Campanhas educativas de trânsito são intensificadas

Publicado em 26/07/2018 às 16h32

Dirigir com segurança é um compromisso das pessoas que 'assumem o volante'. Seja nas rodovias, estradas ou vias públicas, muitos condutores agem de forma inconsequente no trânsito, sem pensar na gravidade da situação, ao causar acidentes provocando riscos à vida e danos irreparáveis.
Para diminuir os acidentes de trânsito, os órgãos de segurança pública estadual e federal, clubes de serviço e departamentos de trânsito estão trabalhando em cima de um cronograma de campanhas voltadas para a educação no trânsito e redução do número de fatalidades.

De acordo com a capitã da Brigada Militar de Venâncio Aires, Michele Vargas, a BM está intensificando as campanhas de trânsito durante o período de volta às aulas, com distribuição de folhetos informativos em blitz educativas de como transportar os estudantes. Palestras educativas também vem sendo realizadas nas escolas pela Polícia Rodoviária Federal, com abordagem de temas como direção defensiva e amor à vida. O departamento de trânsito de Venâncio Aires também tem voltado o olhar para a proposta, ao realizar palestras nas empresas e escolas, quando solicitado. De acordo com o coordenador do departamento de trânsito, Dário Martins, o departamento está atuando de forma mais intensa na reestruturação das escolinhas de trânsito, com o projeto para promoção de um espaço de área recreativa e educacional, junto ao Parque do Chimarrão.

Além desta campanha, direcionada aos jovens, a BM também atua na operação Lei Seca, que visa coibir que motoristas dirijam embriagados causando mortes.
Segundo a capitã da BM, as campanhas são importantes para que os motoristas reflitam e andem dentro da lei. Ela acredita que as ações trouxeram resultados positivos ao refletir na redução dos índices de acidentes. Conforme registros da Brigada Militar, no primeiro semestre de 2017, foram registrados 71 acidentes com lesões em Venâncio Aires, no mesmo período de 2018, os acidentes caíram para 55. Conforme dados da Polícia Civil de Venâncio Aires, foram contabilizados sete acidentes fatais em 2017 e seis, este ano no mesmo período. 'A ausência de fiscalização e de campanhas faz com que a lei caia no esquecimento gerando a sensação de impunidade e a consequência acaba por ser o aumento dos índices de crimes no trânsito,' destaca Michele Vargas.

Além das palestras, a PRF também desenvolve ações de rotina ao fazer abordagens educativas. 'Percebe-se que muitos motoristas realmente desconhecem o risco que correm com comportamentos inadequados no trânsito', salienta o policial rodoviário federal, Dimitrius Franco.

De acordo com a diretora de ensino de um Centro de Formação de Condutores de Venâncio Aires, Carla Ruppenthal, em julho o CFC onde ela trabalha aderiu Campanha Nacional do Respeito aos Limites de Velocidade, durante as aulas teóricas para condutores. 'É importante focar esta questão, já que o excesso de velocidade no trânsito é um dos maiores fatores da gravidade dos acidentes,' confessa a diretora de ensino.

Lançada em abril, a campanha do Rotary Chimarrão de Venâncio Aires 'Tal Pai, Tal Filho' tem a proposta de fazer com os pais sirvam de inspiração para que os futuros condutores tenham consciência das ações, enquanto estiverem no volante. Segundo o presidente do Rotary Chimarrão, Jairo Volnei Jantsch, nos últimos cinco anos, o Rotary tem trabalhado em cima da educação no trânsito e vem adaptando o foco da linguagem, baseados no comportamento dos novos condutores. 'Os jovens precisam repensar em suas atitudes no volante, o uso do aparelho celular é uma das práticas que devem ser evitadas,' salienta o presidente do Rotary Chimarrão.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Taiane Kussler 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||