Mais de 450 venâncio-airenses já se inscreveram no CNH Social

Publicado em 21/11/2013 às 17h30

Até o dia 29 deste mês, estão abertas as inscrições para interessados em tirar Carteira Nacional de Habilitação via projeto CNH Social, por meio dos Centros de Formação de Condutores. O edital  do governo do estado garantirá o benefício a sete mil gaúchos, que podem pleitear primeira habilitação, adição de nova modalidade (carro ou motocicleta) e troca de categoria (para as C, D, ou E) sem custos. O cadastro, que fica aberto por mais nove dias, terá o sorteio realizado em 11 de dezembro.

Segundo a diretora de ensino do CFC Venâncio Aires, Carla Ruppenthal, as pessoas beneficiadas pelo programa, estarão isentas do pagamento de todas as taxas para os serviços de habilitação, dos exames médicos e psicológicos, do curso teórico-técnico, do curso prático de direção veicular e locação de veículos, e também dos exames teórico e prático.
Candidatos reprovados nos exames poderão refazê-los uma única vez, sem ônus, garantido um acréscimo de oito aulas práticas aos reprovados no exame prático.

A CNH Social é uma política pública de ação afirmativa, que busca a inclusão dessa parcela da população que não tinha a oportunidade de se habilitar, especialmente as mulheres, que hoje representam não mais do que 2% dos condutores habilitados nas categorias C, D e E. Além disso, em Venâncio Aires, nos dois CFC'S, mais de 450 pessoas já se habilitaram para participar do sorteio da CNH Social. 300 no CFC Venancio Aires e 150 no CFC Central.

A expectativa é de que o número de interessados em concorrer à CNH Social em Venâncio Aires, chegue, ate o dia 29, a 600 habilitados. Para se inscrever, o candidato deve dirigir-se a um dos 274 Centros de Formação de Condutores do Estado. Em Venancio Aires, o CFC Venâncio Aires fica junto à rua 7 de Setembro, e o CFC Central, fica na Júlio de Castilhos.

É necessário preencher os requisitos para a categoria de habilitação pretendida, comprovar residência no Estado há pelo menos dois anos, ter renda familiar mensal de até três salários mínimos ou estar desempregado há mais de dois anos, ter renda inferior a dois salários mínimos, e estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

 

Fonte: Portal RVA

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwR|left show tsN fwR|c05|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd c05|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|||