Curso de Gestão Rural capacita e certifica jovens do interior

Publicado em 31/12/2018 às 17h50

Diplomados com os técnicos da Emater/RS e integrantes do ComderDurante o exercício de 2018, o escritório municipal da Emater/RS-Ascar trabalhou com jovens rurais dentro do tema ´Valorizando o jovem do campo`, em especial, com aqueles que solicitaram uma capacitação em Gestão Rural. Durante a cerimônia realizada na noite da quinta-feira, 20, no salão social do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Venâncio Aires, ocorreu o último encontro do ano, com a participação dos formandos e autoridades e foram entregues os certificados para aqueles concluíram o curso.

Na noite foi feita a apresentação para alguns integrantes do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (Comder), autoridades e jovens possíveis beneficiários do instrumento de parceria da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), o que vai envolver 200 famílias, onde 25% dos beneficiários são jovens, 50% mulheres e mais 25% homens responsáveis pelas famílias. Segundo o chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar e engenheiro agrônomo Vicente Fin, os jovens que foram assistidos durante este ano, também reivindicaram que fossem apresentadas atividades e culturas que possam ser trazidas para dentro das propriedades e que tenham viabilidade e interseção no mercado, ou seja, que tenham comercialização, com seus custos e investimentos e o retorno que elas podem trazer diante de um módulo mínimo que precisa ser introduzido. Com isso, na noite, foi falado sobre o feijão dentro da hipótese de comercialização via Cooperativa dos Produtores Rurais de Venâncio Aires (Cooprova) e feiras; produção de citros (laranja, bergamota, limão) além do pêssego; produção de tomate em cultivo protegido; bovinos de leite; e, a possibilidade de apicultura, tanto a criação de abelhas melíferas quanto meliponíneos. Fin observa que outros jovens solicitaram palestras sobre temas variados, como solos, por exemplo.

Fin adianta que em 2019 será dado continuidade naquelas áreas para as quais os jovens demonstrarem interesse por meios eletrônicos e na reunião que será realizada em março. 'Os extensionistas se disponibilizaram em aprofundar cada área e promover dias de campo se assim eles desejarem e outras ações', salienta.

 

PARCERIA

'O curso de Gestão Rural vem ao encontro de nossa necessidade e era um anseio nosso de trabalhar o jovem, enfim, escutá-lo para saber quais são as suas reivindicações, as suas necessidades para que a gente pudesse colocar em prática aquilo que ele pensa', frisa o secretário municipal de Agricultura André Kaufmann. Muitas vezes, continua ele, o jovem tem uma iniciativa, uma ideia e ela não é aceita pelo próprio pai. 'O trabalho da Emater permite que a família como um todo entenda a gestão rural e desde o ano passado, quando foi criado o Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural, o município está ajudando a fomentar o treinamento e a divulgação junto ao jovem no meio rural. Em 2019, o município continuará apoiando o programa se houver algum investimento, aquisição de algum equipamento. No que o município puder, será parceiro sim.'

 

SINDICATOS

Em 2018, o STR disponibilizou suas dependências para que a Emater/RS-Ascar desenvolvesse algumas etapas do curso. Para o presidente Claudio Fengler, ser parceiro do programa vem ao encontro da preocupação que a entidade sempre teve com o êxodo rural, principalmente dos jovens. 'Muitas vezes, não é só saber trabalhar e sim, também saber organizar a propriedade e ser um bom gestor talvez seja um caminho que ajude a proteger mais o jovem no interior', salienta. Fengler parabeniza a Emater/RS pela preocupação de manter o jovem na roça. 'É muito importante ver os jovens se formando e que assim possam levar este programa adiante e que eles sejam exemplo para aqueles que não participaram para que estes procurem técnicas e maneiras novas de trabalhar.'

'Penso que a iniciativa é oportuna, objetiva e concreta. Se sabe que a evasão do jovem do meio rural está ocorrendo e precisamos reverter esse quadro, e para tanto, esta e as próximas gerações necessitarão de conhecimentos em gestão e administração rural e, principalmente, a certeza de renda", afirma o presidente do Sindicato Rual de Venâncio Aires Ornélio Sausen. Ele confirma que a entidade sempre será parceira das ações que visam a permanência do jovem na atividade rural.

'O trabalho desenvolvido pela Emater/RS-Ascar também faz que o pai entenda a necessidade do filho ter a sua independência, ser ouvido dentro da propriedade'.
ANDRÉ KAUFMANN - Secretário municipal de Agricultura.

 

'Somos parceiros e todas às vezes que pudermos ajudar, estaremos à disposição e, com certeza, em 2019, novamente seremos parceiros, não somente cedendo o espaço, mas também, ajudar no que for preciso e estar do lado deles'. 
CLAUDIO FENGLER - Presidente do STR de Venâncio Aires

21 é o total de jovens rurais que foram diplomados no curso Gestão Rural.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Edemar Etges 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||