Notícias - Polícia

Ladrões furtam 40 arrobas de tabaco no interior de Venâncio

Publicado em 08/04/2016 às 14h32

Ladrões furtaram, durante a madrugada desta sexta-feira, na localidade de Linha Grão Pará Baixo, 40 arrobas de fumo, pertencente ao comerciante Eleomar dos Santos, 43 anos. Segundo ele, que é proprietário do Bar do Casão, os ladões também envenenaram um cão e algumas galinhas.

O tabaco estava dentro de um galpão. Conforme o comerciante, o prejuízo é de aproximadamente R$ 6.400. Ele tem suspeita da autoria do furto e repassou as informações à polícia.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Pedestre morre em frente à estação rodoviária

Publicado em 08/04/2016 às 14h31

Acontece agora, na capela Paul Harris, o velório de Elson Gasparini. Ele faleceu na noite desta quinta-feira (7), aos 67 anos, em via pública, quando caminhava pela rua Voluntários da Pátria. 

Gasparini caiu sobre a calçada quando passava em frente à estação rodoviária. O Samu foi acionado, mas ele faleceu no local. O velório acontece na capela Paul Harris até às 15h. Após, o corpo será levado para São Leopoldo, onde será cremado. 

A Funerária Kist informou que ainda não foi emitida certidão de óbito, portanto, a causa da morte é desconhecida.

 

 

Fonte: Rádio Terra FM
Créditos: Adriano Claudino

Compartilhar

Morre vítima de queda de telhado em Vila Terezinha

Publicado em 07/04/2016 às 14h20

A família de Liceu Pohl, 65 anos, confirmou a morte dele no Hospital Bruno Born em Lajeado na manhã desta quinta-feira, 05.

Pohl caiu de um telhado na casa onde morava em Vila Terezinha, no interior de Venâncio Aires, na manhã da terça-feira, 05. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital São Sebastião Mártir e posteriormente transferido ao Hospital Bruno Born em Lajeado. 

Na manhã desta quinta-feira, 05, ele não resistiu e teve a morte confirmada por familiares. Informações sobre os atos fúnebres serão divulgados na programação da Rádio Venâncio Aires.

 

Fonte: Portal RVA

Compartilhar

Brigada encontra chassi de moto furtada em arroio

Publicado em 07/04/2016 às 14h18

Brigada Militar de Passo do Sobrado recuperou, quarta-feira à tarde, o chassi de uma moto furtada. A carcaça da Honda Titan verde, placa ILS-8413, estava dentro de um arroio, em Passo do Sobrado.

Segundo apurado, a Titan foi furtada dia 24 de março, no bairro Santa Tecla, em Venâncio Aires. Ela pode ter sido usada em um assalto, contra um posto de combustível, em Monte Alverne, praticado na tarde do dia 31 de março. O furto da moto e o assalto são investigados.

 
 
Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro
Compartilhar

Brigada prende acusados de assalto e tráfico no bairro Gressler

Publicado em 06/04/2016 às 14h29

Maconha estava pronta para a vendaAtendimento a uma ocorrência de assalto, na terça-feira à tarde, no bairro Gressler, resultou em duas prisões em flagrante. Uma pelo roubo a um estabelecimento comercial e a outra, por tráfico de entorpecentes.

A Brigada Militar foi acionada por volta das 12h30min. Uma guarnição foi até a loja, localizada na rua Armando Ruschel, e soube que o indivíduo havia entrado no local, agredido e trancado uma funcionária, de 20 anos, dentro do banheiro. A vítima relatou que o rapaz roubou uma correntinha que ela usava e R$ 396 do caixa.

Através de imagens de câmeras de prédios vizinhos, os brigadianos descobriram a identidade do autor do assalto e pediram apoio a integrantes da Patrulha Especial (Patres). Foram feitas buscas e Padilha acabou preso na casa onde mora com a família. Com ele foi apreendido o dinheiro roubado.

Quase que simultaneamente, os membros da Patres passaram em frente à casa de um suspeito de tráfico, que poderia estar envolvido no assalto. Ao ver a viatura, ele correu para dentro de casa e foi perseguido. Na cozinha, sobre uma mesa, os brigadianos apreenderam 19 porções de maconha, prontas para a venda.

