Notícias - Geral

No segundo semestre de 2018, 4,2 mil não foram às consultas

Publicado em 14/03/2019 às 11h16

Pediatra Fernanda Almeida não tinha consultas agendadas para ontem à tarde, no posto do bairro Santa Tecla, mas aguardava pessoas que precisassem de atendimentos. Pela manhã, quando estava no Posto de Saúde Central, duas pessoas não compareceram às consultasDados disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde revelam que 4.201 pessoas deixaram de comparecer a consultas médicas agendadas na rede pública de Venâncio Aires, no segundo semestre do ano passado. O percentual de ausências é de 5,69%, considerando o total de 73.731 consultas em unidades públicas ou prestadores de serviços. O índice pode não parecer tão elevado, mas a verdade é que todas estas consultas que não foram consumadas tiraram as oportunidades de outros pacientes serem atendidos.

A maioria dos não comparecimentos - 960 - foi registrada no Posto de Atendimento Médico (PAM) do bairro Cruzeiro. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Central aparece na segunda posição entre os pontos de atendimento com mais faltas: foram 540 nos últimos seis meses de 2018. Caps AD (382), Caps II (325) e ESF do bairro Macedo (267) completam o 'top 5' das unidades com mais ausências em consultas.

Na comparação com os primeiros seis meses do ano passado, houve aumento percentual do número de ausências. De janeiro a junho de 2018, foram 3.781 faltas de um total de 72.800 agendamentos - 5,19%. 'Normalmente, as consultas com os especialistas são as que mais registram faltas', afirma o secretário de Saúde, Ramon Schwengber, ao analisar os não comparecimentos no PAM. Em relação ao incremento no percentual de ausências do primeiro para o segundo semestre, a tese do secretário é de que se deve ao fato de o número de consultas agendadas ter aumentado. 'Provavelmente esse é o reflexo', diz.

 

CONSCIENTIZAÇÃO

Schwengber comenta que a Saúde não tem informações a respeito dos motivos que levam pacientes a faltarem às consultas e destaca que é preciso conscientizar as pessoas para que comuniquem caso tenham dificuldade de comparecer aos atendimentos. 'Os pacientes precisam ter em mente que, se tiverem consultas marcadas e não forem, vão tirar o lugar de alguém e os custos da Prefeitura serão os mesmos', ressalta.

 

'Não custa nada avisar'

A aposentada Maria Carlota Hermes, de 63 anos, assegura que, sempre que tem consulta agendada, comparece. 'Moro em Linha Sapé e costumo vir de carro, com minha vizinha. Mas, quando não dá, venho de ônibus até o posto do bairro Santa Tecla', comenta ela, que ontem aguardava atendimento no local. Maria concorda que as pessoas devem ser mais responsáveis: 'Se sabem com antecedência que não vão à consulta, não custa nada avisar. Creio que a maior parte dos pacientes tem condição', argumenta.

Profissionais que atuam nas unidades de saúde sustentam que o agendamento virtual de consultas é um potencializador de ausências. 'Antes, as pessoas que realmente precisavam, passavam as noites e madrugadas nas filas, mas com o intuito de terminar com estas filas, foi alterada a forma da busca por atendimentos. Passaram a ser feitos agendamentos e, agora, qualquer pessoa pode ir a um posto de saúde e colocar nomes na fila de espera. Hoje, temos pessoas há mais de dez meses aguardando e, quando sua consulta é agendada, muitas vezes a pessoa já buscou o atendimento em outros locais. Estas situações ocorrem principalmente com os oftalmologistas', diz uma fonte que pediu para não ser identificada.

 

Nos primeiros dois meses deste ano foram registradas 1.471 ausências, de um total de 24.758 consultas agendadas. O percentual de faltas é de 5,94%.

