Prefeitura retomará programa de incentivo para mudas de erva-ma

Publicado em 05/12/2018 às 16h34

Prefeito referendou a importância do fomento da cadeia produtiva da erva-mate como um todo A notícia aguardada desde o mês de abril deste ano pelos mateicultores de Venâncio Aires, que é o incentivo por parte da Administração Municipal para a aquisição de mudas de erva-mate para o plantio de novas áreas ou a recuperação de ervais já existentes, tomará forma em 2019. O anúncio da retomada do programa foi feito pelo secretário municipal de Agricultura André Kaufmann, durante a reunião da Associação dos Produtores de Erva-Mate do Polo dos Vales (Aspemva), realizada na noite da segunda-feira, 3, na sala de pastoral da comunidade São Martinho de Vila Palanque. A retomada do programa foi referendada pelo prefeito Giovane Wickert.

Kaufmann confirmou que o valor do programa será de R$ 25 mil e que em janeiro, será aberto o edital para que os produtores interessados se inscrevam. Após a aprovação dos nomes pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (Comder), e quando da chegada da época do plantio, os produtores adquirem as mudas de um viveirista de sua preferência e a Prefeitura, via Secretaria Municipal de Agricultura (SMA), irá ressarcir 50% o valor de cada muda. Além disso, a municipalidade tem a expectativa da vinda de um recurso de R$ 25 mil do Governo do Estado, via Consulta Popular, que será utilizado para a aquisição de tesouras de podas que serão repassadas aos produtores de erva-mate. 'Se não vierem os recursos do Governo do Estado, nós vamos adquirir estas tesouras com recursos próprios, pois os produtores não podem mais se privar destas ferramentas para a poda de seus ervais', frisou.

A retomada do programa, segundo o prefeito, visa fomentar e incrementar novamente toda a cadeia produtiva de erva-mate de Venâncio Aires e, com o passar dos anos, aumentar o valor do recurso, passando para R$ 30 mil ou um valor maior. 'É um começo e é o mínimo que podemos fazer pelo setor para mantê-lo ativo e produtivo', acentuou.

 

Mais recursos 

No dia 26 de novembro, o presidente da Aspemva Cleomar Konzen, e o associado Egídio Wagner, participaram na Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), da reunião da distribuição dos recursos para os polos ervateiros e outras instituições do estado. Ficou definido que a Aspemva será contemplada com R$ 15 mil, os quais serão utilizados para fomentar a associação em 2019, sendo um dos principais objetivos, trazer novos associados e orientar os produtores a terem produtividade com qualidade. 'Quando produzirmos uma erva com melhor qualidade, com certeza, as indústrias vão nos remunerar melhor', afirmou.

A produção de erva-mate está reduzindo e o consumo está aumentando e há a possibilidade de vir a faltar a matéria-prima no verão'. EDOMÊNIO DE CAMPOS, Empresário.

 

Indústrias 

Konzen também prestou contas das principais atividades ações e atividades desenvolvidas pela Aspemva em 2018, e solicitou que os industriários fizessem uma avaliação do atual momento vivido pelo setor e que falassem aos produtores, como estes devem proceder para produzirem uma erva-mate de qualidade. O empresário Edomênio de Campos, colocou que a produção no momento da matéria-prima é pequena e a produtividade é baixa. Salientou que o município conta com quatro secadores e que os mesmos hoje, não têm produto suficiente para canchear e secar. Segundo Campos, um dos maiores problemas para esta falta de matéria-prima é a concorrência com outras culturas, como grãos, por exemplo, onde todo o processo de produção é mecanizado e garante retorno financeiro aos produtores no mesmo ano. Garantiu que vendas e mercado têm, sendo importante incrementar novamente o plantio de novas áreas, de preferência adensadas e a recuperação de ervais já implantados e que a expectativa para 2019 é de uma recuperação do setor ervateiro como um todo.

O empresário Jaime Bergamaschi, acentuou que as indústrias ajudam na organização dos produtores e que ele gosta de ver que estes estão organizados em associações, como os associados da Aspemva e que isto é um fator importante para definirem estratégias de como produzir de acordo com o que o mercado quer.

Já o empresário Celso Scherer, compartilhou a afirmativa de Konzen, de os produtores terem produtividade com qualidade.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Edemar Etges

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||