria Municipal da Fazenda que elabora a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para apontar o volume de recursos necessários para as novas contratações.

 

Fonte: Olá Jornal

Compartilhar

Novo tributo para o tabaco deve ser aprovado no Senado

Publicado em 16/09/2019 às 11h01

Avança no Senado o projeto de lei que prevê a criação da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) incidente sobre a importação e a comercialização de produtos do tabaco. A expectativa é de aprovação da lei, segundo o senador Luis Carlos Heinze (PP), e os reflexos devem ser sentidos pelos produtores. Para o setor da saúde, a medida é uma forma de compensar os gastos em tratamento de doenças causadas pelo cigarro, para a cadeia produtiva, a medida irá fomentar o produto contrabandeado.

De autoria do senador Humberto Costa (PT-PE), o projeto tem como relator o senador Esperidião Amin (PP-SC), favorável à aprovação do texto. O projeto define a alíquota da contribuição em 2,5%, a ser aplicada sobre o valor da operação ou, no caso de importação, sobre o valor aduaneiro do produto. Pelo texto, 50% da arrecadação do tributo será transferida aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, segundo critérios definidos pela União. Esses valores não serão computados para fins de aplicação dos recursos mínimos nas ações e serviços públicos de saúde, nos termos da Constituição.

A matéria está em discussão na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, de forma terminativa. Segundo Heinze, a tendência é de aprovação na lei, por isso a estratégia tem sido de adiar a votação. “Solicitei ao relator que faça uma análise melhor sobre este tema que é muito prejudicial ao setor e também ao produtor. Mas já estamos vendo que será aprovado, por se tratar de cigarros. São poucos parlamentares que conseguem fazer uma análise mais profunda sobre o tema tabaco.”

No último dia 20 de agosto o senador Amin, relator, retirou o projeto para reexame. “Fiz esse pedido ao senador Esperidião Amin para analisarmos melhor e avaliar pontos que podemos alterar. Esta é uma lei que vai ser aprovada, mas queremos postergar a votação para ganhar tempo,” ressalta Heinze.

 

PREFEITOS

O prefeito Giovane Wickert (PSB) destaca que representantes da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco) são contra ao novo tributo, se não houver redução em outro imposto já incidente sobre o cigarro. “A carga tributária sobre o cigarro já é muito alta e não podemos ampliar ainda mais. Se a Cide não tiver uma compensação, com diminuição de taxação sobre o cigarro estamos em desacordo. Se aprovado, o recurso precisa chegar aos municípios, também para promover a diversificação, mas com a diminuição da carga tributária geral.”

 

“Ninguém segura a saúde pública”, declara Conicq sobre Cide-Tabaco

“Ninguém segura a saúde pública porque conseguiremos competir de igual para igual”. Desta forma a secretária-executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco e de seus Protocolos (Conicq), Tânia Cavalcante, definiu a importância da aprovação do projeto Cide-Tabaco.

Em evento da Conselho Federal de Medicina, a médica do INCA pediu apoio das instituições de saúde para pressionarem à aprovação. Ela explicou que os recursos vão garantir a sustentabilidade da política nacional antitabaco. “A gente tem muito o que fazer, a indústria é muito rápida, com muito dinheiro e nós sempre contando os tostões para estarmos em Brasília no Congresso Nacional. Foi com esse pensamento que nós propusemos ao senador Humberto Costa a apresentar o projeto de lei Cide Tabaco.”

 

CONSTITUCIONALIDADE

O senador José Serra, também presente no evento, manifestou apoio ao projeto, no entanto, afirma que há problema de constitucionalidade e, por isso, precisa ser revisto. “Estou apoiando. Mas há problema de constitucionalidade. Iniciativa legislativa propondo aumento de tributo, isso é problemático, não estou entrando no mérito. Uma das minhas especialidades sempre foi tributação no nível legislativo, e eu sei que é complicado. Vamos ter que acertar isso”.

 

Fonte: Olá Jornal

Compartilhar

Dezessete km de rede de água serão substituídos

Publicado em 16/09/2019 às 10h59

Para o venâncio-airense que acha que a cidade virou um canteiro de obras só por causa das obras de esgotamento sanitário, saiba que a Corsan trabalha, também, na substituição de canos de água. Mas, nesse caso, os buracos estão na calçada.