Local Quantidade Ausências
ESF 1 Caic 8.522 2
UBS Central 7.335 540
UBS PAM 5.811 960
UBS Gressler 5.224 128
ESF 3 Macedo 4.974 267
UBS Santa Tecla 4.103 21
ESF 7 Mariante 3.582 51
ESF 4 Santa Tecla 3.521 172
ESF 6 Gressler 3.200 128
Cies 2.740 221
CMO (Oftalmologia) 2.527 216
ESF 2 Coronel Brito 2.227 75
Cadi 1.883 171
Caps II 1.806 325
UBS Palanque 1.734 9
ESF 5 Tabalar 1.681 154
UBS Santa Emília 1.478 62
Epen 1.248 0
UBS Cruzeiro 1.039 159
UBS Centro Linha Brasil 1.017 1
UBS Estância Nova 997 16
UBS Travessa 939 6
Caps AD 936 382
UBS Deodoro 865 42
UBS Tangerinas 856 4
UBS Teresinha 700 9
Caps Infanto 530 94
HSSM 434 0
Ivan Seibel 418 64
Márcio Gaio Abela 311 0
Elaine Latosinski (Hemodiálise) 290 0
Psicosaúde Psicologia 277 16
Deise Nagel (Psicologia) 192 5
Jéssica Silveira (Psicologia) 184 12
Med Passo Clínica Médica 59 0
Unidade Móvel 42 0
UBS Vila Arlindo 22 1
UBS Coronel Brito 17 0
André Rocha Puglia 4 0
Cláudia Cunha 2 0
Secretaria de Saúde 2 0
Carlos Alberto Froemming 2 0

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow e Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Dia de alertar para a importância do rim

Publicado em 14/03/2019 às 11h14

 Em Venâncio Aires, 70 pacientes fazem hemodiálise. No Brasil, estima-se que aproximadamente 130 mil pessoas realizam o tratamentoHoje, quinta-feira, 14, é celebrado o Dia Mundial do Rim, idealizado pela Sociedade Internacional de Nefrologia com o objetivo de reduzir os impactos das doenças renais em todo o mundo. A Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) organiza a campanha nacional que, neste ano, tem como tema 'Saúde dos rins para todos'. Venâncio Aires participa dessa ação mundial de prevenção com atividades coordenadas pelo Serviço de Uronefrologia de Venâncio Aires (Suneva) e Clínica de Hemodiálise de Venâncio Aires.

A enfermeira Nefrologista do município Tatiana Kader Ibdaiwi comenta que o objetivo da campanha é a prevenção das doenças renais e a conscientização da saúde, com foco na importância dos rins nas doenças da população e prevenção da doença renal crônica.

O Suneva todos os anos adere às campanhas da SBN, tendo como membro participante a nefrologista Maria Elaine Latosinski. Atualmente, em Venâncio Aires, 70 pacientes fazem o tratamento de terapia renal substitutiva, ou seja, hemodiálise. Os pacientes têm entre 20 e 90 anos.

Hoje, no Dia Mundial do Rim, ocorrerá uma campanha com distribuição de folderes, sobre a saúde dos rins e para os pacientes em tratamento. 'Ofertaremos o Sal do Bem, tempero recomendado para doentes renais crônicos, produzido pela nutricionista Geane Caetano e demais membros da equipe multidisciplinar do Suneva', comenta a doutora Maria Elaine.

A nefrologista destaca que todas as campanhas que a nefrologia abrange é com o intuito de minimizar o número de 2 milhões de mortes por ano, no mundo, relacionadas às doenças renais.

 

'A proposta durante a campanha é conscientizar a população que os rins são tão importantes quanto o cérebro, coração e pulmões. A doença renal crônica é aquela que afeta os rins e persiste por três meses ou mais modificando o funcionamento normal dos rins. Hoje é considerada epidêmica, pois é a sexta causa de morte no mundo.'
MARIA ELAINE LATOSINSKI - Nefrologista

 

Doença renal crônica afeta uma em cada 10 pessoas

A enfermeira nefrologista Tatiana Kader Ibdaiwi esclarece que as doenças que mais levam à insuficiência renal são: hipertensão arterial, diabetes Mellitus e as Glomerulopatias. Ela explica que existe uma estimativa de que a doença renal esteja num momento de crescimento. 'Hoje estima-se que uma em cada dez pessoas tenha alguma doença renal, e a nível mundial sejam 850 milhões.'

Tatiana aponta a importância das campanhas que permitem o resgate das pessoas sujeitas às doenças renais. 'Na grande maioria dos pacientes a causa da doença renal é indeterminada, pela falta de acompanhamento nas fases iniciais das doenças, principalmente, nos países em desenvolvimento, pela dificuldade de acesso da população aos serviços de saúde.'

Conforme a profissional, a importância de um exame de sangue simples chamado 'creatinina', que um médico de qualquer especialidade pode solicitar, já pode indicar se o indivíduo tem, ou não, algum comprometimento renal. 'A creatinina é uma substância que é dosada no sangue e é específica para avaliar a função dos rins, como filtro dos líquidos do corpo. Quando eles apresentam alguma doença, a creatinina se eleva no sangue. É um exame simples e feito em qualquer laboratório, com valor acessível.'

