Tradicionalistas recebem orientações e temática

Publicado em 09/08/2018 às 13h49

Veterinário Antonio Werner orientou os tradicionalistas sobre a documentação dos animais para os festejos farroupilhasO presidente da Associação Tradicionalista Venâncio-Airene (ATVA), Dalmo Mayer recebeu, na noite de terça-feira, 7, o coordenador da Inspetoria Veterinária local, o veterinário Antônio Werner que orientou os cavalarianos quanto à documentação dos animais para a Semana Farroupilha. O profissional alertou os tradicionalistas quanto às vacinações em dia para emissão da Guia de Transporte animal (GTA). Segundo o presidente da ATVA, a entidade distribuirá uma 'fita', para ser colocada na pata do cavalo, no desfile farroupilha, de acordo com a relação de animais e a documentação junto à Inspetoria.

Programações
Um dos assuntos que tomou corpo foi a temática estadual 'Tropeirismo'. A partir de pesquisas o tema será apresentado na rua Osvaldo Aranha, dia 20 de setembro. Os 'guardiões' da Chama Crioula no município foi retomada e vai ocorrer junto dos galpões ou local de acampamento. Nesta edição, as programações se concentram, basicamente, nos galpões. Embora algumas entidades já tenham as programações 'abotoadas', outras ainda estão em elaboração e serão divulgadas nos próximos dias. Entretanto, o Sarau da Prenda Jovem, promovido pela ATVA, foi mantido para o dia 15 de setembro, e será realizado no Galpão Morada Velha, no Parque do Chimarrão.

 Ordem do desfile e temática 

CTG Chaleira Preta e GDT Terra do Chimarrão: Usos e costumes do tropeiros
Piquete Cavaleiros da Estrada: Tropeirismo regional
CTGs Erva-Mate e Pousada do Capão: Tropeirismo missioneiro
CTG Lenço Branco e GF Essência da Tradição: Círculo do Muar
CTG Querência da Mata e Piquete Parceria Campeira: Ofícios associados
Piquete Machry e DTG Piazito da Tradição: Os cinco grande caminhos
CPF Terra de Um Povo: A comitiva
Piquetes Sinuelo de Tropa e Regalo Campeiro: Tipos de Tropa

Guardiões da Chama

Quinta-feira, 13 e sexta, 14: CTG Lenço Branco, Cerro dos Boius
Sábado, 15: CTG Pousada do Capão - Estância São José
Domingo, 16: CTG Querência da Mata - Mato Leitão
Segunda-feira 17: Grupo de Danças Tradicionais (GDT) Terra do Chimarrão - Parque do Chimarrão
Terça-feira, 18: CTG Erva-Mate, Parque do Chimarrão
Quarta-feira: 19: Piquete Cavaleiros da Estrada - Corredor dos Gauer, Santa Tecla
Quinta-feira, 20: CTG Chaleira Preta, Linha Bela Vista


 

Atividades propostas para RTs e Entidades Tradicionalistas

Tropeirismo Missioneiro - O tropeirismo em sua primeira fase, introdução do gado e formação das Estâncias Missioneiras, que deram origem a Vacaria do Mar (primeiro ciclo das Missões) e Vacaria dos Pinhais (segundo ciclo das Missões).

Ciclo do Muar - As mulas como mercadoria principal, soltas ou arriadas. Origem do gado muar com relação a exploração das minas de prata de Potosi. Foi o período de maior desenvolvimento econômico, subsidiária inicialmente do Ciclo do Ouro e posteriormente dos demais Ciclos: Algodão, Café, Cacau, Erva-mate, etc. Oficialmente todas as tropas tinham destino a grande Feira de Sorocaba e depois de seu fechamento, em Itapetininga.

Os 5 Grandes Caminhos - Caminho da Praia (do Mar); Caminho de Souza Farias (dos Conventos); Caminho do Viamão (do 'Certão', Real ou Viamão-Sorocaba); Caminho das Missões (Veredas das Missões) e Caminho da Palmas. Por estas rotas os tropeiros percorreram todos os Estados da Região Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste e Nordeste, além de países vizinhos como o Uruguai e Argentina. Os pousos onde permaneciam alguns dias se tornaram povoados, evoluindo mais tarde para grandes cidades. No meio destes caminhos se estabeleciam também posto de cobrança de impostos (Registros, pedágios).
4- Usos e Costumes do Tropeiro - Todos a elementos materiais e imateriais do dia a dia do tropeiro. Isso pode ser observado na culinário, na indumentária, nas encilhas, nas traias, nas crenças, nas danças, na medicina campeira, no linguajar, no imaginário tropeiro (lendas, mitos)

Tipos de Tropas - Tropas bovinas, muares, asininos, equinos, ovinos, suínos, gansos, perus, tropas de carretas. Cada uma com suas características própria de condução. Neste item, cada Região pode enfatizar a que era ou é ainda, a mais comum no local.

Ofícios Associados - Além de exercer seu próprio ofício de tropeiro, muitas vezes assumia outras atividades, como entregador de correspondências, objetos e muitas vezes era a única comunicação entre localidades. Mas outros ofícios se estabeleceram ao longo de sua caminhada, como por exemplo: seleiros, tecelões, ferreiros, ferrador, funileiros, guasqueiros, jacazeiros (cesteiros), bruaqueiros, frentistas, cangalheiro, taipeiros (de pedra), rancheiros, e outros regionais.

 A Comitiva - A formação de uma comitiva normalmente apresenta estes elementos humanos: Tropeiro (inicialmente, nem sempre presente), condutor ou capataz, e os peões que também apresenta funções diferenciadas como ponteiro, madrinheiro, fiadores (costaneiros, flanqueiros), culatreiros, arribador, contador, cozinheiro e arrieiro. O número de peões, vai depender do tipo de tropa e do número de animais a serem tropeados.

Tropeirismo Regional - Após o grande ciclo econômico nacional do muar, o tropeirismo continuou sua atividade, agora mais regionalizado, envolvendo várias outras atividades de transporte com muares, como por exemplo: tropas de carregamento de lenha, pedras, areia, enxovais e diversos produtos agropecuários como pinhão, queijo, charque, açúcar, sal, aguardente, vinho, café etc. Além disso, ocorria e ocorre até hoje, movimentação de gado em pequenas e médias distâncias, principalmente de bovino e ovinos.
Outras atividades também podem serem realizadas pelas RTs, dependendo de sua demanda histórica. Além disso, cada um dos oito (8) itens apresentam várias títulos que podem ser individualizadas também, ou seja, as possibilidades de trabalho são bem extensivos. (fonte: MTG)

Para maior aprofundamento e esclarecimentos, os interessados poderão entrar em contato com a gestão de Prendas e Peões da 24ª Região Tradicionalista https://www.facebook.com/Gest%C3%A3o-de-Prendas-e-Pe%C3%B5es-da-24%C2%AA-RT-20182019-185144465252104/?ref=br_rs ou  Valter Fraga Nunes - fone 51 99807 5404 e e-mail valterfnunes@gmail.com; Marco Aurélio Angeli (Zoreia) - Fone 51 99972 5137 e e-mail passeiosdemula@terra.com.br.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Beatriz Colombelli 

voltar para Notícias - Geral

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||