Presos em flagrante, Padilha e o outro jovem, de 20 anos, foram apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento. Padilha foi reconhecido pela vítima, autuado em flagrante e levado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires. O outro responderá em liberdade por tráfico.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate

Compartilhar

Homem é preso em flagrante após roubar loja no bairro Gressler

Publicado em 05/04/2016 às 17h34

A Brigada Militar de Venâncio Aires prendeu na tarde desta terça-feira (5) um homem por roubo a uma loja no bairro Gressler. O crime aconteceu por volta das 13h. 

Segundo o capitão Fábio Bilhar, o suspeito entrou no local armado com um objeto não especificado, agrediu uma funcionária e a trancou no banheiro. Ele fugiu da loja com R$ 500. 

A Brigada Militar identificou o homem, que já tem passagens pela polícia por furto e roubo, através de imagens de câmeras de lojas próximas. Uma guarnição foi até a casa dele, onde o encontraram escondido no banheiro. 

Encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento, o delegado Vinícius Lourenço de Assunção decidiu pelo flagrante e o suspeito, que tem 26 anos, será encaminhado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires. 

DROGAS 
Durante as buscas ao homem que roubou a loja no bairro Gressler, a Brigada Militar também flagrou um jovem de 20 anos suspeito de tráfico de drogas. Segundo capitão Fábio Bilhar, ele estaria vendendo a droga para outro rapaz. O suspeito ainda tentou fugir e se desfazer dos entorpecentes, mas foi alcançado pelos policiais. 

Na Delegacia de Pronto Atendimento, o delegado Vinícius Lourenço de Assunção considerou pequena a quantia da droga (19 porções de maconha) e o jovem responderá como suspeito de tráfico em liberdade. 

 

Fonte: Rádio Terra FM
Créditos: Débora Kist
Foto: Brigada Militar

Compartilhar

Idoso fica ferido após cair de telhado no interior de Venâncio

Publicado em 05/04/2016 às 17h30

Idoso fica ferido após cair de telhado no interior de Venâncio AiresIdoso de 65 anos caiu de um telhado com altura aproximada de quatro metros na manhã desta terça-feira, dia 05. O acidente aconteceu por volta das 8h30min, na localidade de Vila Terezinha. A vítima é Liceu Pohl.

O idoso está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hopsital São Sebastião Mártir em estado grave e necessita de doações de sangue dos tipos O+ e O-. O banco de sangue da casa de saúde atende das 7h30min às 11h30min.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Veridiana Röhsler

Compartilhar

Familiares representam os autores de abusos contra crianças

Publicado em 05/04/2016 às 14h42

Márcia e Aneline estão preocupadasMenino de 3 anos, vítima de abuso sexual, praticado pelo pai, que lhe passou uma doença sexualmente transmissível; e adolescente de 12 anos, vítima de estupro consumado pelo namorado da mãe e que está grávida. Este é parte do cenário enfrentado nas últimas semanas pelas psicólogas do Posto de Atendimento à Mulher (PAM). Juntas às profissionais do Centro de Atendimento a Doenças Infecto Contagiosas (Cadi), buscam conhecer melhor os sintomas das doenças e proporcionar um melhor atendimento às vítimas.

Márcia Preuss e Aneline Schneider Decker estão preocupadas com o aumento anormal de denúncias feitas na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) ou que chegaram a elas através de profissionais que atuam junto à rede de apoio da Prefeitura. "Não divulgamos números, mas são diversos casos de violência sexual que chegaram ao nosso conhecimento nas últimas três semanas", observa Márcia, que atua no PAM desde a sua fundação, em agosto de 2000.

Outra situação que assusta é a identidade dos autores dos crimes sexuais cometidos contra as vítimas (na maioria, meninos e meninas com menos de 8 anos). Conforme as psicólogas, 100% dos autores são pessoas ligadas diretamente às vítimas, como pais, avôs, padrastos, namorados da mãe, tios, etc.

Márcia e Aneline ressaltam que estupro não é somente quando há penetração. O artigo 213 do Código Penal refere que constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso, configura crime.

Isso quer dizer que é passível de punição a pessoa que expor a vítima a, por exemplo, cenas de sexo, masturbação, 'carícias' ou a qualquer outra situação que mexa com a sua sexualidade. "A pessoa que está cometendo o crime tem total noção do que está fazendo, enquanto que a criança não distingue uma carícia de um ato com segunda intenções. Ela não vê maldade em nada e, muitas vezes, nem lembra do que aconteceu", explicam as psicólogas.

