CIP será tema de audiência pública na Câmara nesta sexta-feira, 24

Publicado em 22/11/2017 às 11h12

Durante a última reunião-almoço realizada nesta terça-feira, 21, na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), a presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Caciva), Fabiana Bergamaschi, abordou dois assuntos: a Contribuição da Iluminação Pública (CIP) e taxa de cobrança da coleta de lixo. Além disso, os associados puderam votar para a nova diretoria e ainda, teve a palestra com o tema ´Comunicação visual - o ponto de venda que mais vende`, ministrada por Ricardo Lemos., especialista em Administração de Marketing. A palestra contou com o apoio do Sebrae/RS.

Fabiana destacou que há algumas semanas, o Executivo Municipal encaminhou à Câmara de Vereadores, o projeto de Contribuição da Iluminação Pública (CIP), o qual, segundo ela, forçadamente foi aprovado, sem nenhum critério preestabelecido, sem nenhuma pré-consulta e totalmente incabível, que vai prejudicar diretamente a cadeia produtiva de Venâncio Aires, ou seja, o comércio, a indústria e os prestadores de serviços. 'Ficamos indignados pela forma como foi aprovado o projeto', resumiu. Convocou os associados para participarem da audiência pública marcada para esta sexta-feira, 24, às 18h, na Câmara de Vereadores, para novamente debater o assunto e juntar as forças, pois segundo Fabiana, quem vai pagar a conta é a cadeia produtiva de Venâncio Aires . 'O nosso posicionamento quanto à iluminação pública continua sendo a cobrança linear, pois todos usamos a iluminação e ninguém precisa ser isento da cobrança. Sob hipótese alguma isto pode ser repassado somente à cadeia produtiva.'

Taxa de lixo
A dirigente também fez referência ao projeto do pagamento da taxa de recolhimento de lixo, lembrando que na quinta-feira, 16, ocorreu uma audiência pública para tratar do assunto. Salientou que o projeto é absurdo, porque projeta 20% de aumento por ano, ou seja, o que as empresas pagam hoje de taxa de lixo, ela projeta que dentro cinco anos, pagarão o dobro. Salientou ainda que 100% das empresas associadas à Caciva dão destinação correta e final aos resíduos industriais. 'As empresas não utilizam a coleta de lixo', frisou, defendendo que as elas deveriam até serem isentas do pagamento desta taxa.

Palestra
Comunicação visual - o ponto de venda que mais vende foi o tema da palestra ministrada pelo Administrador de Empresas e Marketing Ricardo Lemos. Se dirigindo especificamente aos proprietários de estabelecimentos comerciais, salientou que 'não basta ser. Tem que parecer ser'. Acrescentou que o que os olhos veem, o coração dos clientes sente e estes acabam comprando quando a loja tiver um bom cartão de visitas e qualidade na prestação de serviços e atendimento. Trouxe números que 73% dos consumidores não planejam o produto e a compra; 12% planejam a compra do produto; 15% planejam a compra; e, 85% decidem no ponto de venda. 'O consumidor está disposto a experimentar e com isso, o caminho está livre para o visual merchandising', frisou, explicando que é toda e qualquer atividade desenvolvida no ponto de venda, buscando estimular os impulsos de compra dos consumidores.

 

Fonte: Fonte Folha do Mate
Créditos: Edemar Etges

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||