Notícias - Geral

RecreArte estaciona na Praça Evangélica

Publicado em 16/05/2019 às 10h47

.O caminhão RecreArte, do Serviço Social do Comércio (Sesc), estaciona hoje na Praça Henrique Bender, em Venâncio Aires, e segue até domingo, 19, com atrações para escolas e comunidade em geral.

Depois de passar pela 15ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim), o palco móvel que já esteve em outras ocasiões estacionado na Praça Evangélica, irá dispor de atividades e apresentações culturais. A gerente local do Sesc, Diane Lacerda Araujo, explica que os espaços livres ainda podem ser ocupados por artistas do município. Os interessados devem entrar em contato com o Sesc pelo telefone 3741-5668.

 

Programação

Hoje
9h - Abertura do palco e materiais 
9h15min - 'Contos da Floresta' - Teatro de Bonecos com Grupo Fantomania (duas sessões)
12h às 13h - Intervalo
15h - 'Contos da Floresta' - Teatro de Bonecos com Grupo Fantomania (duas sessões)

Amanhã
9h - Abertura do palco e materiais 
9h15min - 'O consertador de brinquedos' - Teatro de Bonecos com Grupo Fantomania (duas sessões)
12h às 13h - Intervalo.
15h - 'O consertador de brinquedos' - Teatro de Bonecos com Grupo Fantomania (duas sessões)

Sábado, dia 18 
9h - Abertura do palco e materiais 
9h - Apresentação Mano Du - COAT
15h - 'Magicando' - show de mágica com Chrys Keyne

Domingo, dia 19 
13h30min - Abertura do palco e materiais 
13h45min - Apresentação Profetas da Arte -Abase
Palco livre
Brinquedos
19h - Encerramento

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos:  Ana Carolina Becker 

Compartilhar

Indignação 'estampada' na cara

Publicado em 16/05/2019 às 10h46

Alunos pintaram o rosto com o nome do institutoO anúncio de cortes em repasses foi o principal motivador do dia de Greve Nacional da Educação, que aconteceu nesta quarta-feira, 15, em todo país. Em Venâncio Aires, que mantém um campus do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), além do protesto ao Ministério da Educação, o que também se viu na Travessa São Sebastião Mártir foi um ato em prol da educação básica e pública.

Educação essa que foi a base de Janice Thaís Machado e Fernanda Noll, ambas de 17 anos e estudantes do 3º ano do curso de Informática do IFSul. Janice fez o ensino fundamental na Escola Municipal Coronel Thomaz Pereira, em Linha Taquari Mirim, de onde é natural. Já Fernanda estudava na Escola Estadual Cônego Albino Juchem antes de ir para o IF.

Para as jovens, que pintaram o rosto com o símbolo da instituição, foi uma forma de chamar atenção e mostrar preocupação com o futuro da educação pública. 'A revolta é com o que pode acontecer. Por esses possíveis cortes injustos e que podem fechar portas', apontou Janice.

'Nós já estamos dentro, vamos nos formar ano que vem. Mas e tantos outros que têm o sonho de fazer um curso no IF ou qualquer instituição pública? Será que terão oportunidade? Nem todo mundo é rico e tem condição de pagar pelo estudo', afirmou Fernanda.

A indignação das jovens foi a tônica dos demais discursos. Para o professor Adilsom Eskelsen, o momento é para pensar e questionar. 'Há cortes no ensino básico também. Precisamos pensar no que queremos e contribuir com o que vai ficar. Não podemos abrir mão dos nossos direitos.' O professor destacou ainda que investimento não pode ser confundido com gasto. 'Existe dinheiro no Brasil, mas precisa ser bem investido e se conhecer a realidade. Eu duvido que o senhor Weintraub [ministro da Educação] tenha visitado alguma escola desde que está no governo', disparou.

Além de alunos e servidores do IFSul, participaram professores de escolas estaduais e representantes do 18º núcleo do CPERS/Sindicato.

