Notícias - Polícia

Posto da PRE trará mais segurança à Vila Estância Nova

Publicado em 01/07/2016 às 15h20

Diretora da Adelina espera ansiosa pelo posto da PREInstalação do posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) vai melhorar a vida de quem mora em Vila Estância Nova e região. A afirmação é de Cristiane Sackser, 25 anos, que reside em Estância São José e trabalha na casa paroquial de Estância Nova. Ela, que presenciou tiroteios, na época da extinta Colônia Penal Agrícola de Venâncio Aires (Cpava), aguarda com ansiedade o início do funcionamento do posto da PRE.

Cristiane observa que a presença da PRE será de extrema importância para a localidade. Mesmo concordando que o fechamento da Cpava devolveu a tranquilidade aos moradores, ela prefere não sair à noite, por conta de pessoas desconhecidas que vêm visitar familiares, na penitenciária, e circulam por Estância. "Mas com a presença da polícia rodoviária, com certeza esse medo vai acabar", menciona.

Ela ressalta que o posto da PRE também vai eliminar uma situação temerosa. "Aqui tem muita gurizada que anda sem carteira de habilitação e os motociclistas, sem capacete, trazendo riscos a eles e às demais pessoas", avalia.

A opinião é a mesma da professora Margoni Inês Riedel, 50 anos. A diretora da escola Adelina Konzen expressou sua preocupação com o grande número de menores de idade que circulam de moto pela localidade. "Andam em alta velocidade, empinam suas motos e sequer usam capacetes", disse a educadora.

Ela acredita que o posto da PRE, que será construído ao lado da escola, vai auxiliar sobremaneira no acesso dos alunos à escola e na volta para suas casas. A diretora cita que os pais estão contentes e aguardam com ansiedade o início das obras. Atualmente, a escola possui 336 alunos.

 

SETEMBRO

Até o fim do mês de setembro será lançada a pedra fundamental para a construção do prédio. A confirmação foi feita dias atrás pelo coronel Francisco de Paula Vargas Júnior, comandante do Grupamento Rodoviário do RS. O prefeito Airton Artus informou que o projeto está pronto e que a instalação do posto da PRE é uma vitória do município e uma garantia a mais de segurança àquela comunidade.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Moradores dos bairros Morsch e Brígida registram furto

Publicado em 01/07/2016 às 15h19

Funcionário da Corsan faz a troca dos hidrômetrosMoradores que residem nos bairros Morsch e Brígida registraram, na manhã desta sexta-feira, na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, o furto de 11 hidrômetros. a suspeita é de que a mesma pessoa é a responsável por todos os casos.

Funcionários da Corsan estão passando nas casa para trocar os aparelhos. O ladrões furtaram os relógios para vender o bronze que existe em seu interior.

 

COBRE

Paralelo a esta investigação, os agentes do Setor de Investigações, juntamente com o delegado Vinícius Lourenço de Assunção, buscam pistas dos autores do furto de aproximadamente 250 quilos de cobre. O matrial foi retirado de um trasnformador, no Distrito Industrial de Venâncio Aires.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Venâncio-airense morre em acidente com moto na RSC-453

Publicado em 30/06/2016 às 16h34

Morador de Venâncio Aires morreu no início da madrugada desta quinta-feira, vítima de um acidente de trânsito. O corpo de Jair da Silva, 33 anos, foi localizado sobre a pista da RSC-453, próximo ao acesso ao Distrito Industrial de Cruzeiro do Sul.

Segundo apurado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o corpo e a moto que ele conduzia, uma Titan de 150 colindradas, estavam sobre a pista. Há suspeitas de que Silva tenha sido atingido por mais de um veículo.

Testemunhas relataram à PRE que o provável autor do acidente é o motorista de um caminhão Ford Cargo, branco. O caso é investigado.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Susepe busca solução para o esgoto da Peva

Publicado em 30/06/2016 às 16h32

Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) segue interditada. Desde a segunda-feira, 20 de junho, a casa prisional de Vila Estância Nova está impedida de receber presos de fora de Venâncio Aires. A medida, adotada pelo juiz João Francisco Goulart Borges, responsável pela Vara de Execuções Criminais (VEC) da Comarca, vale até que se encontre uma solução para os problemas que estão entupindo as bombas da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), fazendo com que os dejetos escoem por céu aberto e desaguem em uma sanga. A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) foi notificada e estuda uma solução para os problemas.

