Folha do Mate apresenta Conselho de Educadores

Publicado em 24/10/2017 às 09h51

 Primeiro Conselho de Educadores foi apresentado no sábado, 21, na Folha do MateNada mais justo do que contar com professores para discutir, refletir e defender a educação, a bandeira que norteará as ações que serão desenvolvidas pela Folha do Mate pelos próximos cinco anos. Para auxiliar a empresa neste desafio - lançado no dia 6 de outubro, quando a empresa completou 45 anos - foi criado o primeiro Conselho de Educadores, formado por dez profissionais que representam o ensino público e particular de Venâncio Aires e também são assinantes do jornal.

O grupo foi oficialmente apresentado no sábado, 21, durante um Papo-Café realizado na sede da empresa jornalística e contou com a presença de lideranças locais e regionais ligadas à educação. 
Após a posse, os educadores participaram da primeira atividade oficial do conselho. Em grupos, os conselheiros desenvolveram uma dinâmica e definiram princípios para a educação. Com as diretrizes definidas, a proposta é que elas possam direcionar a forma de trabalho da empresa durante os próximos cinco anos, seja por meio de abordagens editoriais ou por meio de ações práticas, como os projetos sociais.

Parcerias e desafios
Durante os pronunciamentos do evento, a diretora comercial da Folha do Mate, Paula Carvalho, lembrou que, embora a Folha do Mate reforce o compromisso com a educação, para os próximos cinco anos, esse é um objetivo que a empresa traz desde a sua fundação, em 1972. 'É um compromisso que está no nosso DNA. A Folha quer estar sempre alinhada com os estudantes, com o que está sendo feito nas escolas', salientou, ao citar ações do caderno Na Pilha! e atividades do projeto Folheando - Incentivo à leitura em sala de aula. 'As escolas são muito parceiras da Folha do Mate, e queremos que sejam ainda mais. É fundamental que façamos este trabalho juntos.'
Secretária municipal de Educação, Joice Battisti Gassen também reforçou a importância da parceria entre Poder Público, instituições e comunidade. 'Todos os projetos só têm êxito se existe coletividade. Temos ideias diferentes, mas é só no coletivo que construímos, que fazemos as coisas acontecerem.'

Para o coordenador regional de Educação, Luiz Ricardo Pinho de Moura, é necessário que as escolas estabeleçam parcerias, como nas ações propostas pelo jornal. 'A escola não pode estar em um casulo. Precisamos abrir as portas e as janelas das escolas e firmar parcerias', defendeu.

Entre os desafios da educação, ele elencou a necessidade de as famílias se envolverem mais com os colégios, de se buscar uma educação mais igual e inclusiva e de melhorar a qualidade do ensino. 'Que os alunos possam, de fato, ter uma aprendizagem mais significativa', comentou.


PRINCÍPIOS PELA EDUCAÇÃO

Confira os seis princípios do Compromisso pela Educação definidos pelo Conselho de Educadores

1. Conscientizar a família sobre sua responsabilidade perante a educação.
2. Promover a igualdade de ensino, respeitando a identidade de cada instituição
3. Discutir a inclusão na educação
4. Debater métodos para estimular o estudante a se envolver com o ensino e permanecer na escola
5. Valorizar o profissional docente e trabalhar pela qualificação estrutural e pedagógica
6. Identificar e divulgar iniciativas educacionais positivas


Conheça os membros do Conselho de Educadores

Com o objetivo de reforçar seu compromisso com a Educação, a Folha do Mate se une a professores de Venâncio Aires, para ouvir sugestões, projetar matérias e pensar, em conjunto, formas de utilização do jornal em sala de aula. Formado por professores de diferentes áreas, da rede pública e privada, o Conselho de Educadores foi formado a partir de assinantes do diário, e terá vigência de um ano, quando será renovado. Conheça os conselheiros:

Jaqueline Inês Chaves
Tem 50 anos e é professora desde 1987. Já atuou na rede municipal e na estadual, na qual segue atualmente. Ministra aulas de Língua Portuguesa, Inglês e Artes do Núcleo Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Neeja) Cultura Popular (CP) Mario Quintana, na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva), é supervisora na Escola Estadual de Ensino Médio Crescer, e integrante da diretoria do 18º Núcleo do Centro de Professores do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers/Sindicato).

Marili Schonarth

Formada em Educação Física, possui pós-graduação em Supervisão Escolar e atua no magistério desde 1984. Aos 58 anos, Marili Maria Haas Schonarth trabalha na biblioteca da Escola Estadual de Ensino Fundamental Pedro Beno Bohn, de Vila Arlindo.

Virgínia Aurora Schuck

Aos 44 anos, Virgínia Aurora Schuck é professora de séries iniciais na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Professora Odila Rosa Scherer e na Sala de Recursos da Escola Estadual de Ensino Médio Crescer. Já são 22 anos na docência.

Elidiana Maria Busolli

Professora há 15 anos, Elidiana Maria Busolli atua na Sala de Recursos da Escola Estadual de Ensino Médio Sebastião Jubal Junqueira, de Vila Deodoro. Além de trabalhar com educação especial, já atuou com educação infantil e anos iniciais.

Andréia Haas

Coordenadora do campus da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) de Venâncio Aires, Andréia Haas, 39 anos, é formada em Direito, especialista em Direito Processual e Gestão Universitária, e também mestre em Direito.

Samuel Hübner

Formado em Letras Português/Inglês, Samuel Hübner possui especialização em Supervisão Escolar. Atua como supervisor escolar na Escola Alfredo Scherer e na Educação de Jovens e Adultos (EJA) na Escola Monte das Tabocas. Também é professor no Núcleo Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Neeja) Cultura Popular (CP) Mario Quintana, na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva).

Tiago Becker

Diretor do Colégio Gaspar Silveira Martins, Tiago Becker é graduado em Letras Português/Alemão. Também possui mestrado em Teologia e Educação, e atualmente conclui doutorado na mesma área.

Ariete Rodrigues da Rosa

Professora do ensino fundamental da Escola Dois Irmãos, Ariete Rodrigues da Rosa, 49 anos, possui graduação em Matemática - Licenciatura.

Karla Naue

Graduada em Matemática - Licenciatura, Karla Naue possui 20 anos de profissão. Diretora da Escola Estadual Brígida do Nascimento, possui também especialização em Educação Matemática, Gestão Escolar e Supervisão.

Patrícia Alexandra da Silva

Diretora da Escola de Educação Infantil Pingo de Gente, Patrícia Alexandra da Silva é graduada em Pedagogia - Educação Infantil e possui especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Atua há 20 anos na área, nove deses, em cargo de gestão.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Letícia Wacholz e Juliana Bencke 
Foto: Alvaro Pegoraro / Folha do Mate

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||