 

DOMINGO

A mobilização de ontem seguirá no próximo domingo, 19, com a 1ª Mostra de Produção do IF Nas ruas da Cidade. Com o tema 'IF: nosso mundo também é seu', a proposta dos estudantes é mostrar a importância das atividades desenvolvidas no instituto. A mostra ocorre das 13h às 18h, na Travessa São Sebastião Mártir.

 

Aulas

Para esta quinta-feira, 16, as aulas serão retomadas normalmente no IFSul, assim como nas duas maiores escolas estaduais de Venâncio Aires: Cônego Albino Juchem e Monte das Tabocas, que aderiram ao movimento. Enquanto o CAJ não teve aula durante o dia todo, o Monte liberou os alunos após o intervalo da tarde.

 

Ministro 'se explica' na Câmara

Nos últimos dias, a imprensa de todo país destacou que os cortes nos repasses do Ministério da Educação para institutos e universidades federais chegariam a 30%. Mas, nesta semana, o MEC divulgou nota informando que o corte é de apenas 3,4%.

Em meio aos recuos e protestos, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, compareceu ontem na Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos. No último dia, 7, após o anúncio do contingenciamento de 30% nas verbas discricionárias de universidades e institutos federais, o ministro afirmou que 'todo mundo no País está apertando o cinto' para justificar os bloqueios que, segundo ele, podem ser revertidos após a aprovação da reforma da Previdência.

Na Câmara, Weintraub disse estar cumprindo a lei, em referência à Lei de Responsabilidade Fiscal, e que o contingenciamento não foi feito pelo governo Bolsonaro, mas sim nos governos Dilma e Temer. 'Não estou querendo diminuir o ensino superior. Ao que a gente se propõe? Cumprir o plano de governo que foi apresentado. Prioridade é ensino básico, fundamental, técnico', afirmou.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Débora Kist 

Compartilhar

Proposta de remissão e anistia de IPTU para associações

Publicado em 16/05/2019 às 10h45

Eduardo Kappel diz que medida 'traria fôlego para que estas associações impulsionem novamente o seu crescimento'Tramita na Câmara Municipal de Vereadores de Venâncio Aires, o Projeto de Lei número 027/2019, do vereador Eduardo Kappel (Progressistas), que prevê remissão e anistia para entidades esportivas e recreativas, de créditos tributários referentes ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Para o presidente do Legislativo, a medida é necessária para zerar dívidas acumuladas ao longo dos anos e contribuir com as associações, uma vez que muitas delas enfrentam sérias dificuldades financeiras atualmente.

Na justificativa do projeto, Kappel defende que o Município deve fazer esforço para preservar estas entidades, pois elas 'constituem parte significativa dos nosso munícipes, proporcionando opções de lazer e de desenvolvimento físico e intelectual'. O autor da iniciativa argumenta também que, caso a proposição seja aprovada, 'traria fôlego para que estas associações impulsionem novamente o seu crescimento'.

 

PREFEITURA

O secretário da Fazenda, Eleno Stertz, afirma que tem conhecimento da tramitação do projeto e que o Município irá aguardar as etapas normais, como em qualquer proposta legislativa. No entanto, ele revela que a Prefeitura também trabalha na elaboração de legislação nesse sentido. 'Recentemente, inclusive, nos reunimos com representantes de entidades para debater esta questão. Restam alguns pontos para ajustar, mas em breve devemos ter a proposta finalizada. Aí, ficará a critério do prefeito Giovane Wickert, que pode tanto sancionar a proposta do vereador, que é mais ampla, quanto ficar com a nossa', esclarece.

Sobre os comentários gerados, especialmente nas redes sociais, de que a remissão e isenção para as entidades resultaria em cobrança adicional de IPTU para outros contribuintes, Stertz explica: 'Não há pagamento a mais, para os outros, por conta de isenção, remissão ou anistia. O que há é redução do 'bolo' do orçamento anual, já que estes recursos, se recebidos, seriam revertidos em prestação de serviços à comunidade'.

 
 
Fonte: Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 
Foto: Vanessa Behling
Compartilhar

Cadeia produtiva do tabaco teme impactos de projeto do Senado

Publicado em 16/05/2019 às 07h46

Giovane entregou abaixo-assinado à senadora Leila BarrosA Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado promoveu, na tarde desta quarta-feira, audiência pública para discutir o projeto de lei 769/2015, de autoria do senador José Serra (PSDB), que amplia medidas de combate ao tabagismo, no Brasil, especialmente relacionadas à comercialização de cigarros e a publicidade de produtos derivados do tabaco. 