Além disso, Tatiana justifica ser essencial as visitas periódicas ao médico e principalmente ao nefrologista em caso de alguma alteração da função renal. 'Isso com certeza minimiza as chances dos pacientes virem a apresentar falência renal e necessitar de hemodiálise ou algum outro tipo de tratamento que substitua a função dos rins.'

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Rosana Wessling 
Foto: Juliana Bencke

 
Compartilhar

Menos de 60 dias para o lançamento da coleção “Venâncio feito à Mão”

Publicado em 14/03/2019 às 11h13

Peças em madeira, tecido, linhas e aviamentos começam a dar forma ao que será a coleção de objetos exclusivos da “Venâncio Feito à Mão”. Ao todo serão 35 peças co-criadas, ou seja, criadas em parceria entre a designer de moda Luana Sehn e os artesãos que fazem parte do projeto “Inspiração e renda: o artesanato está na moda”, contemplado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do RS.

Os meses de janeiro e fevereiro foram dedicados para uma minuciosa pesquisa sobre as riquezas da nossa cidade: naturais, históricas e culturais, que serviram de inspiração às peças da coleção. Nesta etapa, somaram-se o olhar técnico da designer, com o auxílio e know-how da Professora Maria Zulmira Portela de Moura.

Para selecionar os itens da coleção, ainda mantidos em sigilo pela coordenação do projeto, foram analisadas as habilidades de cada participante, somados à usabilidade das peças, que envolvem utensílios decorativos, vestimentas e presentes.

Coordenados pela artesã Rosane Haeser, os participantes dedicarão os meses de março e abril para produção das peças. “Temos menos de sessenta dias de produções, respeitando as demandas pessoais de cada artesão. Nosso tempo é precioso mas a motivação é grande, visto que as peças serão apresentadas na maior festa do nosso município”, comenta Angélica Diefenthaeler, coordenadora geral do projeto, sobre a exposição de lançamento da coleção, prevista para acontecer junto à Festa Nacional do Chimarrão.

 O acompanhamento do processo de criação e novidades sobre a coleção podem ser conferidas na pagina do Facebook do projeto. Em Facebook.com/artesanatoestanamoda.

 

Fonte: Olá Jornal 
Créditos: AmareloMagenta

Compartilhar

Evento da Caciva evidencia a trajetória de Walter Bergamaschi

Publicado em 14/03/2019 às 07h39

Empresário relembrou fatos importantes da história da VenaxUma verdadeira aula de empreendedorismo e, por que não dizer, também, de história, marcaram a primeira edição deste ano do Happy Hour da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Venâncio Aires (Caciva). O encontro, realizado na noite de terça-feira, 12, na Choperia Brahma, contou com bate-papo com o empresário Walter Bergamaschi, 72 anos.

O proprietário da Venax Eletrodomésticos compartilhou com profissionais de diferentes empresas de Venâncio Aires, sua trajetória e a história da indústria que deu início ao polo metalmecânico do município.

Ele lembrou que, após comprar a marca, os pavilhões velhos da empresa, almoxarifado e matrizes, no leilão da massa falida da empresa, em 1984, nos primeiros anos da Venax, constatou-se a dificuldade de encontrar profissionais especializados na cidade, em áreas como eletricidade e engenharia.

A partir disso, buscou-se a implantação da unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no município. 'Trouxemos o Senai para formar profissionais e, a partir disso, várias novas empresas do ramo surgiram. Mais tarde, promovemos curso de Refrigeração, com professores que vinham de Rio Grande. A partir disso, criou-se aqui um grande centro de refrigeração', salientou.

 

AÇÕES E REAÇÕES 

Bergamaschi também recordou decisões e ações que garantiram a consolidação da Venax como produtora de fogões e refrigeradores, apesar dos desafios e das diversas crises que afetaram a economia brasileira, como o Plano Cruzado e o Plano Collor, no fim da década de 1980, altas na inflação e a necessidade de reconquistar mercado interno, no início da década de 1990.

De acordo com ele, a verticalização da produção e a diversificação de produtos são fatores importantes para essa sustentabilidade. Durante o Happy Hour, o empresário lembrou que o ideal para uma empresa é que ela esteja próxima do mercado consumidor ou da matéria-prima, mas, que no início da Venax, em Venâncio Aires, não havia nenhum desses aspectos.