Inaugurada em novembro de 2014 e com o início da ocupação em abril do ano passado, a penitenciária nunca funcionou nos moldes a que foi projetada, tanto no acolhimento dos apenados, quanto no tratamento dos dejetos produzidos. Segundo acordado, a Peva seria uma cadeia somente para condenados e que fossem da região ou que possuíssem vínculos familiares em Venâncio Aires.

O acordo foi quebrado e hoje há pouco mais de 50 presos provisórios, oriundos da Vara de Execuções Criminais (VEC) de Novo Hamburgo, que estão lá por força de uma decisão judicial. A penitenciária também já abrigou presos do Presídio Central, mas estes já retornaram à Capital.

Mas o principal problema está relacionado à ETE. Os dejetos nunca foram tratados corretamente e parte do esgoto vai direto para a Sanga das Mulas. O cheiro é sentido por quem chega à casa prisional e já causa desconforto aos vizinhos. Em novembro do ano passado, a secretaria municipal do Meio Ambiente vistoriou e orientou a Susepe a adotar medidas corretivas referentes à operação e manutenção da ETE, o que nunca foi feito.

Posteriormente, técnicos da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) fizeram uma inspeção e autuaram o ente público por danos causados ao meio ambiente. A Susepe ganhou prazo de 60 dias para se adequar, mas a situação só se agravou.

Na semana passada, por conta do entupimento das bombas de sucção, o esgoto correu a céu aberto. Um funcionário da empresa responsável pela manutenção da ETE, só em um dia, recolheu 15 sacos de lixo com o material que retirou das caixas coletoras. A maioria composta por sacos plásticos e restos de tecidos.

Porém, explica o diretor da penitenciária, o principal problema são os restos de comida e cascas de frutas que os presos colocam nos vasos sanitários. "Eles pensam que isso se decompõe e é justamente este material que causa os problemas", explicou Artêmio Rossi.

Ele revelou que após a reunião realizada em Porto Alegre, dias após a interdição, técnicos do setor de engenharia da Susepe estiveram na casa prisional, avaliaram o problema e, agora, buscam uma solução definitiva. "Eles precisam desenvolver um sistema para que os dejetos não cheguem até a Estação de Tratamento de Esgoto", mencionou.

A continuar do jeito que está, há a possibilidade dos dejetos voltarem a entupir as bombas e o esgoto retornar, inundando as celas e outras dependências. 
Rossi observou que a penitenciária segue interditada, recebendo somente presos de Venâncio Aires. Ontem, a casa prisional de Vila Estância Nova, que tem capacidade para abrigar 529 apenados, tinha 511 vagas usadas.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Polícia sabe quem é o 'patrão' do crack no bairro Battisti

Publicado em 29/06/2016 às 17h39

Droga renderia R$ 15 mil ao traficanteSuspeitas da polícia se confirmaram, terça-feira à tarde, após a apreensão de um tijolo de maconha, uma grande pedra de crack, um revólver com a numeração raspada, duas balanças de precisão e duas bicicletas furtadas. O material estava guardado na casa de uma mulher de 40 anos, no bairro Battisti. Indagada, disse que não é traficante e que não conhece droga, mas confirmou que permitia que umas pessoas estranhas entrassem na sua casa para guardar alguns objetos.

A apreensão foi feita por volta das 14h40min. Os integrantes da Patrulha Especial (Patres) receberam uma informação, mencionando que parte da droga comercializada pelos 'Porto Alegre' - como são identificadas algumas das pessoas que vieram de Porto Alegre e se instalaram no final da Rua Quatro, no bairro Battisti -, era guardada por uma moradora daquele bairro.

Dentro da casa, em pontos diferentes, foram apreendidos um tijolo de maconha, que pesou 433,5 gramas, uma pedra de crack, pesando 254,2 gramas, duas balanças de precisão e um revólver Taurus, calibre 38, municiado com dois cartuchos e com a numeração raspada.

Além da droga e da arma, os brigadianos também apreenderam duas bicicletas. Segundo apurado, ambas são furtadas e uma delas custa R$ 3.400.

