Notícias - Polícia

Brigada Militar cumpre mandado de prisão em Venâncio Aires

Publicado em 18/09/2014 às 16h55

Brigada Militar de Venâncio Aires prende foragido da Justiça. Nésio Pinheiro, 34 anos, foi detido em sua casa, na rua 7 do Loteamento Novo Horizonte, Bairro Battisti, na noite desta quarta-feira (17).

O mandado de prisão refere a uma condenação por roubo e foi expedido pela Comarca de Santa Cruz do Sul. Segundo informações da Polícia Civil, Pinheiro não reagiu à prisão e afirmou que desconhecia a condenação. Ele foi apresentado na Delegacia de Pronto Atendimento e depois encaminhado ao regime fechado do Presídio Regional.

 

Fonte da notícia: Rádio Terra FM

Compartilhar

Brigada Militar prende três pessoas em Vila Estância Nova

Publicado em 17/09/2014 às 10h34

BM prende três pessoas em Vila Estância NovaA Brigada Militar de Venâncio Aires prendeu na tarde desta terça-feira, dia 16, três pessoas em Vila Estância Nova, no interior do municipio. Dois jovens foram presos em flagrante por arrombamento de uma residência em que foram levados playstation, dois celulares, pequena quantidade em dinheiro e ferramentas diversas. Foram presos Rafael Orlando Felipe May, 20 anos, e Glênio Belletz, conhecido como Tissé, 27 anos. Eles foram apresentados na Delegacia de Pronto Atendimento e o delegado Vinicius Lourenço de Assunção determinou a prisão em flagrante e ainda na tarde desta terça-feira serão levados ao Presidio Regional de Santa Cruz do Sul. 

Além disso, na mesma residência do furto, a Brigada Militar encontrou cerca de dois mil maços de cigarro contrabaneado do Paraguai. Os cigarros das marcas Classic e Paladium foram apreendidos. Depois do registro na Delegacia de Polícia, o proprietário da residência será encaminhado pela Brigada Militar à Policia Federal de Santa Cruz do Sul. O proprietário da casa tem 44 anos. A ação foi coordenado por Integrantes da Patrulha Especial (Patres) e pela Polícia Comunitária do Interior (PCI).

 

Fonte: Portal RVA

Foto: Cristiano Wildner

Compartilhar

Júri popular analisa tentativa de homicídio na quinta-feira

Publicado em 17/09/2014 às 10h31

Júri popular analisa tentativa de homicídioUm júri popular acontece nesta quinta-feira, dia 18, em Venâncio Aires. O caso ocorreu em 28 de março de 2009, em Linha Marmeleiro. O réu Evaldo da Silva, de 46 anos, responde por uma tentativa de homicídio contra Idoldo da Silva.

O promotor Pedro Rui da Fontoura Porto irá atuar no caso e ele fornece alguns detalhes do caso. "É uma tentativa de homicídio de 28 de maio de 2009, às 15h30min, na localidade de Linha Marmeleiro. O senhor Evaldo da Silva tentou matar o senhor Idoldo, na época já era idoso, desferindo um golpe de punhal na axila esquerda. Segundo os peritos, gerou perigo de vida, já que houve a necessidade de ficar internado", explica o promotor.

Segundo as informações repassadas pelo promotor a briga que gerou o caso foi originada por uma discussão de uma diferença de R$ 1,00. "Tudo começou por uma briga, que nem foi entre os dois. Começou na cancha de bocha, sobre o pagamento de uma conta. Segundo a história, o irmão de Idoldo cobrava R$ 12,00 do genro do réu, que afirmava ser R$ 11,00. Por causa dessa diferença de R$ 1,00 começou a briga entre as duas pessoas, se espalhando para uma briga generalizada", detalha Porto.

Na quinta-feira, o júri começa às 9h, no Salão do Tribunal do Júri, no Fórum de Venâncio Aires. A defesa do réu fica a cargo da defensora pública Aline Lovato Telles. O advogado José Valdir Kist vai atuar na assistência de acusação, o promotor Pedro Rui da Fontoura Porto na acusação e a presidência dos trabalhos do juiz de direito João Francisco Goulart Borges.

 

Fonte: Portal RVA

Foto: Veridiana Röhsler

Compartilhar

Acusados de furtar moto são presos no bairro Universitário

Publicado em 17/09/2014 às 07h50

Integrante do Serviço de Inteligência da Brigada Militar circulava pelo bairro Universitário, em Venâncio Aires, quando avistou a moto que havia sido furtada momentos antes, no centro da cidade. À distância, ele acompanhou a dupla e solicitou apoio dos colegas.

