CCs e FGs estão ameaçados pela crise financeira

Publicado em 22/10/2018 às 09h11

A necessidade de intensificar as medidas econômicas para equilibrar as contas públicas até o fim do ano tem sido a principal preocupação do prefeito Giovane Wickert (PSB). Entre as ações ventiladas para atacar o déficit que, segundo a Administração, está na casa dos R$ 3,8 milhões - projeção é de R$ 9,9 milhões para 2018 -, aparece a redução de cargos em comissão (CCs) e funções gratificadas (FGs).

Tema sempre muito polêmico, a nomeação de cargos políticos pode ser considerada normal na atual gestão. Pelo organograma do Município, até 165 nomeações são permitidas - entre CCs e FGs. Um Levantamento da Folha do Mate, com base nos dados disponibilizados no Portal da Transparência da Prefeitura de Venâncio, mostra que atualmente são 97 CCs e 49 FGs concedidas no Executivo (146 no total). Juntos, os cargos em comissão e as funções gratificadas demandam, mensalmente, R$ 377.874,83. Para preencher completamente o organograma, somente mais 19 nomeações podem ser feitas.

EVOLUÇÃO - Se comparado com o número de nomeações do início deste governo, o percentual de elevação é de 50,5%. Em março de 2017, eram 80 CCs e 17 FGs, consumindo cerca de R$ 360 mil mensais. Em fevereiro de 2016, ainda na Administração de Airton Artus (PDT), o número de CCs chegava a 111, além de 42 FGs, que juntos demandavam R$ 470 mil, aproximadamente, dos cofres públicos - de acordo com levantamento interno da atual gestão.

AVALIAÇÃO - A avaliação do prefeito Giovane Wickert é de que as nomeações ocorreram a partir de um contexto de atendimento das demandas do Município. Ele acredita que o impacto de CCs e de FGs nas finanças públicas não é tão significativo quanto as horas extras, diárias e outras despesas. 'Logicamente que contribuem e precisamos estar atentos, mas temos tranquilidade em relação ao tema, pois sabemos que nunca abusamos nas nomeações', comenta.

Sobre o maior custo político estar concentrado em seu gabinete - são 15 cargos em comissão e R$ 58.323,45 mensais -, Wickert esclarece que 'sob o meu guarda-chuva estão servidores do Gabinete da Primeira-Dama, Secretaria de Administração e Procuradoria'. Em relação à Secretaria Municipal
de Habitação e Desenvolvimento Social, o prefeito ressalta que o número elevado de funcionários se deve ao fato de que gestores anteriores não nomearam servidores efetivos como deveriam. 'Nós já temos pelo menos um efetivo para cada pasta e a tendência é que o número de nomeações vá
aumentando', conclui.

 

Quem são os CCs de Giovane e Celso

Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social
Ademir Fontoura Maciel (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Adriano Manoel da Costa (coordenador técnico administrativo): R$ 5.297,90
Aline Daniele dos Santos Silva (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Andréia Aparecida Foltz Pereira (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Angélica Fabiana Klafke Soares (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Bárbara Lúcia Hickmann (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Cesar Ivan Ernsen (assessor administrativo): R$ 6.772,57
Débora Fernanda Coutinho Fontoura (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Jeferson Roberto Ferreira (coordenador técnico administrativo): R$ 5.297,90
Júlio Mateus de Melo Nascimento (coordenador técnico administrativo): R$ 5.297,90
Lidiane Andréia Pereira Fausto (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Lucas da Silva (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Luciana Amaro Lopes Bohn (chefe turma): R$ 1.387,49
Maristela Vianna (chefe turma): R$ 1.387,49
Mislene Josi Martins (chefe turma): R$ 1.387,49
Nilson Glênio Rodrigues da Silva (chefe departamento): R$ 4.289,63
Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo
Angélica Diefenthaler (chefe departamento): R$ 4.289,63
Marcos Daniel Hüttmann (coordenador técnico administrativo): R$ 5.297,90
Maria Dolores Poletti (chefe turma): R$ 1.387,49
Tatiane Cristine de Andrade (chefe núcleo): R$ 3.234,90

 

Gabinete do Prefeito
Adriene Antunes Soares (assessora administrativa): R$ 6.772,57
Benildo Soares (chefe departamento): R$ 4.289,63
Cristiano Luis da Silva (assessor de imprensa): R$ 3.234,90
Fernanda Ehlers (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Gustavo da Rosa Dettenborn (chefe turma): R$ 1.387,49
Ingrid Oliveira da Costa (chefe turma): R$ 1.387,49
Ivicarla Espíndola (coordenadora técnica administrativa): R$ 5.297,90
Jairo Germano Bencke (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Josiane Hermes (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Luana de Azeredo Xavier (chefe departamento): R$ 4.289,63
Marcelo José Haas (chefe gabinete): R$ 5.297,90
Marciele Delevatti de Lima (procuradora geral adjunta): R$ 7.311,31
Marilini Inês Petry (coordenadora técnica administrativa): R$ 5.297,90
Mateus Figueiredo Silva (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Núbia Raquel Fengler (chefe gabinete primeira-dama): R$ 4.289,63