'Aqui tinha mão de obra e cerca de 700 funcionários desempregados pela falência da empresa. Se não tivéssemos aberto a Venax e retomado a produção de fogões, dificilmente, o conhecimento para montagem de fogões desses trabalhadores seria recuperado no tempo', observou.

A partir disso, ao longo dos anos, a Venax buscou verticalizar o processo de produção e aproveitar, da melhor forma possível os profissionais. 'Não estávamos próximos da matéria-prima, mas tínhamos mão de obra. Verticalizar é fazer com que a empresa cresça fazendo os próprios produtos. A matéria-prima entrava bruta e o produto saia pronto da fábrica', detalha Bergamaschi.

 

'Acredito muito em Venâncio Aires. É município que tem um belo futuro porque é equilibrado. Tem indústrias, serviços e uma agricultura familiar forte, com bons produtos.'
WALTER BERGAMASCHI - Empresário

 

Diversificação

Walter Bergamaschi também enfatizou a importância da diversificação, em uma empresa. 'Não se pode ficar limitado a um produto. Quando éramos atacados em uma ponta, criávamos outro produto', comentou, ao observar que isso também contribui com a logística. 'Em vez de se fazer um trajeto maior apenas com fogões, se percorre uma distância menor com vários produtos.'

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Juliana Bencke

Compartilhar

Fenachim confirma realização de Encontro das Soberanas

Publicado em 14/03/2019 às 07h38

O 4º Encontro de Soberanas ocorre em Venâncio Aires no dia 4 de maio, durante a 15ª Festa Nacional do Chimarrão. A atividade será realizada a partir das 14h e vai envolver um momento de integração entre a corte da Fenachim e outras rainhas e princesas de festas e municípios de todo o estado. A recepção será feita pelas soberanas, a rainha Lavínia Wachholtz Naue e princesas Andressa Halmenschlager e Thaíse Fagundes.

 

Fonte: Portal RVA

Compartilhar

Florestal Alimentos anuncia intenção de investimentos na região

Publicado em 14/03/2019 às 07h36

A Florestal Alimentos, com mais de 8 décadas figurando como uma das maiores e mais tradicionais indústrias de doces do Brasil, instalada desde a sua fundação na cidade de Lajeado, incluiu no seu planejamento estratégico, a instalação de sua nova unidade produtiva, dedicada à produção de chocolates. Nesta etapa, o foco é a avaliação das cidades do Vale do Taquari e Rio Pardo que podem sediar esta nova planta industrial, considerando pré-requisitos importantes como: mão-de-obra, logística, localização e demais recursos necessários para a operação.

A projeção de investimento para esta nova fábrica é de R$ 25 milhões, gerando mais de 150 empregos diretos para a região. A empresa mantém sua unidade produtiva de balas, pirulitos e gomas de mascar das marcas Florestal e Boavistense, além dos suplementos de vitaminas e minerais da marca Flofarma, sempre em expansão.

A empresa atua em todos os estados brasileiros, além de exportar seus produtos para mais de 80 países, com um portfólio formado por 440 itens de diversas categorias de doces e suplementos. A aquisição da marca de chocolates caseiros Planalto, em setembro de 2018, e o lançamento da linha de chocolates com a marca Florestal no mês de janeiro deste ano, somados aos investimentos da nova unidade fabril, estão alinhados à estratégia da Florestal de reforçar seu posicionamento, ampliando a oferta de guloseimas para os mercados nacional e internacional.

Vale destacar que este novo projeto de ampliação não interfere ou compromete recursos que serão destinados à expansão da Planalto , localizada em Gramado, recém adquirida pela Florestal.

 

Fonte: Olá Jornal
Créditos: AI Florestal

Compartilhar

Afubra oferece transporte gratuito para a Expoagro

Publicado em 13/03/2019 às 08h39

A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) disponibilizará 22 ônibus em Venâncio Aires para levar produtores rurais até a 19ª Expoagro Afubra, no fim deste mês. O transporte é gratuito e busca incentivar a participação local na maior feira da agricultura familiar do país.

Segundo o gerente da filial da Afubra em Venâncio, Tiago Maracci, os roteiros disponibilizados são para os três dias do evento, que ocorre de 26 a 28 de março. Ele observa que as confirmações devem ser feitas o quanto antes, diretamente com os responsáveis por cada roteiro (conforme a lista abaixo) ou diretamente na sede da Afubra, para quem integrará o roteiro com saída da loja.

