Renovação de 56% da Câmara preocupa Schuh quanto à Reforma da Previdência

Publicado em 26/11/2018 às 08h56

Schuch: 'Renovação de 56% da Câmara é um novo desafio para nós'A eleição geral ocorrida no dia 7 de outubro último, renovou 56% na Câmara e esta renovação preocupa o deputado federal Heitor José Schuch (PSB/RS) quanto à Reforma da Previdência. Schuch demonstrou a sua preocupação durante o almoço com a imprensa regional realizado ontem, na sede social do Esporte Clube Avenida em Santa Cruz do Sul.

O parlamentar salientou que muitos dos atuais deputados federais que juntamente com ele defendiam os agricultores familiares para que estes não percam nenhum direito conquistado com a Constituição de 1988, não se reelegeram e a chegada dos novos é uma incógnita. 'Estou muito preocupado com esta nova composição da Câmara, porque a grande maioria destes deputados novos serão parlamentares de primeiro mandato e muitos deles nunca foram prefeito e nunca tiveram participação em entidades e instituições', frisou.

Segundo Schuch, destes 56% dos deputados novos, muitos não sabem o que é um agricultor familiar, o que é o setor do tabaco, eles não têm ideia disso. 'Eu temo que eles estejam indo para Brasília para serem a favor do governo, porque eles se elegeram nesta onda de mudança, e com isso, podemos estar correndo o risco de perdermos direitos conquistados com a Constituição de 1988.'

O tema da Previdência é muito caro para os deputados, pois segundo o deputado, ele dialoga com as crianças que estão na escola e, hoje, se houver mudanças na lei que vai valer por 30, 40 anos, estes que estão na escola hoje serão os adultos e aposentados de 40 anos à frente. 'Precisamos ter muito cuidado com isto e espero que a gente consiga ter espaços na Câmara para falar para estes novos deputados e senadores, o que é o setor primário, como é que é a vida do agricultor familiar, que ele não tem salário, não tem 13º salário, que ele não tem carteira de trabalho assinada e que a indústria dele não tem telhado e o que vem do céu, muitas vezes traz prejuízos', destacou.

 

OUTROS DESAFIOS

Schuch fez um apanhado das principais realizações dele durante o exercício de 2018 e falou sobre as principais bandeiras de lutas de 2019. Uma dos desafios é a duplicação da rodovia RSC-287, em parceria com entidades, organizações, prefeituras e lideranças políticas, num grande esforço conjunto. Outro desafio é a continuidade da fumicultura, que é ameaçada por um grande número de normativas antitabagistas e o aumento do contrabando de cigarros.

Schuch frisa que não pode ser aprovado o projeto de lei 769/2015, de autoria do senador José Serra, que altera regras de publicidade e produção de cigarros no Brasil. 'Certamente, nós da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar teremos muito trabalho pela frente para mostrar aos colegas a importância da agricultura familiar para a produção de alimentos e a sustentabilidade da economia dos pequenos municípios', salientou.

'A nossa primeira tarefa vai ser mostrar para os novos deputados que a agricultura é diferente e precisa de um tratamento diferenciado assim como já diz a Constituição de 1988.'
HEITOR JOSÉ SCHUCH - Deputado federal

109.053 é o número total de votos que Heitor Schuch conquistou na eleição de 7 de outubro

44.664 foi o total de votos do deputado no Vale do Rio Pardo

87% é o total da porcentagem de renovação do Senado.

 

Fonte: Folha do Mate
Créditos e Foto: Edemar Etges

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||