Preocupadas com os reflexos da proposição, lideranças da cadeia produtiva do tabaco aproveitaram o momento para entregar à senadora Leila Barros (PSB-DF), relatora do projeto, uma cópia de um abaixo-assinado feito em 2016. Na época, o então presidente do Senado, Renan Calheiros, recebeu uma cópia.

O ato foi liderado pelo prefeito de Venâncio Aires e representante da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco), Giovane Wickert. Segundo ele, são mais de 50 mil assinaturas de produtores de tabaco, funcionários de empresas e de membros da cadeia produtiva do tabaco do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Bahia e Alagoas. Em seu discurso, Wickert destacou a diversificação de culturas nas propriedades, citando Venâncio Aires como exemplo. 

Ele também repudiou o avanço do contrabando de cigarros e cobrou medidas mais duras no combate ao mercado ilegal. 'Brasil é o maior mercado ilegal do mundo. Hoje o contrabando patrocina o PCC [Primeiro Comando da Capital], o Comando Vermelho e as milícias. Os cigarros do Paraguai são acessíveis nas '25 de Março' do Brasil todo, sem regulação nenhuma, sem restrição para nenhum público.' Wickert cobrou uma análise mais profunda do projeto para que nenhum equívoco seja cometido. 'Estamos adiantando e atrasando esse relógio e não estamos ajustando os ponteiros. Temos que buscar o equilíbrio social, econômico e sanitário.'

Segundo a senadora Leila Barros, a comissão irá apreciar o projeto até o fim deste mês. 'Entendi por bem requerer essa audiência para finalizar de forma justa o meu parecer que será apreciado por essa comissão até o fim do mês', afirmou Leila. A legislação terá votação de forma terminativa no Senado, e depois seguirá para a Câmara dos Deputados e se for aprovada pelos deputados, vai para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

 

PARTICIPAÇÕES

Da região, também participaram da audiência o presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke, os deputados federais Heitor Schuch (PSB) e Marcelo Moraes (PTB) e o senador Luis Carlos Heinze (PP). Convidado para o evento, o ministro da Justiça Sérgio Moro não compareceu, mas esteve representado por membros do ministério.

Schünke destacou o impacto das medidas em toda cadeia produtiva e reiterou que a aprovação do projeto não reduziria o tabagismo. Ao manifestar sua preocupação com o aumento do contrabando no Brasil, observou que atualmente já há uma série de restrições aprovadas e em vigor, enquanto que 'o mercado ilegal vende onde quiser, ao preço que quiser, por unidade ou em embalagens de dez cigarros', disse Schünke.

Com relação à restrição a aditivos, um das propostas do projeto, Schünke destacou que a venda de cigarros para menores de 18 anos é crime e que estudos demonstram que não existe relação entre produtos com sabor e prevalência de fumantes.

 

SAÚDE

Quem também marcou presença foi o senador proponente, José Serra. Ele reiterou os malefícios do tabagismo e defendeu alguns pontos criticados durante a discussão do projeto. 'Cigarro é um veneno. O aroma, os aditivos estão disfarçando o veneno.' Ao fim do seu discurso, foi enfático ao dizer que 'hoje, os que defenderam sobre tabaco, não me convenceram em nenhum milímetro.'

Secretária-executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco e de seus Protocolos (Conicq), a médica do Instituto Nacional do Câncer (Inca) Tânia Cavalcante, pediu apoio dos senadores na aprovação do projeto. 'Cigarros matam. Tabagismo é uma doença pediátrica. Por que permitir que sejam comercializados cigarros em belas embalagens como se fossem balas e doces? Impedir a implementação deste projeto não vai resolver o problema do contrabando nem proteger o meio de vida dos agricultores.'

 


O QUE MUDA?

