Nelsoir Battisti confirma que vai para a Câmara de Vereadores em 2019

Publicado em 07/05/2018 às 14h16

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Nelsoir Battisti, confirmou esta semana que vai assumir sua cadeira na Câmara de Vereadores de Venâncio Aires no próximo ano. A justificativa, de acordo com ele, é a necessidade de adquirir experiência legislativa, uma vez que ele não esconde a vontade de ser presidente da Casa em 2020, último ano da atual legislatura. Segundo acordo firmado entre partidos da base do governo, que hoje contam com 12 votos, os presidentes da Câmara serão Gilberto dos Santos (PTB), Sandra Wagner (PSB), Eduardo Kappel (Progressistas) e Nelsoir Battisti (PSD).

Os planos de Battisti, no entanto, podem ser 'esfriados' pelo colega de partido, Zé da Rosa, que vem manifestando a intenção de ser presidente e elegendo como critério os votos recebidos nas urnas em 2016. Zé da Rosa, atual segundo secretário da Mesa Diretora do Legislativo, obteve 813 votos, ante 776 de Battisti. 'O acordo que se tem é isso mesmo que tem saído no jornal, mas eu estou tranquilo e disposto a dialogar. Chegamos a tratar de presidência depois da eleição e, naquela oportunidade, o Zé disse que não queria o cargo. Por isso, desde lá eu tenho demonstrado interesse. Respeito o Zé e vamos resolver isso sem problemas. Para falar a verdade, ele tem preferência, se quiser meu voto é dele', disse Battisti.

TATA FORA - A chegada de Nelsoir Battisti à Câmara no próximo ano resultará na saída de Tata Haussen Oliveira (Rede Sustentabilidade), primeira suplente da coligação PSB/PSD/PRB/Rede/PRP e que assumiu a vaga quando Battisti foi para o Executivo. Embora admita que está cada vez mais inserida no meio político e entenda que seu trabalho precisa ter continuidade, Tata afirmou que sabe que 'isso poderá acontecer a qualquer momento', mas que pensou que deixaria a Casa somente no último ano. 'Nós não falamos oficialmente sobre isso, entretanto estou tranquila e vou aproveitar o tempo que tiver à disposição', declarou.

A parlamentar reforçou que 'a cadeira é dele' e não descartou a hipótese de assumir uma função no Executivo, se for convidada pelo prefeito Giovane Wickert. 'Penso que a minha caminhada política está consolidada e deve continuar. Só não abro mão de conciliar com minha academia e a tutoria da Uninter', destacou. Tata também elogiou Nelsoir Battisti, afirmando que 'ele foi uma grata surpresa e tem tido visibilidade pelos grandes projetos que conduziu até aqui, com o novo Distrito Industrial, por exemplo'.,

 

Wickert: 'Só sai se quiser'

Ao comentar a possibilidade de Nelsoir Battisti deixar o Desenvolvimento Econômico e Turismo, o prefeito Giovane Wickert foi enfático: 'Só sai se quiser'. De acordo com o chefe do Executivo, ele tem sido peça fundamental no primeiro escalão da Administração e não seria interessante perdê-lo. Wickert admitiu, no entanto, que sabe das pretensões políticas de Battisti: 'Ele tem o desejo de ser presidente da Câmara'.

O prefeito garantiu, porém, que o assunto não é tratado como prioridade neste momento. 'A gente tem uma série de outras situações para encaminhar e resolver. Este é um tema que pode ser tratado com tempo, sem pressa. Vamos construir isso juntos', comentou. Wickert disse ainda que não existe preocupação em procurar logo um substituto e informou que não necessariamente a secretaria seja ocupada por representante do PSD. 'Nós não loteamos os cargos. Optamos por técnicos, políticos, a questão do gênero. O equilíbrio que buscamos já foi atingido, mas a secretaria é da Administração', concluiu o prefeito.

'Fui eleito, por vezes sou cobrado para assumir como vereador e quero ter esta experiência. Sobre a presidência, é algo que também tenho interesse, mas vamos resolver com diálogo e tranquilidade.'

NELSOIR BATTISTI
Secretário municipal

'Ele já nos comentou sobre as intenções futuras, mas sempre colocamos o quadro de importância dele para a Administração, pois está à frente de várias ações fundamentais para o Executivo.'

GIOVANE WICKERT
Prefeito de Venâncio Aires

'O combinado é que ele vai no último ano, mas talvez tenha mudado de ideia, e isso é perfeitamente compreensível. Política é assim, e a gente sabe que as coisas podem mudar a qualquer momento.'

TATA HAUSSEN
Vereadora da Rede

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||