Obras e evangelização da paróquia em dois anos somam mais de R$ 800 mil

Publicado em 04/11/2017 às 12h18

Troca do telhado consistiu na primeira parte das obras da igreja matrizNos últimos anos, a Paróquia São Sebastião Mártir investiu na estrutura física como melhorias na igreja, no pavilhão de eventos e no Centro de Evangelização, porém, nunca deixou de lado o foco principal que é a evangelização.

'A missão primeira da Igreja é evangelizar, ela existe para isto. É o próprio Cristo que pede: ´Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espirito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que ordenei a vocês`. (Mt 28,19-20). 'Todo o esforço da Igreja é para cumprir fielmente esta missão', salienta o pároco João Alberto Konzen, ao falar dos investimentos efetuados pela Paróquia São Sebastião Mártir, tanto na estrutura física quanto na evangelização nos últimos anos.

O padre Beto acentua que toda a estrutura de Igreja, seja o templo, funcionários, veículos, pavilhões, ou seja, tudo o que ela tem, está a serviço da evangelização. Neste sentido, a paróquia investiu na evangelização, no curso de ministros, elevando de 60 para 90 o número, assumindo todo o curso de formação dos ministros. Está em andamento o Curso de Teologia, que é em nível de faculdade, promovido a cada dois anos e agora está na metade do segundo curso. Foi promovido o curso comarcal de catequistas, há o projeto de música que nunca foi interrompido nos últimos seis anos e foram investidos mais de R$ 130 mil somente da paróquia, mais R$ 130 mil de contrapartida das comunidades que têm alunos no projeto. 'Não paramos nenhuma das obras de evangelização. Pastoral da Juventude (vinda da Cruz Mundial da Juventude, Jornada Mundial da Juventude com o papa, acampamentos, retiros) e das demais pastorais, serviços e movimentos. 'Também investimos muito no setor litúrgico como as imagens dos santos na igreja, formação litúrgica, restauração dos vasos sagrados, vestes litúrgicas, ambiente litúrgico, enfim, tudo o que compõe a dimensão celebrativa da Igreja', salienta.

Comunidades
Por outro lado, continua o pároco, a Paróquia São Sebastião Mártir tem consciência de que ela é uma rede de comunidades, composta de 32 comunidades, e tem mais quatro lugares de celebrações que não são comunidades. Dentro destas 32 comunidades houve a ajuda por parte da paróquia para diversas delas, principalmente, o apoio financeiro para as suas obras. 'É uma caminhada que se faz olhando como podemos crescer como família e como Igreja, nos fortalecendo juntos, em qualquer bairro e no interior, ou no centro, é a presença da Igreja Católica. Temos consciência que somos uma Igreja organizada em 32 comunidades, com suas pastorais, serviços e movimentos, e, dentro disso, são mais de 600 lideranças que atuam e servem a Deus, com total gratuidade e amor. Quando falamos em Igreja Católica em Venâncio Aires, falamos de tudo isso, e buscamos mantê-la a pleno vapor', pontua.

Conselho Administrativo
Com base neste trabalho principalmente nos dois últimos anos, foi reeleito durante o mês de outubro, para mais dois anos, o atual Conselho Paroquial de Administração, que tem como presidente, o casal Elmo e Ivone Fengler. O padre Beto observa que a partir de uma revisão do Regimento Padrão das Paróquias, aprovado em 2011, em que o Conselho Comunitário e o Paroquial tem o direito a uma reeleição por um período de dois anos, desde que o conselho queira e haja um voto de aprovação para esta reeleição. 'O nosso conselho paroquial está fazendo uma bela caminhada e está disposto a dar continuidade ao serviço. Por isso, ocorreu a reeleição', frisa, acrescentando que tem os dois próximos anos para continuar o projeto que está em andamento e dos outros que ainda faltam. Um deles é onde está o maior investimento em termos de estrutura dos dois últimos anos, que é a obra da igreja matriz São Sebastião Mártir. 'Está se olhando com carinho esta parte e o foco para os próximos dois anos ainda permanecerá na igreja matriz, onde já está definido que a Festa de São Sebastião Mártir de 2018, terá este investimento maior, concluir as obras da igreja, e de outro lado manter a evangelização como missão primeira.'

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Edemar Etges / Folha do Mate

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||