Quatro principais mudanças, caso a lei seja aprovada:

Proíbe qualquer forma de propaganda e patrocínio de cigarros, inclusive nos lugares de venda.

Proibição do uso de aditivos que confiram sabor e aroma a produtos de tabaco.

Padrão gráfico único das embalagens de cigarro.

Configura como infração de trânsito o ato de fumar em veículos quando houver passageiros menores de dezoito anos. Pelo texto, o motorista que infringir a nova determinação cometerá infração gravíssima.


 

CIGARRO DO PARAGUAI - Segundo o Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil, Aleksander Blair, uma carteira de cigarros no Paraguai custa, em média, 0,72 centavos (em moeda brasileira). Ele argumentou que mesmo que o Brasil baixasse o preço mínimo para R$ 2,50 ou 3,00, os contrabandistas ainda teriam uma margem enorme para atuar. 'Qualquer redução de tributo não conteria o contrabando.' Para ele, contudo, 'o aumento de tributo aliado ao trabalho de inteligência nas fronteiras e de interligação das forças de combate, podem, sim, trazer resultados' no combate ao mercado ilegal.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos:  Letícia Wacholz

Compartilhar

Conheça os ganhadores do sorteio de Dia das Mães da Caciva

Publicado em 16/05/2019 às 07h44

Foi realizado no final da tarde de hoje, 15, o sorteio da campanha "Sua mãe merece", realizada pela Caciva. A campanha aconteceu entre os dias 29 de abril e 11 de maio e contou com a participação de 68 empresas. Foram sorteados cinco vales-compra de R$1000 para clientes e cinco vales-compra de R$200 para vendedores. Participaram do sorteio o presidente da Caciva, Vilmar de Oliveira e a gerente Lisete Stertz. Os premiados poderão trocar os vales em qualquer um dos estabelecimentos participantes da promoção, podendo ser em empresas diferentes, entre as participantes da campanha, até atingir o valor limite de cada premiação.

 

SORTEADOS

Clientes
Maria Sirlei Hinnig - Cliente Magazine Marli
Cristiano Sardanha Da Siva - Cliente Da Motomecânica
Patricia Maria Wagner- Cliente Da Farmácia Sanar
Juliana Francisca Da Silva - Cliente Do Super Lenz
João Mateus De Oliveira Brenner- Cliente Do Posto Gasóleo

Vendedores
Tatiane - Vendedora Maganize Marli
Géssica - Vendedora da Motomecanica
Silvia - Vendedora da Farmácia Sanar
Eloisa - Vendedora do Super Lenz
Jaime - Vendedor do Posto Gasóleo

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Assessoria de Imprensa 

Compartilhar

Liderança estudantil: um incentivo que inicia cedo

Publicado em 16/05/2019 às 07h42

.Líderes de turma e representantes dos Grêmios Estudantis de escolas da cidade e interior estiveram juntos, hoje, por um mesmo motivo: falar sobre políticas públicas e liderança estudantil. O encontro, promovido pela União dos Estudantes de Venâncio Aires (Uesva), Secretaria de Educação de Venâncio Aires e Paróquia São Sebastião Mártir foi realizado no Centro de Evangelização da Paróquia.

O evento é organizado desde 2005 e, neste ano, alunos e professores de escolas municipais, estaduais e particulares participaram de um bate-papo com o padre Rodrigo Eduardo Hillesheim, que explicou sobre a campanha da fraternidade de 2019, que tem como temática 'Fraternidade e Políticas Públicas'.

Além disso, ele realizou uma dinâmica com os estudantes, que ao receberem temas ligados à políticas públicas - como segurança, saúde, transporte, educação e meio ambiente -, tiveram que se reunir em grupos e identificar os problemas das áreas, apontando também soluções para as questões. 'Reunir esses jovens é uma forma de propor uma reflexão e ajudar para que eles olhem o mundo de forma diferente, com os olhos da solidariedade e da fraternidade', comentou Hillesheim. O assessor da Uesva, André Henckes, destacou a importância de desenvolver lideranças positivas para o presente e futuro.

