Confira o que foi destaque na sessão da Câmara de Vereadores de segunda-feira, 5

Publicado em 07/11/2018 às 19h07

CAMINHÓDROMO - As vereadoras Helena da Rosa (MDB) e Tata Haussen Oliveira (Rede Sustentabilidade) - que voltou à Câmara no lugar de Adelânio Ruppenthal (PSB), que está de licença - comentaram a respeito das obras do caminhódromo do Acesso Dona Leopoldina. Adeptas das atividades físicas, as duas ressaltaram a importância de mais um espaço para caminhadas em Venâncio Aires. 'Sabemos que ainda precisa de algum tempo para concluir a execução, mas já me sinto feliz por estar em andamento. Este era um desejo do ex-prefeito Almedo Dettenborn', disse Helena. Tata completou afirmando que o caminhódromo é 'um sonho realizado' e lembrando que, em breve, será inaugurada uma quadra de vôlei, em parceria com a comunidade do bairro Cidade Nova, e a pista atlética de Venâncio Aires.

ESPERANÇA - Ciro Fernandes (PSC) afirmou na tribuna que 'logo após a eleição de Jair Bolsonaro para a Presidência da República, a balança comercial deu boas respostas' e que o novo comandante representa 'esperança para os brasileiros'. Em relação a Eduardo Leite (PSDB), eleito para governar o Rio Grande do Sul, Fernandes ressaltou que Venâncio Aires pode ser um dos municípios-chave da administração tucana, 'em razão da proximidade do governador com o presidente local do partido, Vinícius Medeiros'. Em aparte, Tiago Quintana (PDT) disse que, com a confirmação do gaúcho Onyx Lorenzoni (DEM) para a Casa Civil do Governo Federal, 'é o momento de aprofundar a discussão acerca do regime de recuperação fiscal e também a questão das perdas da Lei Kandir'.

OBRAS - Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT) fez agradecimento ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos (SISP), Renato Gollmann, e suas equipes, por trabalhos realizados no Canto do Cedro. 'É um secretário que se esforça para atender os pedidos de todos, e a comunidade ficou muito feliz ao ver as estradas patroladas', declarou. Ela ainda comentou sobre o assunto das ambulâncias, que foi o principal assunto da sessão passada. 'Meu papel como vereadora é trazer à luz os problemas da nossa comunidade. Citei uma situação pessoal, mas que foi confirmada por várias outras pessoas. Se deu toda a repercussão que acompanhamos, é porque realmente era necessário falar sobre isso. Vou continuar fazendo o meu trabalho', comentou.

SINALEIRA - Certamente o vereador que mais insistiu na necessidade de instalação de uma sinaleira no trevo de acesso ao bairro Coronel Brito, na RSC-453, Sid Ferreira (PDT) declarou que está contente em ver o equipamento funcionando. De acordo com ele, 'vidas serão preservadas com o semáforo naquele local'. Ferreira completou dizendo que 'por muitas vezes, acham que o vereador não tem força alguma, mas esta é uma prova de que devemos levantar bandeiras e jamais desistir delas'. Aproveitando o assunto, pediu que as lombadas eletrônicas instaladas no acesso ao Coronel Brito seja transferidas para o acesso ao bairro Battisti. 'O prefeito Giovane Wickert já se manifestou neste sentido e fico muito feliz por isso, pois estamos tomando providências para melhorar a segurança na rodovia 453', concluiu.

DEFESA - Clécio Espíndola, o Galo (PTB), saiu em defesa do secretário de Saúde, Ramon Schwengber, que na sessão passada foi alvo de críticas dos vereadores Adelânio Ruppenthal (PSB) e Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT) no episódio da falta de ambulâncias. 'Tem gente que só saber reclamar. Eu quero parabenizar o secretário, que está fazendo muito com as poucas condições que tem. Quando as novas ambulâncias chegarem, quero ver se vão lembrar de elogiar o trabalho', provocou. Galo destacou que, 'às vezes, as coisas não acontecem no prazo previsto por conta da demora na licitação'.

TEMPORAL - Vários vereadores lamentaram a ocorrência do temporal, na semana passada, e pediram agilidade ao Município na elaboração do decreto de emergência, que pode viabilizar recursos do Estado e da União para a reconstrução de prédios e outras estruturas destruídas pela força da natureza. Nelsoir Battisti (PSD) lembrou que tem recebido ligações de produtores de tabaco para que ajude a intermediar emprego para os membros de famílias que perderam toda a sua produção. 'Em muitos casos, os produtores têm seguro, mas o valor não cobre os prejuízos. Vou pedir que as fumageiras contratem estas pessoas com prioridade e só dispensem elas nas últimas turmas da safra', sustentou.

PLEBISCITO - André Puthin (MDB) fez indicação ao Executivo para que altere a Lei Orgânica do Município, no sentido de prever na legislação a possibilidade de realização de plebiscitos, referendos e outras consultas públicas. A intenção dele é trazer para o debate a questão do feriado de aniversário de Venâncio Aires, hoje comemorado no dia 25 de julho. Puthin é favorável ao dia 11 de maio como data oficial. 'Penso que é oportuno delegar ao povo esta escolha', justificou.

BRASÍLIA - A presidente do Legislativo, Sandra Wagner (PSB), fez um relato de sua viagem a Brasília, na semana passada, na companhia do prefeito Giovane Wickert; da coordenadora da Central de Projetos, Marilini Petry; e dos secretários de Orçamento, Planejamento e Gestão e Habitação e Desenvolvimento Social, Jalila Stahl Böhm Heinemann e Arnildo Camara, respectivamente. Ela afirmou que 'temos muitos processos em andamento e é preciso acompanhar os trâmites para não perdermos recursos importantes'. Sandra disse que os projetos que tratam da construção de 400 apartamentos populares em Venâncio Aires estão cadastrados, mas que é muito difícil, neste momento, a autorização do Governo Federal, 'pois depende de questão orçamentária e estamos em fim de mandato'.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||