Relatórios dos condomínios devem estar prontos na metade do mês

Publicado em 03/10/2018 às 15h16

Pôr do Sol, que soma 160 apartamentos, foi o último dos condomínios a passar pelo recadastramentoPrimeiro o Bela Vista, depois o Altos da Aviação e, por último, o Pôr do Sol. Três complexos habitacionais percorridos para o recadastramento de moradores e agora o desafio é reunir todos os dados. Os condomínios, que somam 640 moradias, são notícia frequente nos últimos três anos devido a denúncias de irregularidades. Mas, se depender da Administração de Venâncio Aires e do Ministério Público, tudo estará resolvido até o fim de 2018.

No último sábado, 29, o Pôr do Sol, localizado no bairro Aviação, recebeu uma equipe da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social. Foi a oportunidade de os moradores atualizarem os dados cadastrais, já que o condomínio também é alvo de denúncias e a maioria diz respeito a pessoas que não residem mais no apartamento, venderam ou cederam o imóvel.

Segundo o coordenador técnico da Habitação, Jeferson Ferreira, mesmo com os três condomínios percorridos, muitas pessoas não fizeram o recadastro. Por isso, a recomendação é que os moradores procurem a Secretaria ao longo da semana. 'O pessoal pode nos procurar, mas talvez a gente também volte aos locais para colher os dados de porta em porta, como já foi feito em alguns', explica.

Ainda conforme Ferreira, o objetivo é que os relatórios dos três complexos habitacionais estejam prontos até a metade de outubro. 'Depois de compilar todas as informações e analisar com o prefeito, tudo será enviado ao Ministério Público', projeta o coordenador técnico da Habitação.

No MP, o próximo passo cabe ao promotor João Afonso Beltrame. Ele não participou das ações no Pôr do Sol, mas já tinha adiantado à reportagem que, assim que receber os relatórios da Prefeitura, encaminhará as ações de casos comprovados à Caixa Econômica Federal, responsável pelos contratos com o programa Minha Casa, Minha Vida. 'Faremos um pequeno dossiê de cada investigado. Desse ano não passa', destacou Beltrame.

Relembre 

Desde junho de 2015 o Ministério Público de Venâncio Aires recebe denúncias de irregularidades nos condomínios Altos da Aviação e Pôr do Sol. No Bela Vista, inaugurado no início de 2016, os problemas se repetiram. Embora algumas se confirmaram e outras não, as denúncias já chegaram a mais de 200 e isso representa cerca de 1/3 do total de moradias dos três complexos habitacionais. De acordo com o promotor João Afonso Beltrame, além de perder o imóvel, as pessoas que tiverem irregularidades comprovadas poderão responder pelos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e foto: Débora Kist 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||