 

O respeito ao protagonismo estudantil é um agente transformador
ANDRÉ HENCKES - Assessor da Uesva

 

Essa foi a primeira vez que Ana Mello, de 14 anos, participou do encontro. Líder do 9° ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Odila Rosa Scherer, ela reconheceu a importância de se trabalhar essa temática em busca de conhecimento para, quando na escola, possa repassar esses ensinamentos aos colegas e à própria família. 'Nós precisamos falar sobre liderança porque somos o futuro. Venâncio precisa esperar algo melhor', afirmou. Outro jovem que já tem atitudes de líder é João Pedro Santos, de 13 anos, estudante do 8° ano da Emef Otto Gustavo Daniel Brands, que integra o Grêmio Estudantil e pretende, ainda, presidir o clube. 'Eu sou muito ativo, participo das atividades, incentivo os outros a participarem e acho que isso agrega à escola', enfatizou o estudante.

 

OPORTUNIDADE

Assim como os próprios alunos reconhecem a importância do debate entorno da liderança, a orientadora educacional da Escola Frida Reckziegel, de Vila Palanque, Janaína Helena Loeblein, de 38 anos, acredita que são nesses momentos que os estudantes têm uma oportunidade a mais de aprender. 'Sempre que participamos desses encontros, procuramos levar isso para dentro da escola com encontros com todos os estudantes', disse. No interior, principalmente, como explicou, é possível perceber que esses alunos destaques dentro da escola são os mesmos que possuem a família envolvida na comunidade.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Ana Carolina Becker

Compartilhar

Bergamotas à disposição da comunidade

Publicado em 16/05/2019 às 07h41

Roni Schuster colocou vasos com as frutas em frente ao estabelecimento'Boas ações, por menores que sejam, podem mudar o mundo'. Essa foi a frase escolhida pela equipe da Floricultura Estação das Flores, localizada na rua Coronel Agra, no Centro, para divulgar a iniciativa. Durante todo o dia de ontem, 14, o estabelecimento presentou clientes e comunidade em geral com bergamotas. As frutas estavam disponíveis para quem quisesse levá-las, em frente à floricultura.

Segundo o proprietário, Roni Rogério Schuster, a ideia surgiu devido aos pés de bergamota estarem carregados, na chácara, em Linha Santa Emília. 'O pé estava tão cheio e, como sei que tem tanta gente querendo, não custava trazer para doação', diz.

Schuster trouxe do interior 30 quilos de bergamota comum. Durante todo o dia a comunidade buscou as frutas no estabelecimento e, enquanto tiver estoque, elas serão colocadas em frente à floricultura. 'Pretendo trazer de tempo em tempo e vou avisando o pessoal pelo Facebook da floricultura para que possam vir buscar', destaca.

Ele apenas pede que levem a sacola para carregar as frutas. A iniciativa já foi feita em outras oportunidades, mas ontem foi a primeira vez deste ano. 'É de graça e sem agrotóxico', reforça.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Cassiane Rodrigues

Compartilhar

Aberta licitação para segunda parte do caminhódromo no Acesso Leopoldina

Publicado em 16/05/2019 às 07h40

Obras continuarão ao longo do Acesso LeopoldinaEstá prevista para o dia 24 de maio a abertura das propostas de empresas interessadas nas obras de continuidade do caminhódromo no Acesso Dona Leopoldina. Trata-se da 'parte 2' do projeto, que será iniciada onde terminou o primeiro trecho, 'subindo' até a antiga Rio Grande, sentido sul-norte.

Segundo o engenheiro da Secretaria de Planejamento e Urbanismo de Venâncio Aires, Cássio dos Santos, a obra contempla 1.192,67 metros de extensão e haverá terraplenagem, drenagem, pavimentação, sinalização e um pergolado. 'Nessa segunda parte, o caminhódromo será feito ao lado do acostamento, apenas separado por um meio-fio', explica.

Orçada em R$ 300 mil, a obra terá a maior parte - R$ 292,5 mil - custeada com recursos de emenda parlamentar de João Derly, quando o atual secretário de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul ainda era deputado federal pelo Rede. Os outros R$ 7,5 mil serão contrapartida da Prefeitura.

