Cresce número de maus-tratos a animais

Publicado em 23/10/2018 às 09h01

As situações de maus-tratos envolvem falta de alimentação e água, bem como correntes curtasAs denúncias de maus-tratos a animais têm aumentado em Venâncio Aires ano após ano: as chamadas de ocorrências chegam, em média, a sete por semana. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, os números são significativamente superiores aos mesmos períodos de anos anteriores. A maioria das ocorrências é de casos que têm os cães como vítimas. Os outros se dividem entre diversos animais, com alguns casos mais comuns de maus-tratos de cavalos e gatos. Casos com aves são mais raros na cidade.

As situações de maus-tratos são diversas, como agressão; falta de alimentação e água; habitat inapropriado para a espécie e porte do animal; cães amarrados com corrente curta, em exposição permanente ao sol ou locais frios; abandono; e abuso de carga em tração de equinos. Em situações graves, os animais são retirados dos donos, examinados por veterinários e, posteriormente, levados para as feiras de adoção. Além disso, os infratores são autuados.

Segundo a fiscal do Meio Ambiente, Carin Gomes, todas as denúncias são atendidas, mas nem todos os casos viram alvo de autuação. A penalidade criminal é de três meses a um ano de detenção - que pode ter aumento de um sexto a um terço, se houver morte do animal - e o infrator pode ser multado em R$ 500 a R$ 3 mil por animal. Mas, indiferente do caso, todos passam a ser acompanhados pela fiscalização, além de serem também remetidos ao Ministério Público.

 

CONSCIÊNCIA

Carin cita ainda que o aumento das ocorrências não significa que os números de maus-tratos subiram, mas sim, cresceu o número de denúncias, em virtude da visibilidade e consciência que o tema ganhou na sociedade. Ela reforça que atualmente existe um canal de comunicação específico, o que facilita o processo.

A presidente da Organização Não Governamental (ONG) Amigo Bicho, Nais Elisete de Andrade, confirma que o serviço tem ganhado mais visibilidade, encorajando as pessoas a levarem a denúncia para a frente. Ela acrescenta que diariamente chegam, também, casos de maus-tratos ao conhecimento da entidade, a maioria por meio da fanpage da Amigo Bicho no Facebook.

Ainda é observado que ao serem denunciados, os proprietários dos bichos tendem a mudar a conduta, por saberem que existem pessoas atentas e sensíveis ao tema bem-estar animal.

 

COMO DENUNCIAR 

A maior parte das denúncias que chega à Secretaria Municipal de Meio Ambiente é feita de forma anônima. As denúncias precisam ser encaminhadas diretamente ao Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), por meio do aplicativo Fiscale. O aplicativo pode ser instalado gratuitamente no celular por meio do Google Play e da App Store. Também é possível fazer pessoalmente, no prédio da Prefeitura, ou pelo telefone (51) 3983-1000.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Cristiano Wildner

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||