Notícias - Polícia

Velho conhecido da polícia de Venâncio é denunciado por estupro de vulnerável

Publicado em 22/01/2019 às 09h35

Um homem de 38 anos, que tem diversos antecedentes, voltou a ser denunciado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). A exemplo de outros registros, foi acusado de estupro de vulnerável, por oferecer dinheiro para manter relações sexuais com menores de idade.

Desta vez, a mãe de um menino de 12 anos soube que o indivíduo entrou no quarto do filho, por volta das 2h do sábado, após abrir uma janela do apartamento onde residem, no Loteamento Bela Vista. O menor de idade confessou que o homem esteve no seu quarto, lhe fez propostas e o ameaçou para que não contasse nada a ninguém.

A Brigada Militar foi até o condomínio e fez buscas, mas o acusado não foi localizado. Além de acusações de cunho sexual, já foi acusado de furto e estelionato.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Acidente entre carro e caminhão deixa homem ferido na 287

Publicado em 22/01/2019 às 09h34

Um acidente entre um veículo Pálio Weekend com placas de Blumenau/SC e um caminhão de Cerro Largo/RS deixou um homem ferido na manhã desta terça-feira, 22, na RSC-287. A colisão aconteceu nas proximidades do restaurante Casa Cheia, em Linha Bem Feita.

O motorista do carro, identificado como Luciano Pereira, de 33 anos, teve ferimentos leves e foi encaminhado ao Hospital São Sebastião Mártir (HSSM). Já o caminhoneiro não se feriu. Havia neblina no momento do acidente.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos e foto: Moacir Eisermann / RVA

Compartilhar

Incêndio destrói dois chalés na madrugada no interior de Venâncio

Publicado em 22/01/2019 às 09h33

Bombeiros de Venâncio Aires atenderam dois incêndios na madrugada desta segunda, 21, no interior. O primeiro chamado foi à 1h05 na região da Vila Tatu, entre Linha Travessa e Palanque. No local, um chalé de cerca de 60 m² foi completamente destruído. Quando ainda atendiam esse caso, um novo chamado ocorreu já por volta das 3h também na região entre Linha Travessa e Palanque. Neste segundo incêndio, também houve queima total de uma chalé de 80m².

Não houve feridos, no entanto na tarde desta segunda, um dos proprietários registrou o caso na delegacia e suspeita de incêndio criminoso. O outro proprietário também deve registrar o caso na DP. Um inquérito policial deve ser aberto para apurar os casos.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Portal RVA

Compartilhar

Madrugada de segunda foi tranquila na área da segurança pública de Venâncio

Publicado em 21/01/2019 às 13h38

Mesmo com o intenso movimento por conta da festa de São Sebastião Mártir, Polícia Civil e Brigada Militar não registraram fatos graves no domingo à noite e na madrugada desta segunda-feira.

A semana começa com a expectativa da elucidação da morte de Ederson Luiz da Silva, 36 anos. Ele foi morto a tiros no final da tarde da quinta-feira, quando chegava em sua casa, na localidade de Vila Santo Antônio, interior de Mato Leitão.

Depois de ouvir mais de 20 pessoas na sexta-feira, o delegado Felipe Staub Cano dá continuidade às oitivas e nesta semana buscará novas informações com familiares e pessoas ligadas à família. O titular da Delegacia de Polícia quer desvendar o caso e descobrir a motivação e quem foram os autores do crime, que vem sendo tratado como um latrocínio - matar para roubar.

Há situações que intrigam os agentes da PC. Uma delas é como os assassinos entraram no pátio da propriedade, que é todo cercado e guardado por dois cães da raça Rotweiller.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Eduardo Kappel e Ramon Schwengber brigam na General Osório

Publicado em 18/01/2019 às 13h49

Passava do meio-dia de ontem quando uma cena incomum foi presenciada por vários cidadãos quase em frente à porta de acesso ao prédio da Secretaria Municipal de Saúde. Presidente eleito da Câmara de Vereadores, Eduardo Kappel (Progressistas) teria desferido dois tapas contra a cabeça do secretário de Saúde, Ramon Schwengber, em plena rua General Osório, em um dos pontos de maior movimentação da área central de Venâncio Aires.

Schwengber teria esboçado uma reação, mas tanto ele quanto Kappel foram contidos por outras pessoas que estavam próximo de onde tudo aconteceu. As agressões teriam sido motivadas, segundo apurou a reportagem da Folha do Mate, por manifestação do secretário no grupo de WhatsApp dos fliados ao PSB. Schwengber teria concordado com uma postagem de que Kappel tinha QI (quociente de inteligência) baixo e prints das conversas acabaram vazando e chegando até o presidente da Câmara, que foi tirar satisfações.

