Alunos da Emef Benno Breunig redescobrem o bairro por meio de projeto

Publicado em 04/11/2017 às 12h16

Alunos do 3º ano estudam o bairro desde o início do ano. Construção de maquetes foi uma das atividades do projetoDesde o início do ano, um assunto que faz parte do dia a dia dos estudantes tem sido foco de um projeto do 3º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Benno Breunig: o bairro São Francisco Xavier, onde está localizado o colégio.

Depois de participar da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) Júnior, em Novo Hamburgo, na semana passada, o trabalho 'Bairro: nosso espaço, nossa responsabilidade' foi classificado para o Foro de Ciencias y Civilización, em outubro de 2018, em Entre Ríos, na Argentina.  

A professora do 3º ano, Karine Wessling, explica que a ideia de trabalhar sobre o bairro surgiu dentro do tema escolhido pela Emef Benno Breunig para o ano letivo, o qual destaca a responsabilidade de cada um com o espaço onde vive. Além disso, as obras de pavimentação no bairro levaram o assunto, literalmente, para dentro da sala de aula. 

"Sofremos interferências por causa da pavimentação ao redor da escola. Enquanto as máquinas trabalhavam, havia muito barulho e as classes tremiam. Além disso, a obra alterou a rotina de muitos alunos que precisaram alterar o caminho para chegar à escola", comenta Karine. 

Em meio às mudanças, as crianças passaram a refletir sobre a necessidade e a importância das transformações. A partir disso, uma série de questões passou a ser estudada: desde a localização do bairro dentro do município e do mundo, por meio do programa de computador Google Earth; até a origem do nome do bairro e das ruas e o tempo que os alunos levavam para chegar até o colégio. 

Professora Karine, Matheus e Raqueli representaram a turma na Mostratec Júnior, na semana passada"Descobrimos que a maioria dos alunos mora em bairros vizinhos. Cada um desenhou o percurso da sua casa até a escola e identificou pontos de referência. Isso permitiu que eles se localizassem até a escola", cita a professora, ao lembrar que, a idade dos alunos do 3º ano marca o início de um período de mais autonomia para se deslocarem. "Com o projeto, tivemos colegas que conseguiram se localizar melhor no bairro e vir sozinhos para a escola", conta Matheus de Freitas, 9 anos.

Responsabilidade com o espaço

Além da questão geográfica, o projeto 'Bairro: nosso espaço, nossa responsabilidade' possibilitou que as crianças pesquisassem e aprendessem sobre a história do bairro São Francisco Xavier, meios de transporte, correspondências, animais, problemas e transformações que ocorrem no local.

O interessante é que, com o projeto, é possível trabalhar coisas do dia a dia e abranger todos os conteúdos estudados no 3º ano. Trabalhamos em conjunto, com uma relação de interdisciplinaridade", Karine Wessling, professora. 

Na opinião dela, o projeto reforça o entendimento sobre o papel dos alunos no bairro. "É possível entender a relação deles com o bairro e o reflexo das atitudes individuais e coletivas naquele espaço", afirma. "Aprendemos a ser responsáveis com o bairro", resume a estudante Raqueli Hickmann Rodrigues, 9 anos.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto 1: Juliana Bencke / Folha do Mate
Foto 2: Divulgação / Folha do Mate

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||