Pegar ônibus fora da rodoviária está mais barato

Publicado em 15/11/2017 às 11h42

Enquanto diversos produtos aumentam de preço, a boa notícia é que as passagens de ônibus intermunicipais estão mais baratas para quem pegar o transporte coletivo fora da rodoviária. A redução é de 11% e começou a valer na segunda-feira.

Essa queda no preço atende uma medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) expedida em agosto deste ano. Todas as cidades do Rio Grande do Sul foram beneficiadas, já que o TCE tem foco na modalidade comum. Nos 11% pagos por quem pega o ônibus na rodoviária estão incluídas as despesas para manter a infraestrutura do local e custear os serviços. No entanto, o Departamento Autônomo de Estrada de Rodagem (Daer) entende que as pessoas que não pegam o transporte na rodoviária não fazem uso desses serviços e, em função disso, não é necessário elas pagarem esse percentual.

Diferença de preços
Conforme o que foi verificado pela reportagem, quem pega ônibus da empresa Stadtbus na rodoviária de Venâncio Aires para se deslocar até Santa Cruz do Sul, por exemplo, tem um custo de R$ 6,35. Já quem pega o ônibus fora da rodoviária paga R$ 5,75, desde segunda-feira.

Segundo o auxiliar administrativo da Stadtbus, Arlei Pranke, não é apenas a rodoviária que deixa de lucrar com a redução no preço da passagem, já que, com isso, muitas pessoas irão se deslocar até uma parada mais próxima. Para ele, a própria empresa também sai em desvantagem, pois, antes da medida entrar em vigor, independente se o usuário do transporte pegava ônibus na rodoviária ou em outra parada, o percentual 11% era cobrado da mesma forma. Agora, a empresa é obrigada a reduzir o valor de acordo com o local em que o passageiro pegar o ônibus.

A perda torna-se significativa, de acordo com Pranke, porque, em média, 90% dos passageiros da Stadtbus pegam ônibus fora da rodoviária. 'Mas o Daer acredita que o passageiro que não pega ônibus na rodoviária está sendo lesado quando paga os 11% por um serviço que ele não utiliza', comenta.

Ele ainda observa que empresas de ônibus que não fazem paradas no meio do caminho não são atingidas, porque o único destino e ponto de partida é, justamente, a rodoviária. 'Isso vai interferir no bolso apenas de algumas empresas', complementa.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Kethlin Meurer

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||