Emendas parlamentares somam mais de R$ 7 milhões para Venâncio Aires em 2017 e 2018

Publicado em 05/10/2018 às 17h29

Confira as emendas Assessoria do prefeito Giovane Wickert (PSB) divulgou no início da semana relatório de emendas parlamentares destinadas por deputados e senadores para Venâncio Aires em 2017 e 2018, seus dois primeiros anos de Governo Municipal.

Em 2017, as emendas somaram R$ 3,696 milhões e, em 2018, R$ 3,465 milhões - um montante de R$ 7,161milhões. Fora estas emendas especificadas no quadro, a Capital Nacional do Chimarrão ainda foi contemplada com emendas da bancada gaúcha, onde município recebeu dois caminhões, por indicação dos deputados Heitor Schuch (PSB) e Sérgio Moraes (PTB); e um trator, por indicação dos deputados Giovani Cherini (PR) e João Derly (Rede).

 

Também por emenda de bancada, os deputados Sérgio Moraes (PTB), Heitor Schuch (PSB), Danrlei Hinterholz (PSD) e Pompeo de Matos (PDT) destinaram recursos para a área da segurança, no sistema de videomonitoramento e cercamento eletrônico.

Wickert, que retorna neste domingo da Suíça, onde participa da COP 8, em Genebra, ainda em tempo de votar, divulgou o relatório como agradecimento aos deputados que ajudaram Venâncio Aires a conquistar recursos federais para ás áreas da saúde, especialmente, mas também para obras e novos projetos.

 

Maiores valores 

Os deputados que mais destinaram recursos por emendas foram Sérgio Moraes (PTB), que não concorre à reeleição, cadeira que é pretendida pelo seu filho, Marcelo Moraes, hoje deputado estadual. Moares destinou, conforme o relatório do prefeito, R$ 2,087 milhões nestes dois anos. Danrlei Hinterholz (PSD) somou R$ R$ 1,564 milhão e Heitor Schuch (PSB), R$ 967 mil. São os três que mais destinaram recursos, entre os 14 deputados que destinaram emendas nestes dois anos, mais o senador Paulo Paim (PT), que destinou uma emenda de R$ 222 mil.

 

Articulação 

O prefeito também destaca o apoio fundamental de deputados em outras duas demandas importantes. Do deputado Alceu Moreira (MDB), no Teto de Média e Alta Complexidade (MAC) na Saúde, que aumentou em R$ 100 mil por mês - somando R$ 1,2 milhão ao ano -, e do deputado Heitor Schuch (PSB) na articulação do convênio com o Estado, no valor de R$ 4,2 milhões, para o asfalto de Linha Sapé.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Sérgio Klafke 
Foto: Diagramação / Folha do Mate

 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||