 

PRIMEIRA PARTE

A abertura da licitação para a segunda parte do caminhódromo não interfere na primeira, já que são projetos diferentes. O engenheiro Cássio dos Santos explica que na primeira etapa - que tem 1.737 metros - , desde o pórtico de acesso à cidade até as proximidades da Cooperativa dos Produtores de Venâncio Aires (Cooprova), a base asfáltica está pronta, assim como a instalação de dois pergolados. O que falta, segundo ele, são os acabamentos, como sinalização e pinturas.

Deodoro terá mais 240 metros de asfalto

A comunidade de Vila Deodoro, no interior do município, também deve conviver com obras em breve. Isso porque a Prefeitura espera conhecer hoje as propostas para pavimentação de mais um trecho na ERS-422, em direção ao centro da cidade.

Pelo edital, está previsto asfaltamento de 240 metros de extensão e largura de sete metros. O valor estimado é de R$ 423.376,76. Segundo a coordenadora da Central de Projetos, Marilini Petry, R$ 394,2 mil são de emenda parlamentar do deputado federal Heitor Schuch (PSB) e R$ 29.176,76 de contrapartida municipal.

 

VILA FREESE

A Prefeitura prorrogou o prazo para receber propostas de interessados na pavimentação da rua Ernesto Ruppenthal, o principal acesso à Vila Freese. Antes previsto para ontem, a licitação seguirá aberta até o dia 30 de maio. Conforme o edital, o trecho contemplado compreende 300 metros a partir da rua Fernando Manoel Schwingel, no bairro Santa Tecla, os quais serão pavimentados com blocos intertravados de concreto. A obra está orçada em R$ 512.476,24, sendo R$ 493,1 mil de emenda parlamentar do deputado federal Danrlei (PSD) e R$ 19.376,24 de contrapartida municipal.

Audiência pública

Ainda referente a pavimentações, a Secretaria de Planejamento e Urbanismo promove nesta quinta, 16, uma audiência pública do chamado lote 4 do projeto via Banco de Desenvolvimento da Região Sul (BRDE). Moradores dos bairros Leopoldina, Universitário, Cidade Alta e Coronel Brito são esperados para o encontro, que ocorre na Câmara de Vereadores, a partir das 19h.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Débora Kist 
Foto: Rosana Wessling

Compartilhar

Encerra hoje prazo para renovação de contratos do Fies

Publicado em 15/05/2019 às 13h21

.Hoje é o último dia para renovar os contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do primeiro semestre de 2019. Para a renovação, os estudantes precisam validar as informações prestadas pelas instituições de ensino no Sistema Informatizado do Fundo de Financiamento Estudantil (SisFies).

Os contratos do Fies precisam ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas instituições de ensino para depois ter as informações validadas pelos estudantes, no sistema.

Também encerra hoje o prazo para os estudantes estenderem o prazo de utilização do financiamento e pedirem a transferência integral de curso ou de instituição.

Caso a renovação tenha alguma alteração nas cláusulas do contrato, o estudante precisa levar a nova documentação ao agente financeiro (Banco do Brasil ou Caixa Econômica), para finalizar o processo.

Nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

A estimativa do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação é de que neste semestre, cerca de 600 mil contratos sejam renovados.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação.

 

Fonte: Folha do Mate (Agência Brasil)
Créditos: Assessoria de Imprensa 

Compartilhar

Servidores e alunos mobilizados pela educação

Publicado em 15/05/2019 às 13h19

Atividade faz parte da Greve Nacional que ocorre no país hojeOcorre neste momento na Travessa São Sebastião Mártir, o ato de mobilização em defesa da educação com a participação de servidores, professores e alunos do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) e escolas estaduais. A atividade faz parte da Greve Nacional que ocorre hoje em todo o Brasil em protesto ao anúncio de cortes no repasse de recursos do Ministério da Educação (MEC). 

Na manhã de hoje, além de realizar a leitura das cartas emitidas pelo Colégio de Dirigentes do IFSul (Codir) e Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), a comunidade mobilizada também se manifestou em prol de uma qualidade gratuita e de qualidade. 

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Ana Carolina Becker 
Foto: Débora Kist 

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||