 

R$ 15 MIL

A apreensão da droga foi mais uma vitória dos integrantes da Patres. Agora, segundo citaram, "temos a confirmação de quem é a pessoa que distribui a droga no bairro Battisti, principalmente o crack. Já sabíamos que era ele, mas agora está confirmado".

A pedra de crack, que pesou mais de 254 gramas, renderia cerca de 2 mil pedras. "Isso daria para abastecer o bairro Battisti por quase um mês", explicou um dos integrantes da Patres. Como cada pedra é vendida por R$ 5, o traficante lucraria cerca de R$ 10 mil.

Sobre o tijolo de maconha, os brigadianos observaram que cada porção da droga é vendida por cerca de R$ 10. Como a porção tem pouco menos de um grama, a droga renderia aproximadamente R$ 5 mil.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Patrulha Especial da Brigada Militar apreende drogas

Publicado em 28/06/2016 às 18h03

Patrulha Especial da Brigada Militar apreende drogas e bicicletas furtadas no bairro BattistiA Patrulha Especial da Brigada Militar (Patres) de Venâncio Aires realizou ação na tarde desta terça-feira, dia 28, na rua 4 do bairro Battisti, em Venâncio Aires. Após denúncia de que a casa de uma mulher seria usada para guardar drogas e objetos furtados, foram feitas buscas no local.

Na residência, foram encontrados 434g de maconha, 255g de crack, um revólver calibre 38 com numeração raspada e duas munições. Na casa também havia duas bicicletas esportivas, sendo que uma delas é avaliada em aproximadamente R$ 3.700,00. A proprietária da casa, uma mulher de 40 anos, foi conduzida à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento para registro da ocorrência. 

 

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Veridiana Röhsler
Foto: Brigada Militar

Compartilhar

Mulher presa afirma que vendia drogas por medo de morrer

Publicado em 28/06/2016 às 16h00

Material recolhido pela Brigada MilitarA Brigada Militar de Venâncio Aires apreendeu no início da tarde desta terça-feira uma quantia de drogas um revólver no bairro Battisti, em Venâncio Aires. A equipe da Patres localizou cerca de meio quilo de maconha, 250g de crack e um revólver calibre 38, com a numeração raspada. No local onde os itens foram recolhidos, a proprietária da residência alegou que vendia por medo de morrer, ameaçada por moradores conhecidos por 'Porto Alegre'.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Daniel Heck
Foto: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Ladrão de bolsa agiu, desta vez, no bairro Morsch

Publicado em 28/06/2016 às 15h59

O rapaz que está assaltando mulheres e furtando suas bolsas, em Venâncio Aires, agiu novamente. A última vítima é uma mulher que caminhava pela rua Brígida Fagundes, no bairro Morsch.

Segundo informado, o ladrão se aproximou, anunciou o assalto e intimidou a vítima com uma faca. Ele roubou a bolsa da vítima, que continha documentos e dinheiro, e fugiu correndo. Desta vez, a vítima não foi ferida.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Sepultada a sétima vítima de acidente de trânsito no ano

Publicado em 27/06/2016 às 16h21

Foi sepultada domingo à tarde, no cemitério de Linha Picada Mariante, o corpo de Marcelo Alexandre Pereira, 30 anos. Ele morreu por volta das 19h do sábado, após se envolver em um acidente de trânsito naquela localidade.

Segundo apurado, ele conduzia uma moto e colidiu contra uma árvore, em uma curva da estrada de chão. Pereira é a sétima vítima de acidente de trânsito no ano, em Venâncio Aires.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Álvaro Pegoraro

Compartilhar

Condutor de motocicleta morre em colisão com árvore

Publicado em 26/06/2016 às 21h35

Foi confirmada a morte de um motociclista que colidiu contra uma árvore, na localidade de Linha Picada Mariante, no final da tarde de ontem. De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), responsável pelo atendimento da ocorrência, a vítima é Marcelo Alexandre Pereira, de 30 anos.

A Polícia Civil informou que Pereira, provavelmente, tenha perdido o controle da motocicleta em uma curva. O velório acontece neste momento no necrotério de Picada Mariante. A vítima, que deixa os pais Hélio e Leci, será sepultada às 17h, no cemitério da mesma localidade onde ocorreu o acidente.

 

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Carlos Dickow

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||