A briga foi o assunto da tarde de ontem em Venâncio Aires. Contatado pela Folha do Mate, Kappel negou que tenha agredido o secretário. "Eu? Não. Sou o cara que mais elogia esse secretário. Para mim ele é um dos que mais trabalha nesta Administração", afirmou. Schwengber também foi procurado, mas não atendeu às ligações feitas para o seu telefone celular, nem respondeu às várias mensagens deixadas no seu WhatsApp.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow 

Compartilhar

Ladrões que furtam objetos de veículos, às margens da 287, em Venâncio, voltaram a agir

Publicado em 18/01/2019 às 13h48

Polícia suspeita que ladrões estão usando o dispositivo apelidado de chapolinDois funcionários da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) são as novas vítimas dos ladrões que furtaram objetos de dentro de veículos durante o almoço, em restaurantes localizados às margens da RSC-287, em Venâncio Aires. A polícia suspeita que os ladrões estão usando o dispositivo apelidado de 'chapolin', que impede o travamento eletrônico do veículo, quando o controle é acionado. No caso desta quinta-feira, até o cabo da bateria do veículo foi desconectado.

O furto por praticado por volta da 13h. As duas vítimas estacionaram o veículo, uma Pálio Weekend, no pátio do restaurante para almoçar. Um deles entrou no estabelecimento para ver o que estava sendo serviço e o preço, enquanto que o outro desceu para fumar um cigarro. Depois, acionou o alarme e entrou no restaurante.

Assim que acabaram a refeição, ambos saíram e foram em direção ao automóvel, mas estranharam que o alarme não fez barulho, como se tivesse sendo desacionado. Depois, descobriram que as suas mochilas, que estavam no banco de trás, tinham sumido.

Dias atrás, um furto idêntico foi praticado em outro restaurante, localizado às margens da RSC-287, em Venâncio.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro 
Foto: G1 / Divulgação FM

Compartilhar

Braço direito de traficante Chapolin é preso nesta manhã

Publicado em 18/01/2019 às 13h46

A Operação Cúpula prendeu na manhã desta sexta-feira, dia 18, o braço direito de Chapolin, líder da Facção Os Manos na região dos vales do Rio Pardo e Taquari. As prisões foram realizadas em Santa Cruz do Sul e Vera Cruz. Doze pessoas foram detidas entre elas Cássio Alves, de 30 anos, apontado como sendo o braço direito do venâncio-airense Chapolin, que está atualmente preso em prisão federal no Rio Grande do Norte. 

As investigações apontam que o rendimento do tráfico é avaliado pela Polícia Civil em cerca de R$ 200 mil por semana somente no que diz respeito ao arrecadado no bairro Bom Jesus, em Santa Cruz do Sul. Os agentes investigam cerca de 40 homicídios vinculados a disputa por espaço de tráfico. 

A operação no Vale do Rio Pardo é coordenada pelo delegado regional Luciano Menezes, mas as investigações estiveram a cardo do delegado Paulo César Schirmann, titular da delegacia de Vera Cruz, que já comandou a delegacia local. Agentes da Capital Nacional do Chimarrão também participam da operação. Ao todo estão envolvidos 70 policiais e 20 viaturas. 

 

Fonte: Rádio Terra FM
Créditos: Cristiano Wildner

Compartilhar

Diretor de futebol do Guarani Éder Silva é morto a tiros no interior de Mato Leitão

Publicado em 18/01/2019 às 13h45

O atual diretor de futebol Éder Silva, 36 anos, foi morto a tiros em sua residência no interior de Mato Leitão no início da noite desta quinta, 17. O crime aconteceu por volta das 19h em Linha Santo Antônio. 

Segundo apurado inicialmente pela reportagem da RVA, ele foi atingido por pelo menos dois tiros nos fundos da casa. O filho dele, menor de idade, chegou junto com Éder na propriedade momentos antes do crime. Na sequencia, Éder teria ido para os fundos da casa, onde teria se deparado com dois suspeitos, a princípio. Ele ainda tentou correr, mas caiu morto em um descampado nos fundos da propriedade. 

Éder Silva era dono da imobiliária GS, na rua Júlio de Castilhos, no centro de Venâncio Aires e também atual vice-presidente do Guarani foi jogador de futebol. 