Aguarda-se, somente com os roteiros de ônibus da Afubra, quase mil visitantes da Capital do Cimarrão.

A feira ocorre em Rincão del Rey, em Rio Pardo. A solenidade de abertura ocorre às 9h do dia 26. Para as 11h do mesmo dia está agendada a inauguração do Pavilhão da Agricultura Familiar.

O Parque da Expoagro terá atividades, nos três dias de programação, das 8h às 18h.

 

SINDICATO

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) também está com inscrições abertas para excursão à Expoagro Afubra. As pessoas interessadas podem se inscrever com o presidente Claudio Fengler, em Linha Brasil ou no escritório do STR de Venâncio Aires. A visitação ocorrerá no segundo dia de programação, dia 27 de março. 

Além disso, segundo o STR, Glicério Bergamnn e Marilene Penk estão fazendo a lista para visitas no último dia da feira. A saída será no dia 28, junto ao salão da Figueira na Cachoeira Baixa.


 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Letícia Wacholz 

Compartilhar

Venâncio Aires pode receber 1º Lions Universitário do Rio Grande do Sul

Publicado em 13/03/2019 às 08h37

A UNISC de Venâncio Aires pode sediar um Lions Universitário. O clube seria o primeiro do Rio Grande do Sul e o segundo do Brasil. A informação foi divulgada nesta segunda-feira para os estudantes da universidade.

Segundo a Coordenadora do Campus, Andreia Haas, a proposta partiu da Governadora do Distrito LD-2 de Lions, Antoniete Frolio, que também é de Venâncio Aires. Em entrevista à rádio Venâncio Aires, a Coordenadora do Campus explicou que a novidade surgiu a partir de uma visita de Antoniete Frolio na semana passada. Além disso, Andreia Haas explicou que o clube conta com menos burocracia, mas continua com o mesmo viés do trabalho voluntário. Agora, trabalha-se na busca por interessados para compor o grupo. 

A fundação do Lions Universitário depende do interesse dos alunos. Podem compor o novo grupo pessoas com vínculo universitário. Estudantes, parentes dos estudantes, egressos, professores e funcionários são convidados. Os interessados podem procurar a coordenação da UNISC Venâncio Aires no campus da universidade ou podem entrar em contato pelo telefone 3741-7842.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Eduardo Wachholtz
Foto: Divulgação

Compartilhar

Inscrições para atores voluntários seguem abertas

Publicado em 13/03/2019 às 08h35

Espetáculo seguira mesmos moldes do realizado do NatalDois espetáculos alusivos à Páscoa estão previstos para o mês de abril. Os ensaios começaram no fim do mês passado, mas a Secretaria de Cultura ainda aceita a participação de atores voluntários para a peça.

Segundo o secretário de Cultura e Esportes, Henrique Silva, o grupo precisa, principalmente, de homens para algumas cenas que necessitam um maior número de figurantes, mas mulheres e crianças também são aceitas para a participar da apresentação. 'Algumas cenas reúnem os apóstolos e multidões, por isso é importante termos mais pessoas envolvidas', destaca Silva.

A preparação para as encenações é liderada pela equipe do "Teatro Social Tio Tony", de Teutônia. Os ensaios estão sendo realizados todas as terças e quintas-feiras, a partir das 19h30min, na Prefeitura. Agora, o grupo está trabalhando individualmente com os atores as cenas com diálogo. 'Estamos fazendo os encontros na Prefeitura por ser mais central e de fácil acesso para os participantes', afirma. 

O espetáculo "Paixão de Cristo, Messias da Paz" será realizado no dia 13 de abril em frente à Igreja Matriz. No dia 11 de abril a passagem do "Sermão da Montanha" será apresentada na comunidade de Linha Travessa, interior de Venâncio Aires.

 

DECORAÇÃO

Em virtude da reforma que está sendo realizada na Praça da Matriz, neste ano a decoração de Páscoa será feita na Praça Evangélica, alguns trechos da rua Osvaldo Aranha e no Calçadão. A atividade é liderada pelo Gabinete da Primeira-Dama e deve começar na próxima semana.

Interessados em participar do espetáculo podem entrar em contato com a Secretaria de Cultura por meio do telefone (51) 3983 1038.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Cassiane Rodrigues 
Foto: Hipnotize Produções / Divulgação

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||