Uma nova rede percorrerá, ao todo, 17 quilômetros. O projeto foi firmado ainda em 2018, entre Prefeitura e Companhia Riograndense de Saneamento. Segundo o gerente local da Corsan, Ilmor Dörr, serão R$ 768 mil só para a execução. “Se contarmos o fornecimento de material, canos, hidrantes e tubos, chegamos a R$ 2 milhões”, estima.

O ponto atual das obras da nova rede de água fica ao longo das ruas General Osório e Fernando Manoel Schwingel, entre o Centro e o bairro Santa Tecla, mais precisamente entre as ruas Assis Brasil e Guido Paulo Schmidt. Em um trecho de 1.740 metros, no lado esquerdo do sentido leste-oeste, é instalada uma rede de 110 milímetros. Tudo na calçada. Do lado direito no sentido leste-oeste, também no passeio público, será instalada uma rede menor, de 60 milímetros. Serão 1.260 metros, para o abastecimento direto nas casas.

Conforme Ilmor Dörr, a atual rede de água é precária e a nova irá melhorar o abastecimento do bairro Santa Tecla. Ela sai do poço junto à rua Assis Brasil, que estava desativado nos últimos anos.

A substituição da rede de água já foi realizada nas ruas Jacob Becker, Barão do Triunfo e Sete de Setembro. De acordo com a Corsan, depois da General Osório, as obras devem seguir para as ruas Armando Ruschel e Tiradentes.

 

MELHORIA

Na parte alta da cidade, que geralmente é a que mais sofre quando falta água, a Corsan espera resolver o problema em breve. Segundo o gerente, Ilmor Dörr, foi assinada uma ordem de serviço de R$ 47 mil (recursos da companhia) para ampliar a capacidade de energia elétrica de uma subestação de água próxima ao Clube Sete de Setembro. “Será possível aumentar a potência do bombeamento que vem da ETA e vai para a Cidade Alta e arreadores.”

 

Obras de esgotamento em 20%

Depois das constantes reclamações da comunidade e da determinação da Prefeitura de que não poderiam ser abertos novos buracos, as obras de esgotamento ficaram em ‘stand by’. Na prática, elas não avançaram como previsto pela Corsan, porque Arcol e Encosan, as empresas contratadas, se dedicaram, nos últimos meses, a cobrir valas e até a refazer a cobertura de vários trechos.

Dessa forma, dos 51 quilômetros de rede previstos para execução na cidade, cerca de 11 estão concluídos. A informação é de Ilmor Dörr. “As empresas não andaram porque estão por zerar as pendências e refazer trechos. Tudo precisa ficar aceitável e a Prefeitura tem vistoriado isso. De qualquer forma, tudo tem garantia de cinco anos. Então se der algum problema, será refeito.”

A Arcol, de Lajeado, é responsável por oito quilômetros e concluiu pouco mais de três. Já a Encosan, de Porto Alegre, tem o maior mapa a percorrer, com 43 quilômetros e dos quais fez cerca de oito.

 

VISITA

As condições das obras de esgotamento vão motivar um encontro no próximo dia 27, na Prefeitura de Venâncio Aires. A pedido do prefeito Giovane Wickert, o diretor-presidente da Corsan, Roberto Correa Barbuti, estará no município para ver, de perto, a situação das obras.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Débora Kist

Compartilhar

Câmara de Vereadores realiza sessão solene nesta segunda no Parque do Chimarrão

Publicado em 16/09/2019 às 10h57

A Sessão Solene da Câmara de Vereadores será no Parque do Chimarrão nesta segunda-feira, 16. Integrando as programações da Semana Farroupilha em Venâncio Aires, a reunião do Legislativo será no Galpão Morada Velha, a partir das 19h. Haverá homenagens às Prendas da 24ª Região Tradicionalista.

A Rádio Venâncio Aires transmite a partir das 20h.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Veridiana Röhsler

Compartilhar

Venâncio Aires promove debate sobre Informação e Conscientização do TDAH

Publicado em 16/09/2019 às 10h55

Profissionais da saúde, professores, pais e familiares são o público alvo do 1º Encontro Municipal de Informação e Conscientização do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade. O evento ocorre na terça-feira, dia 17, a partir das 13h, no Plenário da Câmara de Vereadores de Venâncio Aires. A programação é desenvolvida a partir da lei que “institui o Dia Municipal de Conscientização sobre o TDAH. Estão previstas palestras relacionadas ao tema. A programação é aberta ao público em geral e tem entrada gratuita.

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Veridiana Röhsler
Foto: Divulgação

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||