Paróquia conta com serviço de pastoral do seminarista Giovane Gonçalves

Publicado em 02/06/2018 às 17h56

Giovane Gonçalves atuará de forma mais direta com a comunidade do bairro BrandsDesde o início do mês de março último, a Paróquia São Sebastião Mártir conta a presença do seminarista Giovane Gonçalves, que colabora no serviços e obra da evangelização. Ele está ordinariamente presente no segundo e quarto final de semana de cada mês, além de realizar ajudas pontuais. Giovane é natural do município de Putinga, RS, da Paróquia Nossa Senhora da Purificação e atualmente está no seminário de Viamão, cursando o terceiro ano de Teologia.

Ao falar sobre a escolha da paróquia de Venâncio Aires para desenvolver este trabalho, Giovane afirma que isto não dependeu dele e, sim, da equipe de formadores da Diocese de Santa Cruz do Sul e durante as conversas que teve com os padres João Alberto Konzen e Aldo da Silveira, e com o diácono Rodrigo Eduardo Hillesheim (ele foi ordenado sacerdote na noite de ontem). 'Os formadores acharam por bem que eu viesse para cá e ajudar aqui', frisa. Giovane acrescenta que trabalhou na paróquia do município de Cruzeiro do Sul até o fim o ano passado. 'Como encerrei as atividades lá, precisava de uma nova paróquia e os formadores acharam por bem que eu trabalhasse na paróquia local.'

 

TRABALHO

Ao falar do seu trabalho pastoral, Giovane coloca que uma das ações consiste em acompanhar a juventude e os diversos grupos de jovens da paróquia, com o objetivo de animar, fortalecer e articulá-los. E, ainda, ajudar a fomentar a comunidade São João Batista do bairro Brands, auxiliando nas visitas às famílias, nas celebrações, na equipe de liturgia e no que for preciso.

 

RECEPTICIDADE

Sobre a acolhida que teve quando iniciou seu trabalho, Giovane salienta que até o momento, se considera muito bem acolhido aqui na paróquia, pelos padres, lideranças e comunidades. 'Já conhecia o povo de Venâncio Aires e sempre o achei muito acolhedor. E este acolhimento me ajuda, me fortalece na minha vocação e é um pouco do intuito destas atividades pastorais que viemos para conhecer o povo da diocese e acompanhá-lo e para sermos presença e nos fortalecermos na vocação junto com o povo', pontua.

 

CONTINUIDADE

A princípio, Giovane vai atuar na paróquia local até o final deste ano e, se houver a possibilidade, ele afirma que pretende continuar trabalhando também em 2019. 'Gosto muito do povo e das lideranças daqui. Se eu tiver a oportunidade, continuarei aqui e já falei para os padres Beto e Aldo e para o Rodrigo, que nós também formamos uma comunidade'.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Edemar Etges

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||