Incentivo aos sonhos e à continuidade dos estudos

Publicado em 19/11/2018 às 08h22

Curso representa retomada dos estudos, para a maioria das estudantesMulheres de diferentes idades, com sonhos e realidades distintas se encontram, três noites por semana, em um projeto que leva, no nome, a grandeza do seu potencial: Mulheres Mil. Desde 10 de setembro, moradoras de diferentes bairros de Venâncio Aires participam do curso de Vendedora, oferecido pelo Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul) - uma capacitação profissional de 160 horas focada, também, na formação cidadã. 

Uma das 22 alunas da turma, Alexsandra Isabel Conceição, 30 anos, tem certeza de que já não é a mesma, desde que começou a frequentar as aulas. 'É o legítimo curso para a gente se mover', define. 'É um curso que motiva a gente, um aprendizado o tempo todo. Comecei a ver as coisas diferente e me relaciono melhor com a família', conta. 

Além dos conteúdos técnicos de formação profissional, uma série de assuntos relacionados à cidadania, saúde e aos direitos da mulher integram as aulas, ministradas por servidores do IFSul. A turma é formada, na maioria, por alunas encaminhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), além de moradoras de comunidades próximas do campus. 

'É um curso que prepara para o mercado de trabalho, mas que aborda diversas outras questões sociais, culturais e de elevação de escolaridade. Muitas alunas não tiveram acesso à educação em outros momentos e hoje encontraram uma maneira de volta a estudar', destaca a coordenadora do projeto, Giselle Schweickardt. 

Segundo ela, o incentivo para seguir os estudos e melhorar a realidade na qual as mulheres vivem é um dos pontos principais do curso. 'Uma grande mudança não acontece de uma hora para outra, mas é um incentivo, um primeiro passo para que elas dêem um novo rumo para a vida. Tudo o que aprendem aqui, podem replicar nas suas famílias e comunidades', considera.

 

Autonomia 

O professor de Técnicas de Vendas, Jean Marcos da Silva, explica que o curso busca formar profissionais não apenas para atuar em estabelecimentos comerciais, mas que também possam trabalhar de forma autônoma. 'Consideramos que boa parte das alunas já pratica venda direta, seja na venda de cosméticos, joias ou roupas. Partimos desse princípio e buscamos uma abordagem mais geral', explica. 

Empreendedorismo, formas de calcular lucros e métodos de abordagem dos clientes são alguns dos aspectos trabalhados do curso. 'Aprendemos como nos colocar no lugar do consumidor', comenta Ana Carolina Haacke, 21 anos.

'Além da preparação para o mercado de trabalho, é um curso que preza a formação cidadã e a inclusão social. Mais do que ter um diploma, as alunas estão criando relações de amizade, aprendendo sobre direitos da mulher e conhecendo uma instituição pública que também é delas.'
GISELLE SCHWEICKARDT - Coordenadora do projeto


Histórias e sonhos inspiradores

Não é preciso muito tempo de conversa com as participantes do projeto Mulheres Mil para notar o quanto o curso incentiva a autoestima e as estimula a correrem atrás dos sonhos. Exemplos de como as aulas, em pouco mais de dois meses, já fazem a diferença na vida delas, se multiplicam em depoimentos emocionados e cheios de brilho no olhar. 'Quem está no fundo poço, levanta', garante Suzana Manica da Luz, 49 anos.

Eloísa da Silva, 32 anos, se sentiu tão bem em estudar no instituto federal que já se inscreveu para cursar o ensino médio integrado ao técnico em Secretariado, pelo Proeja, também no IFSul. 'Tinha uma imagem de que estudar no IFSul não era para mim, que não me encaixava, mas vi que é para todo mundo. Fiquei quase 15 anos fora da sala de aula e voltei agora. Quando a gente começa, não para mais', define. 'Não estão apenas nos ensinando, mas mostrando que somos capazes.'

Bianca Ferreira, 27 anos, por sua vez, decidiu que quer ingressar no ensino superior e estudar Pedagogia. 'É maravilhoso estar nesse lugar aprendendo com professores tão bons', elogia. Aluna mais velha da turma, dona Santina Facchi, 72 anos, é outro exemplo de persistência. Depois de participar de uma turma do Mulheres Mil em 2015, voltou para 'reforçar o estudo'. 'Quanto mais estudar e mais aprender, melhor. Nunca é demais', defende.

 

SOBRE O CURSO

1 O curso Mulheres Mil de Vendedora é uma capacitação de Formação Inicial Continuada (FIC) oferecida pelo IFSul. 

2 Diferentemente das outras seis edições do programa Mulheres Mil, quando o curso era financiado pelo Governo Federal, desta vez, o próprio IFSul lançou o edital Ana Terra, para os campus interessados em oferecerem cursos profissionalizantes com a mesma metologia do programa Mulheres Mil. 

3 'Agora, é um curso realizado com recursos próprios do IFSul, mas continuamos usando o mesmo nome em Venâncio Aires, pois já é um curso conhecido na cidade', explica a coordenadora Giselle Schweickardt. 

4 Além dos conteúdos relacionados às vendas, temas como direitos da mulher, segurança, saúde, informática, empreendedorismo e Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) também são abordados ao longo do curso. Representantes da área de segurança pública e do Poder Judiciário de Venâncio Aires participaram de bate-papo com as estudantes. 

5 O curso deve se encerrar em 11 de dezembro.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Juliana Bencke

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||