A abordagem foi feitas nas imediações do IF-Sul. Luiz Carlos de Mello, 22 anos, que já responde pelo mesmo crime, e Rodrigo Ribeiro, 18 anos, foram presos em flagrante e estão sendo apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento. A moto, uma Honda Titan, foi recuperada.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate

Créditos: Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Elementos que assaltaram residência de juiz vai a Juri

Publicado em 12/09/2014 às 08h04

Assaltantes de juiz têm audiência no fórum hojeAudiência para tratar sobre roubo à residência do juiz João Francisco Goulart Borges será realizada na tarde desta sexta-feira, dia 12. O caso ocorreu no dia dois de novembro do ano passado, às 22h.

Segundo o promotor de justiça da Capital do Chimarrão, Pedro Rui da Fontoura Porto, na ocasião a residência do juiz da 1ª Vara de Venâncio Aires foi invadida por quatro pessoas. O profissional e a família foram amarrados durante a ação. Após recolher diversos objetos da casa,  os bandidos fugiram com dois carros da família, encontrados no dia seguinte em Venâncio Aires e Santa Cruz do Sul.

Uma audiência para tratar sobre o caso ocorre na tarde desta sexta-feira, no fórum local, com inicio às 13h30min.

 

Fonte: Portal RVA

Foto: Veridiana Röhsler

Compartilhar

Cigano é autuado por embriaguez ao volante na RSC- 287

Publicado em 12/09/2014 às 06h36

A Polícia Rodoviária Estadual de Taquari autuou um cigano por embriaguez ao volante, na RSC- 287, próximo à Sede dos Motoristas, por volta das 15h15min, desta quinta-feira, dia 11. Após receber denúncias de que um motorista andava em zigue-zague, os patrulheiros abordaram o cigano, de 47 anos, e o submeteram ao teste do etilômetro, que apontou 0,74 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Ele conduzia um veículo Santana, de cor marrom, com placas de Alvorada.

O cigano foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Venâncio Aires, onde foi feito registro. Natural do município de Lapa, no Paraná, este cigano reside em Gravataí, e teria vindo a Venâncio Aires para participar de um casamento em um acampamento montado no bairro Macedo. O delegado Vinícius Lourenço de Assunção estipulou fiança de R$ 800,00 e o cigano foi liberado.

 

Fonte: Portal RVA

Compartilhar

Caminhão tomba no trevo de Venâncio Aires

Publicado em 10/09/2014 às 23h49

Caminhão tomba no trevo de Venâncio AiresUm caminhão Mercedez Benz 1620, com placas de Novo Hamburgo, saiu da pista no trevo de acesso à Venâncio Aires na manhã desta quarta-feira, dia 10. Enquanto realizava o contorno do trevo, o motorista caiu no barranco em frente à empresa Marasca, por volta de 11h. O trânsito não ficou paralizado e o motorista não se feriu. Um guincho deve ser utilizado para retirar o caminhão do local.

 

Fonte: Portal RVA

Foto: Jeferson Schwingel

Compartilhar

Aposentada de 79 anos é assassinada em Venâncio Aires

Publicado em 10/09/2014 às 23h46

OIdosa foi morta em um dos quartos da casandina Fagundes, 79 anos morava sozinha, na rua Neli Fagundes de Borba, fundos da escola 11 de Maio, no bairro Coronel Brito, em Venâncio Aires. Os vizinhos estranharam ela ter mantido a casa fechada, durante toda a terça-feira, e uma moradora foi conferir.

Ao entrar em casa, já a noite, notou a falta da televisão de LCD que ela possuía e a encontrou caída, em uma peça do chalé. Aparentemente, a aposentada foi morta a pauladas.

Brigada Militar e Polícia Civil foram ao local e o delegado Vinícius Lourenço de Assunção mandou isolar a área e acionou a perícia. As suspeitas é de que os ladrões invadiram a casa por uma janela. Ainda não se sabe tudo o que foi roubado.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate

Créditos e Foto: Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Familiares recebem mensagem do celular de mulher desaparecida

Publicado em 09/09/2014 às 18h53

Foto de uma mensagem supostamente enviada por Iara, no celular do filhoPolícia faz um levantamento dos últimos passos de Iara Rosângela da Silva de Ávila, 50 anos, para tentar desvendar o mistério, que amanhã completa 40 dias. Ontem, com o surgimento de novas provas - e que são mantidas em sigilo -, o filho dela conversou com os agentes do Setor de Investigações (SI) e deu detalhes da vida da mãe, assim como informações sobre o seu dia-a-dia.

