Emei Osmar Puthin recebe crianças no Programa de Férias

Publicado em 08/01/2019 às 17h46

Ao longo do mês, brincar é a palavra de ordem na escola, que recebe alunos das 12 Emeis de Venâncio AiresA Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Osmar Armindo Puthin, no bairro Cruzeiro, é o endereço para 134 crianças, ao longo deste mês. Desde a quarta-feira da semana passada até 31 de janeiro, alunos cujos pais estão trabalhando, durante as férias coletivas das Emeis, participam do Programa de Férias. A iniciativa da Administração Municipal é realizada pelo segundo ano, em Venâncio Aires.

Diretora da escola durante o Programa de Férias, no turno da tarde, Luci Diane Posselt explica que, a maioria das crianças chegou à Emei ontem e a expectativa é de que até amanhã todos os inscritos já estejam participando do projeto. 'Em torno de 90% das crianças já estão aqui. São alunos de todas as 12 Emeis de Venâncio', comenta.

Para garantir o atendimento no mesmo horário que as escolas funcionam durante todo o ano - de segunda a sexta-feira, das 6h30min às 16h30min -, uma equipe de 56 profissionais, além dos diretores, atua na instituição.

A exemplo dos alunos, vindos de diferentes estabelecimentos de ensino, servidores de diferentes escolas integram a equipe de trabalho na Emei Osmar Puthin, ao longo de janeiro. 'São monitores e agentes escolares que trabalham para oferecer as atividades recreativas, as refeições para as crianças e realizar a limpeza da escola', explica Luci.

Ela ressalta que, durante o Programa de Férias, todas as atividades são recreativas. 'São brincadeiras na pracinha, brincadeiras de roda, contação de histórias, tudo o que é lazer, para que eles possam brincar e realmente estar de férias', enfatiza.

A diretora explica que as duas únicas rotinas do ano letivo mantidas são 'a hora do soninho' e a alimentação. Ao todo, são cinco refeições ao longo do dia: café da manhã, lanche, almoço e dois lanches à tarde.

 

Adaptação

Considerado uma alternativa às famílias que não têm com quem deixar os filhos, no período em que as Emeis estão fechadas, o Programa de Férias reúne crianças de diferentes escolas, em um local desconhecido para a maioria e com profissionais aos quais não estão acostumadas, o que exige um tempo de adaptação.

A monitora de educação infantil Marciele Pedroso, que atua pela primeira vez do programa, afirma que o afeto é a principal ferramenta para facilitar a adequação e tornar o momento agradável para as crianças. 'Algumas ficam encabulados, sentem falta dos pais, mas buscamos compensar com carinho, dando um colinho a elas e deixando que escolham os brinquedos e fiquem à vontade', diz.

 

Direito a férias

Para que os filhos participem do Programa de Férias, os pais precisam assinar um termo de responsabilidade, no qual informam que não podem tirar férias no mesmo período e se comprometem a oportunizar o período de 30 dias de descanso ao menor, quando desfrutar das suas férias. 

A medida busca garantir que seja cumprido o direito de convivência familiar e lazer, estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Famílias que não respeitarem o período de férias do aluno, ao longo do ano, perdem o direito de frequentar o Programa de Férias no ano seguinte.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos: Juliana Bencke 
Foto: Rosana Wessling 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||