IFSul trabalha em busca de recursos para assistência estudantil

Publicado em 27/07/2018 às 14h41

Neste segundo semestre, pagamento está garantido apenas alunos que já recebem o auxílio, já que não há recursos suficiente para novos beneficiáriosCom R$ 300 mil a menos no orçamento da assistência estudantil, para 2018, o Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) campus Venâncio Aires tem buscado formas de garantir o pagamento do auxílio para custeio de transporte e alimentação dos estudantes.

Segundo a assistente social Luciane da Silva Conrad, pela primeira vez, o campus encara a situação de cortes na assistência estudantil e, por isso, parte dos alunos que se enquadram nos requisitos socioeconômicos e têm direito ao auxílio está sem receber o valor mensal. 'Além de não ter tido reajuste no valor do auxílio, recebemos R$ 300 mil a menos do que o previsto', afirma.

Uma das alternativas que tem sido estudada é realocar sobras de recursos da assistência estudantil de outros campus do instituto para as unidades onde há demanda reprimida. No início do ano, após edital de acesso aos benefícios, 98 famílias tiveram suas solicitações deferidas no IFSul Venâncio Aires, mas nem todos os estudantes com o benefício aprovado receberam o auxílio, no primeiro semestre, por conta do orçamento reduzido.

Luciane explica que, atualmente, a lista de espera é de 64 alunos, mas com a formatura de alguns alunos que recebiam o auxílio e o redirecionamento dos recursos, a previsão é de que o número de estudantes à espera da assistência seja reduzido para 44. 'Acreditamos que eles também serão contemplados, a partir do que for definido com os outros campus', adianta Luciane.

Ela pondera, entretanto, que não haverá recurso para pagamento de benefícios para novos estudantes, neste segundo semestre. 'Abriremos o edital da mesma forma, para levantamento da demanda, mas não será possível garantir pagamento a novos alunos', esclarece.

Para a assistente social, a situação é considerada preocupante, principalmente, pela localização do campus - o que gera custos de deslocamento e de alimentação, já que, em alguns dias, os alunos permanecem mais de um turno no instituto. 'É um direito que os estudantes que se encaixam nos requisitos têm a receber. É uma contribuição para que eles consigam realizar o curso, permaneçam estudando', explica.

>> 261 é o número de estudantes do IFSul que estão recebendo recursos da assistência estudantil. Além disso, outros 44 tiveram o benefício aprovado no primeiro semestre, mas ainda aguardam o recurso.

 

Entenda

A assistência estudantil prevê auxílio de R$ 200 mensais para alimentação e de até R$ 300 para transporte, de acordo com o trajeto entre a casa do aluno e o instituto. O benefício é voltado a estudantes de famílias com renda de até um salário mínimo per capita, e a bolsa é concedida a partir de uma avaliação socioeconômica.

Em maio, após realização de um abaixo-assinado, o assunto foi levado à Câmara de Vereadores, que encaminhou moção de apelo ao Ministério da Educação, buscando garantir os recursos.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Juliana Bencke

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||