Prefeito confirma a terceirização da iluminação pública em Venâncio Aires

Publicado em 14/08/2019 às 08h36

Enquanto a parceria público-privada (PPP) da iluminação pública segue suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Prefeitura de Venâncio Aires busca alternativas para modernização com a terceirização do setor. Em pronunciamento durante a sessão da Câmara desta segunda-feira, 12, o prefeito Giovane Wickert confirmou que o Município contratou empresa para elaborar estudo sobre quais ações devem ser desenvolvidas para revitalização da rede e dos 13 mil pontos de iluminação existentes na Capital do Chimarrão.

A partir do diagnóstico, que deve ser finalizado e entregue ao Executivo em até 60 dias, a intenção é utilizar os recursos excedentes da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) – já há cerca de R$ 1,7 milhão em caixa – para a implementação das melhorias. A partir das sugestões, ocorrerá o processo licitatório para contratação de empresa responsável pelos serviços, como colocação de lâmpadas de LED e algumas outras intervenções.

“No caso da iluminação pública, temos que parar de enxugar gelo e providenciar a modernização. A partir do mapeamento de regiões, na cidade e no interior, vamos dando ordem de serviço e fazendo as melhorias dentro das possibilidades.”, GIOVANE WICKERT – Prefeito de Venâncio Aires

 

ELETRIFICAÇÃO

Durante a sessão, Wickert deixou claro que o Setor de Eletrificação da Prefeitura não tem condições de absorver os trabalhos de modernização da iluminação pública em Venâncio Aires. Segundo ele, o departamento, muitas vezes, “fica de mãos amarradas em razão da burocracia da coisa pública, pois não há a mesma agilidade em relação a uma empresa terceirizada”. O chefe do Executivo salientou que os servidores do Setor de Eletrificação já são responsáveis pelos prédios públicos e envolvidos com vários eventos durante o ano.

Integrantes do departamento foram à Câmara para ouvir o que o prefeito tinha a dizer, já que alguns vereadores levantaram a possibilidade de os servidores ficarem responsáveis pela modernização. “A nossa equipe precisa de um suporte, não tem como dar conta de todas as demandas”, disse Wickert, acrescentando que “a terceirização, enquanto a PPP não é liberada, vai reduzir custos e tempo”. Ele destacou ainda que a maior demanda da Prefeitura, atualmente, está relacionada à troca de lâmpadas e, por isso, quer agilizar o serviço.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Carlos Dickow

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||