Moradora de Linha Travessa, Clotildes comemora, nesta quinta-feira, 107 anos

Publicado em 16/11/2018 às 09h32

arte da família e amigos comemoravam o aniversário de Clotildes em um restauranteQuando Clotildes dos Santos Felipe nasceu, o Brasil República comemorava exatos 22 anos e era comandado pelo presidente Hermes da Fonseca. No Rio Grande do Sul, as rédeas estavam a cargo do então governador Carlos Barbosa e, na jovem Venâncio Aires e seus recentes 20 anos de emancipação, o comando era do intendente municipal, Coronel Thomaz Pereira.

Para quem associou nomes e datas, remeteu corretamente à história de 107 anos atrás. Foi no dia 15 de novembro de 1911 que dona Clotildes nasceu. Ontem, feriado nacional, parte da família e amigos se reuniram em um restaurante de Venâncio Aires para comemorar essa trajetória. 

Após o parabéns com direito e bolo e vela, a centenária conversou com a reportagem. Feliz com a presença de tanta gente e com a experiência de tantos anos vividos, Clotildes acha que não tem o direito de pedir mais nada. 'O que Deus fizer pra mim, tá bom. Tá joia. É alegria.'

Curiosamente a ela, que viveu quase todo o século XX com as transformações políticas do Brasil, todas as Copas do Mundo, a 2ª Guerra Mundial e a era tecnológica, não falta serenidade para afirmar que o mais importante sempre esteve dentro de casa. 'Todos sempre foram bons pra mim. É o que mais dou valor. Sempre tive o amor da minha família.'

Ao lado de uma das bisnetas mais jovens, Geovana Mares Felipe, 13 anos, Clotildes prefere não dar conselhos aos descendentes, só deseja que eles tenham saúde. Quanto à Geovana, que nasceu em 2005, a pouca idade não a impede de admirar a bisa centenária. 'Ela é uma batalhadora e chegar até aqui, com toda essa saúde, é um orgulho pra gente.'

 

Mensagem especial 

Nair Maria Fochesatto veio especialmente do Paraná para Venâncio Aires. Amiga da família da dona Clotildes, ela revelou à reportagem um momento especial durante o almoço de aniversário da centenária. 'Fui até uma mesa onde estava uma turma de jovens e perguntei o que eles achavam disso, de chegar a 107 anos com essa vitalidade.'

Em um primeiro momento, Nair ficou sem resposta, mas ela veio depois, pelas mãos de um garçom. 'Ele me entregou um guardanapo que aquela turma deixou com uma mensagem especial.' No bilhete improvisado, alguém escreveu: 'Êxodo 20:12.' Segundo Nair, é um versículo bíblico que diz 'Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.'

 

Dados 

1 O RG de Clotildes dos Santos Felipe indica que ela nasceu em Barros Cassal. Mas, em 1911, o município ainda pertencia a Soledade. Os pais dela se chamavam Antônio e Joaquina.

2 A centenária teve dois casamentos, que resultaram em sete filhos, 34 netos, 46 bisnetos e um tataraneto.

3 Atualmente, mora em Linha Travessa, interior de Venâncio, com a filha Maria.

4 Gosta de música, tem um violão e diz, modesta: 'Ainda mexo nas cordas.'

5 Com 107 anos, se não é a mais velha morando em Venâncio, Clotildes dos Santos Felipe está, com certeza, entre as mais longevas do município.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Débora Kist

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||