Diogo Ariosto da Silva Ávila, 26 anos, guarda no seu celular as mensagens enviadas do aparelho da mãe, 18 dias depois do seu sumiço. Para ele, não foi ela que escreveu os textos. "Ela não sabia mandar mensagens e também não usava alguns termos que foram colocados", garante.

Por outro lado, Diogo tem certeza de que foi ela que pediu para alguém enviar as mensagens. "Sei que não foi ela que escreveu, mas também tenho certeza de que ela pediu para alguém escrever, pois há coisas ali que só ela sabia", mencionou o rapaz.

Durante cerca de uma hora, Diogo conversou com o investigador Paulo Ullmann, chefe do SI, e com o inspetor Cassiano Dal Ongaro. Forneceu contatos telefônicos de pessoas com as quais sua mãe tinha amizade e se relacionava e mostrou as mensagens recebidas na manhã o dia 18 de agosto.

Além dele, receberam mensagens a sua esposa, o companheiro da sua mãe e uma irmã dela, que reside em Charqueadas. Cada uma com um teor.

Ao companheiro, que reside no interior do município, disse que sabia que ele possuía outra mulher. "E também pediu para que devolvesse todas as coisas dela, que estavam com ele", revelou.

Diogo tem em seu celular a mensagem que, supostamente, a sua mãe enviou para a mulher dele. O texto diz que ela está bem, pede para tratar o Bobe (cão) e diz que está cuidando de uma senhora.

Para o rapaz, isso explica o fato da mãe não ter feito nenhum saque bancário. "Ela deve estar cuidando de alguma idosa e usando este dinheiro para se manter, pois quando saiu de casa, levou junto a sua carteira, que continha cerca de R$ 400 e os cartões bancários", contou o rapaz.

Diogo explica que a mãe, além das suas economias e do seu salário na empresa onde trabalhava, recebia uma pensão do seu falecido pai. "Mas não foi feita movimentação alguma", diz.

 

Iara está desaparecida desde o dia 31 de julhoSumiço

Na noite anterior ao sumiço, Iara ligou para uma das suas irmãs, que mora em Charqueadas, e disse que não estava bem e que iria se suicidar. Na mesma noite, a mulher ligou e relatou a Diogo a angústia de Iara.

Diogo, que trabalha durante a madrugada como frentista de um posto de combustível, já estava na cama quando a tia ligou. Ele acordou e foi falar com a sua mãe, que mora em uma casa, nos fundos do seu terreno, no bairro Coronel Brito. "Pedi para ela se acalmar e dormir e disse que voltaria para vê-la na manhã do dia seguinte."

Mas Diogo não sabia que não veria mais a mãe naquela dia. Ao retornar, pouco depois das 6h, não a encontrou em casa. E, desde então, vive a angústia de não saber o que realmente aconteceu com a mãe.

Ele acredita que a mãe está viva e não quer ser encontrada. No entanto, referiu aos agentes do SI que sempre pedia para a mãe tomar cuidado, pois o trajeto que fazia, diariamente, entre a casa e o trevo do bairro Coronel Brito, onde se encontrava com uma colega de trabalho, era perigoso. "E aquele dia ela saiu bem mais cedo, ainda escuro e não se encontrou com a amiga", informou Diogo.

A Polícia Civil trabalha e tem informações que podem ajudar a esclarecer o caso. No entanto, elas não serão reveladas, para não atrapalhar o andamento das investigações.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate

Créditos e Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Incêndio destrói galpão no interior de Venâncio Aires

Publicado em 09/09/2014 às 18h52

Os bombeiros de Venâncio Aires atenderam um incêndio no fim da madrugada desta segunda-feira, dia 08, em Linha Canto do Cedro.

O fogo iniciou às 6h e destruiu um galpão de 16 m² nos fundos da residência de Elstor Geller. Segundo os bombeiros, no local havia lenha. Os bombeiros evitaram que as chamas se alastrassem para outras construções.

Fonte: Portal RVA

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwR|left show tsN fwR|c05|||news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd c05|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||