Dieta para as vacas aumenta produção e qualidade do leite

Publicado em 19/11/2018 às 08h16

 Tiago Frey está satisfeito com os resultados positivos que obtém com o uso da dieta do plantel leiteiroContando com uma área de 18,20 hectares, localizada na Linha 17 de Junho, a família Frey, formada pelo pai José Afonso, a mãe Elaine, o filho Tiago, sua esposa Janice e o neto Victor, no mês de fevereiro 2015, passou a investir com maior intensidade na produção de leite - é hoje a principal atividade. E, desde o mês de março do mesmo ano, a família adotou o sistema de dieta para as vacas e para isso, conta com as orientações do engenheiro agrícola do escritório municipal da Emater/RS-Ascar Diego Barden dos Santos.

Com a assistência de Santos, o conceito principal que a família adotou foi a produção baseada na disponibilização de pastagens em quantidade suficiente e qualidade adequada para atender as necessidades do rebanho. Assim, com as visitas periódicas do extensionista rural, foram implantadas práticas de manejo que possibilitaram o aumento da capacidade de produção da propriedade, com baixo custo. Melhoria das pastagens, piqueteamento, inseminação artificial, melhoramento genético, descarte de animais com baixo desempenho e criação mais adequada de terneiras e novilhas são as práticas adotadas que, juntamente com o controle do rebanho e o balanceamento nutricional do rebanho leiteiro, proporcionaram um aumento da produção com diminuição do custo. 'Se não tivéssemos adotado a dieta, com certeza, a nossa produção seria em torno de 40% menor', observa Tiago. Ele acrescenta que além da dieta, Santos orienta a família sobre a questão da sanidade animal do rebanho leiteiro, como a vacinação regular, principalmente contra a tuberculose e brucelose.

 

PREÇO

O preço de referência do leite recebido pelos produtores no mês de outubro no Rio Grande do Sul atingiu em média, R$ 1,141, com queda de 2,44% em relação ao valor consolidado de setembro. A expectativa do Conselho Estadual do Leite (Conseleite) é que o mercado e o consumo voltem a aquecer já no início de 2019.

O caso da família Frey é um pouco diferente e, por produzir um leite com qualidade superior em função do uso da dieta, recebe um valor maior pelo produto, que é adquirido pela Agroindústria Angnes, localizada na Linha 17 de Junho. Como vende diretamente para a agroindústria, Frey não é integrado, porém, isto não impede que ele modernize a sua produção e conta com uma sala de ordenha e um resfriador com capacidade de mil litros. Entre os projetos futuros, tenciona construir um galpão para abrigar as vacas e, para iniciar a construção, está esperando a Secretaria Municipal de Agricultura encerrar os serviços da terraplenagem do terreno.

'Graças à dieta que conseguimos aumentar a produção e vender o nosso produto por um preço melhor'.
TIAGO FREY - Produtor de leite.

28 - é o total de animais do plantel leiteiro da Família Frey.

20 - é o número de vacas em lactação no momento.

380 - é a produção diária de leite da Família Frey.

 

Publicação

Durante a última Expointer, a Emater/RS-Ascar lançou uma publicação que reúne textos de extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar nos quais são apresentadas 105 experiências de produção de leite, em 82 municípios de diferentes regiões do Rio Grande do Sul. Entre os casos de sucesso, está a família Frey e a família de Arno Hermes, de Vila Palanque.
A publicação pode ser acessada no seguinte endereço: http://www.emater.tche.br/site/arquivos_pdf/teses/Producao_leite_RS;pdf

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Edemar Etges

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||