 

Secretaria de Educação
Alice Teresinha Theis (assessora administrativa): R$ 6.772,57

Bruna Kreling (chefe turma): R$ 1.387,49
Chana Tischer Sulzbacher (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Evelin Tatiele Frohlich (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Luciano Bastiani Correa (chefe departamento): R$ 4.289,63
Nelson Sergio Colombelli (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Norton Freitas Losekan (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Silvana Maria Koslowsky Gerhard (chefe departamento): R$ 4.289,63

 

Secretaria de Saúde
Ana Paula Nottar (chefe departamento): R$ 4.289,63
Denize Maria Uhlmann (coordenadora saúde): R$ 5.297,90
Emanoelle Assmann Lucke (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Everton Carlos Dias (chefe departamento): R$ 4.289,63
Everton Luis Notti (coordenador saúde): R$ 5.297,90
Lucas Rios da Silva (coordenador saúde): R$ 5.297,90
Marina Rippel Kroth (chefe departamento): R$ 4.289,63
Mikaela Alina Schirmann (chefe turma): R$ 1.387,49
Samuel Auri de Melo Gisch (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Sandusa Dettenborn (chefe departamento): R$ 4.289,63
Silvana Maria Staub Schirmann (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40

 

Secretaria de Administração
Arcênio Jacobi (chefe departamento): R$ 4.289,63
Douglas Miguel Lopes (chefe departamento): R$ 4.289,63
Guilherme Helman Hautzinger (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Ismael de Oliveira Sander (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Jenis Maciel Ferreira (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Jonas Eduardo Schneid (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Leidimara Patrícia Pereira (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Leonardo Rafael Kaufmann (chefe turma): R$ 1.387,49
Mateus Wickert Witz (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Paulo Ademir Leonhardt (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Viviani Menegotto (chefe turma): R$ 1.387,49

 

Secretaria da Fazenda
Clênio José Bohn (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Egon Raul Sniedze (assessor administrativo): R$ 6.772,57
Flávia Bohn (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Lizete Miranda (chefe núcleo): R$ 3.234,90

 

Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos
Dário dos Santos Martins (assessor administrativo): R$ 6.772,57
Lúcia Ferreira Gomes Winck (chefe turma): R$ 1.387,49
Marcelo Ricardo Hickmann (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Maria de Lourdes Lopes (chefe turma): R$ 1.387,49
Mário José Mees (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Paulo Cesar Landim (coordenador técnico administrativo): R$ 5.297,90
Paulo Henrique Tirelli (capataz de distrito): R$ 3.234,90

Paulo Ricardo Hansel (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Renan Romero Konrad Pressler (chefe departamento): R$ 3.234,90
Rodrigo José Thiesen (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Valmir Luis Palhares (chefe turma): R$ 1.387,49
Vilmar Jacó Bender (coordenador técnico administrativ): R$ 5.297,90

 

Secretaria de Cultura e Esportes
Diego Elias Konrad (chefe departamento): R$ 4.289,63
Djalma Lúcio Nunes da Silva (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Ederson André Meurer (chefe turma): R$ 1.387,49
Enésio Baron (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Maria Luiza Rocha (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Roseli Jussara dos Santos (chefe turma): R$ 1.387,49
Saul Ricardo Zart (assessor administrativo): R$ 6.772,57
Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão
Dione Lisboa (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Leandro Henrique Lopes (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Simone Patrícia Becker Rech (assessora administrativa): R$ 6.772,57

 

Secretaria de Agricultura
Doraci Maria Vedoia (chefe departamento): R$ 4.289,63
Gilmar Teobaldo Mohr (chefe núcleo): R$ 3.234,90
Letícia Karoline Back Wilges (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40
Mariana Inês Borre (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40

 

Secretaria de Meio Ambiente
Eder Felipe Schroeder (assessor administrativo): R$ 6.772,57
Luis Felipe Müller (chefe setor e equipe): R$ 2.077,40



Total das secretarias
Habitação e Desenvolvimento Social: 16 CCs (R$ 51.210,07 mensais)
Gabinete do Prefeito: 15 CCs (R$ 58.323,45 mensais)
Infraestrutura e Serviços Públicos: 12 CCs (R$ 36.310,24 mensais)
Saúde: 11 CCs (R$ 37.537,89 mensais)
Administração: 11 CCs (R$ 30.526,04 mensais)
Educação: 8 CCs (R$ 25.048,92 mensais)
Cultura e Esportes: 7 CCs (R$ 20.069,38 mensais)
Desenvolvimento Econômico e Turismo: 4 CCs (R$ 14.209,92 mensais)
Fazenda: 4 CCs (R$ 14.162,27 mensais)
Agricultura: 4 CCs (R$ 11.679,33 mensais)
Planejamento, Orçamento e Gestão: 3 CCs (R$ 12.084,87 mensais)
Meio Ambiente: 2 CCs (R$ 8.849,97 mensais)
Total geral: R$ 377.874,83

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||