Quando a amizade bate à porta

Publicado em 08/10/2018 às 09h07

Leandro, Paola, Anelise, Paloma e Elemar sempre se reúnem para conversar e tomar chimarrãoReunidos em uma roda de chimarrão, a família Fonseca recorda a época em que se mudou para a área urbana de Venâncio Aires, ao construir uma vida nova no bairro Gressler. Elemar Fonseca veio de Linha Tangerinas, acompanhado da esposa Anelise e do filho Fabiano Fonseca, para trabalhar na área da construção civil. A escolha fez com que eles deixassem a família e os amigos para trás, mas não podiam imaginar que, no decorrer do tempo, novas amizades 'iam bater na sua porta.'

Assim como a nova casa, que foi sendo construída de tijolo a tijolo, o casal foi formando novos amigos. 'Antes de finalizar a obra, já mudamos para cá', afirma Elemar. Desde aquela época, a família já mantinha o hábito de ler jornais e em 2004 passaram a assinar a Folha do Mate.

Ao fazer o contrato de assinatura, Elemar teve a oportunidade de conhecer Leandro José Wagner, vendedor de assinaturas da Folha e, que mais adiante, passaria a ser um grande amigo. 'O Leandro sempre foi muito espontâneo, comunicativo e alegre desde o primeiro dia que esteve em nossa casa', comenta.

De acordo com Anelise, a família foi aos poucos se identificando com Leandro, que frequentava a residência anualmente. 'Ele chegava, conversava conosco, tomávamos um chimarrão e a renovação da assinatura ocorria naturalmente,' relembra.

AMIZADE ENTRE AS FAMÍLIAS
A amizade entre o vendedor e o leitor se concretizou depois que Anelise conheceu a esposa de Leandro, Paola Regina Seidel. 'Tivemos a oportunidade de trabalhar juntas em uma loja de confecções e, depois disso, começamos a conviver ainda mais', revela Paola. Ela acrescenta que o marido Leandro sempre fazia comentários em casa, que o casal era muito receptivo. Assim, não demorou muito para que todos estivessem juntos. 'Combinamos um jantar com o Leandro e a Paola e, depois disso, passamos a ser grandes amigos', afirma Anelise.

Além das visitas, Elemar relembra um passeio que fizeram juntos ao Balneário Monte Alegre, em Vale Verde. 'Ficamos hospedados na casa dos pais de Leandro e conhecemos toda a família.'

Sempre que possível, as famílias se reúnem para confraternizar e tomar chimarrão. Em 2015, Leandro e Paola tiveram a primeira filha, Paloma, e a família Fonseca sempre acompanhou toda a história de vida do casal. Assim como Leandro, que acompanhou a trajetória dos Fonseca desde que foram morar na cidade.

Leitor e vendedor de assinaturas mantém vínculo de amizade
Circular diariamente pelas ruas de Venâncio Aires para vender assinaturas de jornal pode ser uma tarefa simples, porém, é preciso ter perfil, ética e carisma para conquistar a credibilidade dos clientes.

De acordo com o leitor da Folha do Mate, Astério Wagner, o vendedor tem que ter um bom feeling para encontrar a melhor proposta que vai atender os objetivos de cada assinante. Ele acrescenta que, além de ter perfil comercial, os vendedores têm que saber ouvir as pessoas, que muitas vezes são recebidos de 'portas abertas'.

A admiração pelo profissionalismo do vendedor de assinaturas da Folha do Mate, Fabiano Schonarth, motivou Wagner a fazer uma assinatura impressa. 'Já tivemos a oportunidade de trabalhar juntos quando assumi a gerência de outro jornal e o foi contratado da empresa para vender assinaturas,' afirma.

A amizade verdadeira deve ser valorizada, percebo que entre os jovens não há este lema, porque a maioria delas são temporárias

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e foto: Taiane Kussler 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||