Estudantes de Venâncio Aires se destacam na Olimpíada Brasileira de Matemática

Publicado em 24/11/2017 às 15h27

Com dois bronzes e um ouro na olimpíada, Davi considera matemática uma disciplina fácil

Depois de dois bronzes consecutivos, o estudante Davi Giuliani Fin, 13 anos, arrematou uma medalha de ouro na 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. "Me esforcei para conseguir a prata, mas veio o ouro", diz ele, sem esconder a felicidade com o prêmio.

Assim como o estudante do 8º ano do Colégio Gaspar Silveira Martins - à época da prova, aluno da Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas -, outro venâncio-airense esbanja satisfação pelo desempenho na competição nacional.

Morador de São José da Travessa e estudante do 9º ano da Escola Estadual de Ensino Médio Frida Reckziegel, Matheus de Borba, 15 anos, conquistou medalha de prata na olimpíada. A premiação se soma ao bronze recebido em 2015. "Tenho facilidade em matemática. Gosto de coisas exatas, de números, de estudar", resume. 

Para o medalhista de ouro Davi, matemática é fácil e ficou ainda mais depois das aulas que realizou no Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) Venâncio Aires, como premiação da olimpíada no ano passado. "Aprendi muitas fórmulas e, como o tutor era muito bom, me ajudou a resolver questões mais complexas", afirma. 

Apesar da habilidade com os números, a matemática é a segunda opção de Davi, quando pensa no futuro. A primeira? Futebol. Para 2018, inclusive, ele projeta estar em outro município, ao encontro do sonho de jogar em um clube. 

Matheus também ainda não decidiu o caminho que pretende seguir - não descarta, por exemplo, a formação em artes cênicas. "São paixões bem diferentes", diz ele, que garante se interessar por todos os conteúdos trabalhados em sala de aula. "Gosto de tudo e gosto de ver as pessoas crescendo junto. Quando vejo que algum colega tem alguma dificuldade, busco ajudar, assim como também me ajudam."

Saiba mais
15 alunos de ensino fundamental e médio de Venâncio Aires vão receber menções honrosas da olimpíada de matemática, além de Davi, que conquistou uma das 200 medalhas de ouro distribuídas a estudantes de todo o país, e de Matheus, que garantiu uma das 500 medalhas de prata.

Menções honrosas
Ana Cláudia Vogel - Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas
Brenda Cemin da Cruz - Escola Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem
Laura Vitória Regert - Escola Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem
Matheus Endler Leandro - Escola Municipal de Ensino Fundamental Alfredo Scherer
Pedro Henrique Chiudini Landim - Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem
Vinícius Eduardo Almada Martins - Escola Municipal de Ensino Fundamental Alfredo Scherer
Gabriel Ertel - Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem
Vitória Luiza Camara - Escola Municipal de Ensino Fundamental Otto Gustavo Daniel Brands
Kellen Letícia Hoffmann - Escola Municipal de Ensino Fundamental Alfredo Scherer
Sabrina Schmitz Bublitz - Escola Estadual de Ensino Médio Monte das Tabocas 
Gustavo Henrique Viana - Escola Municipal de Ensino Fundamental Dois Irmãos
Nícolas Daniel Bugs - Escola Municipal de Ensino Fundamental José Duarte de Macedo
Matheus Eduardo Weber - Escola Municipal de Ensino Fundamental Dois Irmãos
Johannes Josué Raenke - IFSul Venâncio Aires
Aline Beatris Bohn - Escola Estadual de Ensino Médio Cônego Albino Juchem

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Juliana Bencke

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||