Município garante que crianças do raio de luz terão atendimento

Publicado em 19/11/2018 às 07h51

Após informar a possibilidade de encerramento das atividades do Centro Social Raio de Luz, no bairro Coronel Brito, o Governo Municipal garante que as crianças, adolescentes e jovens atendidos pelo espaço não serão desassistidos. Isso porque, a proposta é de encaminhar os serviços para melhoramento dos atendimentos do CRAS do bairro Battisti, e também a ampliação dos acolhimentos realizados pela ONG Paresp, no bairro Morsch. O valor economizado com o encerramento de atividades permitirá ampliar os atendimentos em outras áreas da assistência social.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, José Arnildo Camara (PTB), a atual estrutura do Centro Social também não está de acordo com a legislação, por isso, o Município estudou possibilidades de melhorias em outros pontos de atendimento dentro da área de assistência social. “Não queremos prejudicar ninguém, o que estamos fazendo é um remanejamento de espaços já contemplados e que terão melhorias de atendimentos e mais recursos para ampliar os serviços.”

Segundo levantamento da pasta municipal, participaram das atividades do Centro Social Raio de Luz ao longo do mês de setembro 40 crianças. Porém, os números sofrem constantes mudanças ao longo dos meses, já que a participação das atividades são livres. “Há períodos em que 12, 10 crianças participaram das oficinas no mês. Por isso estamos projetando as mudanças,” argumenta.

O Município também garantirá transporte para as crianças dos bairros que atualmente utilizam os serviços do Raio de Luz. O chefe da pasta lembra que os atendimentos da Paresp contemplam cerca de 70% de alunos que moram nos bairros Brands, Battisti e Coronel Brito.

 

ENTENDA

No último dia 06 de novembro o prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert (PSB) confirmou que o espaço estava sendo revisto. Além da necessidade de investimentos, a Casa de Passagem, ao lado, precisa ampliar as suas acomodações. O local é mantido pelo Comitê da Ação da Cidadania, Contra a Fome a Miséria e pela Vida de Venâncio Aires. A casa acolhe 17 crianças e adolescentes atualmente. Com a necessidade de ampliação da unidade de assistência, a entidade mantenedora solicitou o prédio do Centro Social para ampliar os atendimentos.

O processo de análise foi iniciado ainda em julho, após reunião com o prefeito e o presidente do Comitê, Fernando Heissler. O assunto ainda está em tramitação jurídica e se aprovado será efetivado em 2019. “Estamos trabalhando para melhorar a gestão, as crianças que serão atendidas na Paresp ou no Cras terão novos serviços, mais possibilidades e atividades educacionais,” finaliza Camara.

 

Fonte: Olá Jornal 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||