Francisco Afonso Specht e Gustavo Henrique Lermen agora são nomes de ruas no interior

Publicado em 17/10/2017 às 11h20

Na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 16, dois trechos de ruas na localidade de Vila Teresinha, receberam denominações. A pedido dos moradores da comunidade, os projetos de iniciativa do vereador Tiago Quintana (PDT), foram aprovados por unanimidade.

O trecho de aproximadamente 955 metros, que liga o município de Mato Leitão indo em direção a localidade de Linha Santana em Venâncio Aires, com início a leste com o perímetro urbano, nas proximidades do cemitério, e término a oeste no fim do perímetro urbano, nas proximidades do Posto de Saúde Municipal agora passa a se chamar Francisco Afonso Specht.

Já o trecho de sentido norte-sul que liga o município de Santa Clara do Sul indo em direção a localidade de Arroio Bonito em Venâncio Aires, com início ao norte na ponte sobre o Arroio Sampaio, divisa Venâncio Aires e Santa Clara do Sul, com extensão aproximada de 950 metros, e término ao sul no fim do perímetro urbano, agora passa a se chamar rua Gustavo Henrique Lermen.

Familiares dos dois homenageados prestigiaram a sessão.

Histórico de Francisco Afonso Specht

O professor de dupla cidadania alemã, nasceu em 19 de dezembro de 1930 em São Miguel, Santa Emília, interior de Venâncio. Filho de João Specht, imigrante alemão, e Rosa Finkler Specht, tinha sete irmãos. Os seus primeiros anos escolares foram na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Miguel, na comunidade de São Miguel, Santa Emília. Ingressou no Seminário seráfico São Francisco de Assis, em Taquari, onde cursou o ginásio e o científico. Saiu da Congregação quando estava no noviciado em Daltro Filho. Fez curso preparatório para ser professor e começou a lecionar na Escola de Arroio Bonito. Lecionou também em Pouso Novo.

Concursado pelo Estado, assumiu a direção da Escola de Linha Teresinha, onde lecionou por mais de trinta anos, e que pelo seu esforço se tornou ensino fundamental de 1ª a 8ª séries e passou a ser chamada de Escola Estadual de Ensino Fundamental Professora Helena Bohn. Nos anos 70 se aperfeiçoou e fez faculdade de Férias em Pedagogia em Bagé e Passo Fundo. Casou-se com Dalita Terezinha Henckes, teve três filhos, Elvio, Leonir e Sérgio, e dois netos, Wiliam e Thalyta. Em 1977 perdeu a esposa Dalita por problemas cardíacos. Casou-se novamente, em 1988 com Marlei Bertei.

Foi muito atuante na comunidade de Vila Teresinha. Idealizou e conseguiu os recursos para a  construção do novo prédio escolar, obteve recursos para perfuração do poço artesiano da escola e objetivou que o mesmo fosse usufruído pela comunidade, construindo uma rede hídrica comunitária. Atuante assíduo na AERT onde atuou como secretário e elaborou os estatutos da entidade vigentes até hoje. Colaborador incessante na construção do Ginásio de Esportes. Teve dedicação na Igreja, onde participava na doutrinação de jovens para comunhão e crisma, além de cursos para casais. Aposentou-se como professor, mesmo assim continuou ativo na comunidade.

Voltou a residir em Venâncio Aires na década de 2000, época em que também foi atuante na comunidade São Lucas. Tinha como hobby o canto coral, participou de três corais, Comunidade Santa Tereza, Coral de Mato Leitão e o Coral Venâncio em Canto. Gostava muito de futebol e era torcedor colorado. Atuou também como juiz de futebol em campeonatos da comunidade de Vila Teresinha. Faleceu em 22 de Maio de 2015, aos 84 anos de idade, em Venâncio Aires.

Histórico de Gustavo Henrique Lermen

Nascido em 28 de junho de 1910, em Picada Muller, interior de Lajeado, era filho de Gustavo Lermen e Catarina Muller, e casado com Maria Elfrida Algayer Lermen, com quem teve cinco filhos, Albado (in memória), Lauro, Cidonia, Cléria e Heitor, e avô de doze netos.
No ano de 1952, mudou-se com a família para Vila Teresinha, interior de Venâncio Aires, onde nasceu o último filho, Heitor. Adquiriram uma morada onde havia um salão de festas, onde aconteciam os bailes de Kerb e de carnaval, também era açougue e funcionava como pousada para viajantes pernoitarem e hospedava professoras de Taquari, que lecionavam na escola.

Na comunidade, Gustavo e a família foram de grande ajuda na instalação da rede de energia elétrica, serviam almoço para mais de cinquenta pessoas que trabalhavam na instalação. Era proprietário da área de terras onde hoje é o campo de futebol da AERT, sua vontade era de doar o espaço, mas a comunidade por medo de complicações futuras, preferiu adquirir por meio de compra, Lermen então, solicitou um valor simbólico. Era o proprietário da sede da comunidade, fez parte da sociedade do bolão Flor de Maio e associação de damas e cavalheiros em Teresinha.

Faleceu em 26 de junho de 1973, aos 66 anos de idade, no município de Venâncio Aires.

 

Fonte: AI Câmara Municipal de Venâncio Aires
Créditos: Vanessa Behling

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||