Prova disso é um caso que recentemente chegou ao conhecimento delas. Um menino foi atendido em um posto de saúde e a situação foi encaminhada às profissionais do Cadi. O menino, que agora tem 4 anos, contraiu uma doença infecto-contagiosa, mas não lembra como isso aconteceu.

Através do trabalho das psicólogas, se descobriu que o abusador é o próprio pai do menino e que os abusos começaram há mais de um ano. "Isso é revoltante e além do trauma do estupro, esta criança carregará esta doença para o resto da sua vida", desabafa Márcia. A transmissão de HPV é uma das maiores incidências.

As situações atendidas pelas psicólogas são as mais variadas e envolvem meninos e meninas. Aneline e Márcia não sabem a que creditar este elevado número de casos, mas pedem que as mães ou responsáveis continuem denunciando qualquer tipo de violência sexual. "Não cabe a elas provar o que aconteceu. Isso é trabalho da polícia. A elas cabe o dever de sair em defesa dos seus filhos", mencionou Aneline.

HEDIONDO
O estupro é considerado um crime hediondo e sua pena inicial é de 6 a 10 anos de reclusão. Mas se a vítima for uma criança (menor de 12 anos), a pena aumenta e passa a ser de 8 a 15 anos. Entretanto, explica o delegado Felipe Staub Cano, se o causador da violência sexual for do vínculo familiar da vítima (pai, irmão, avô, padrasto, tio, etc), a pena aumenta da metade.

De acordo com a Lei, o condenado terá que cumprir a pena em regime fechado e só terá direito à progressão de regime, depois de cumprir dois quintos da pena. "Mas se for reincidente, aumenta para três quintos", observa Cano.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Homem tenta fugir da Brigada, mas é preso no bairro Gressler

Publicado em 05/04/2016 às 14h37

Toyota Patrulha da Brigada Militar prendeu em flagrante, por volta das 23h30min desta segunda-feira, um homem de 26 anos. Segundo o capitão Fábio Bilhar, o indivíduo não respeitou uma ordem de parada e fugiu por ruas de Venâncio Aires, dirigindo em alta velocidade, com a luz apagada e sem respeitar as vias preferencias, por cerca de 20 minutos.

O rapaz foi perseguido até que entrou em uma rua sem saída, no bairro Aviação, 'encavalando' sobre pedras a caminhonete Toyota que dirigia. Dentro dela os brigadianos apreenderam um rádio HT, utilizado por pessoas que andam em desacordo com a Lei para entrar na frequência da BM.

Conforme o capitão, o rapaz já foi preso por contrabando de cigarros. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e autuado por desacato, desobediência e direção perigosa. A Toyota foi recolhida.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Brigada Militar registra quase 100 prisões em março

Publicado em 04/04/2016 às 15h04

A Brigada Militar de Venâncio Aires prendeu 98 pessoas em março. Os números da Secretaria de Segurança foram divulgados pelo comandante da Corporação, capitão Fábio Bilhar. Janeiro e fevereiro tiveram números iguais – 86 prisões por mês, ante outras 81 em dezembro do ano passado. 

Ao mesmo tempo, alguns dos índices de criminalidade têm caído no município, destacando-se, entre eles, o furto de veículos, com redução de 42% no mês passado, na comparação com fevereiro. Bilhar destaca como determinantes para a atuação da Brigada Militar a qualidade do efetivo de soldados, que, segundo ele, “comprou sua metodologia de trabalho”. 

O capitão ainda ressalta a eficiência do plano de segurança do 23° Batalhão de Polícia Militar, comandado pelo major Paulo Fernando Soares Nascimento, com as operações Combo, Avante e Tropas Especiais. Também estão sendo alinhadas estratégias em nível de Comando Regional, proporcionando ações mais eficazes e contundentes do combate à criminalidade. 

Das 98 prisões efetuadas em março, a maioria diz respeito ao envolvimento com drogas, tráfico, homicídios e crimes patrimoniais. “Há muito trabalho pela frente, mas os índices demonstram que estamos no caminho certo”, afirma Bilhar. 

O capitão também comemora a implantação do disque-denúncia (3741-1717), que tem trazido informações da população para a Brigada Militar. O sigilo, segundo Bilhar, é garantido.

Fonte: Rádio Terra FM
Foto: Brigada Militar
Créditos: Adriano Claudino

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||