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Portal RVA
Foto: Divulgação

Compartilhar

Integrante de ONG diz que morador do interior de Venâncio envenena cães há 8 anos

Publicado em 17/01/2019 às 13h17

Representante de uma Organização Não Governamental (ONG) de proteção aos animais denunciou na DPPA um caso que segundo ela se repete há cerca de 8 anos. A mulher mencionou que moradores de Linha 17 de Junho, no interior de Venâncio Aires, informaram que um morador - que foi identificado no registro policial - envenena os cães naquela localidade. A denunciante também soube que ele já matou um animal com um tiro.

Na busca por uma solução, a integrante da ONG foi até àquela localidade, conversou com os moradores e constatou as denúncias. Ela fez um abaixo-assinado com os moradores, que confirmaram a crueldade do acusado contra os cães.

Ainda conforme o que foi relatado na DPPA, o homem usa um veneno muito forte, que geralmente não dá chance de qualquer socorro aos animais. O delegado Felipe Staub Cano determinou que o caso seja investigado.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro 

Compartilhar

Cadê o sino que estava aqui?

Publicado em 17/01/2019 às 13h15

No alto do cavalete, ao invés do sino, há apenas três ninhos de passarinhoO primeiro sepultamento de 2019 no cemitério de Linha 17 de Junho aconteceu no sábado, 12. Mas, pela primeira vez em décadas, o sino não badalou para anunciar o ocorrido. O motivo é por um fato que tem gerado curiosidade entre os moradores da localidade: o sino simplesmente desapareceu.

O 'sumiço' foi constatado ainda no dia 31 de dezembro. Preocupados em evitar brincadeiras e arruaças, integrantes da diretoria do cemitério foram até o local para 'subir' a corda. A medida era corriqueira em determinadas época do ano, para que ninguém alcançasse e ficasse batendo o sino sem motivo. 'Meu filho notou no dia de São Silvestre. Chegaram lá e viram que a corda estava pra baixo, em cima da grade. Olharam pra cima e não viram mais o sino', relata Elemar Biger, 78 anos. Elemar foi tesoureiro do cemitério durante 14 anos, cargo atualmente ocupado pelo filho Rogério.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Venâncio Aires ainda no dia 31. Mas, segundo Biger, a conversa na localidade é de que a peça poderia ter desaparecido antes disso. 'Uns vizinhos contaram que foram no cemitério no início de dezembro e não viram o sino. Mas, como não comentaram nada e muita gente não observou, a gente não sabe.'

Lúcia, 72 anos, é esposa de Elemar. Ela lamenta o ocorrido e diz que nunca viu nada parecido. 'Meu avô foi enterrado lá quando eu nem tinha nascido ainda, mas sei que já tinha o sino. Por que alguém faria uma coisa dessas?'

DÚVIDAS E SUPOSIÇÕES

O sino ficava suspenso em um cavalete de cerca de cinco metros de altura, logo à direita do portão principal do cemitério. A peça, segundo Elemar Biger, nunca foi restaurada. Apenas a estrutura que a sustentava foi pintada à época de Finados, em novembro passado.

Suspenso no alto, pesado e barulhento, as dúvidas maiores são como ele foi tirado e por quê. 'Não tinha nenhuma marca no chão ou no cavalete. Nada. Isso é gente que veio preparada', supõe Mário Kroth, secretário do cemitério.

Vizinha do local, Claudete de Saibro também questiona como tudo aconteceu. 'Sempre que tem algum movimento estranho, os cachorros acoam. Mas a gente não estava em casa na virada do ano e ficamos sabendo depois. Pra quê fazer isso? Roubar um sino? Não falta mais nada.'

O casal José e Célia König, ambos com 66 anos, mora há cerca de quatro décadas na Linha 17 de Junho e também está surpreso com a situação. 'Isso é uma vergonha. Olha o ponto que chegou. Não se sabe se é brincadeira ou se é violência', diz ela.

Não se sabe exatamente o ano e de que material o sino é feito. A informação mais próxima obtida pela reportagem é de Julita Kroth, 85 anos, antiga moradora da localidade. Segundo ela, seria um sino de bronze e foi importado da Alemanha. A reportagem não conseguiu uma foto do sino.

 

Curiosidade

Um dos documentos mais antigos relacionados ao cemitério de Linha 17 de Junho está com o atual secretário, Mário Kroth. Trata-se de um livro ata, iniciado em 1961, no qual as primeiras páginas descrevem o processo de ampliação do local. A ata foi escrita pelo então secretário do cemitério, Léo João Frölich, que foi professor e quem dá nome à escola da localidade.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Débora Kist

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||