Notícias - Polícia

Suspeito de tentativa de feminicídio presta depoimento na Delegacia de Polícia

Publicado em 13/08/2019 às 09h15

O suspeito de disparar sete tiros contra a jovem Micheli Schlosser, 25 anos, na noite de domingo,11, por volta das 19h40min, na rua Osvaldo Aranha, no ‘calçadão’ de Venâncio Aires, prestou depoimento na Delegacia de Polícia no início da tarde desta segunda-feira, 12.

Acompanhado de um advogado, o homem, de 28 anos, alegou que é namorado da vítima e preferiu se manter calado sobre os fatos. Foram feitas buscas na casa dele no bairro Santa Tecla e, apreendidas uma espingarda calibre 12, um rifle calibre 22 e munição. As armas estão registradas no nome do suspeito.

O delegado Felipe Staub Cano representou pela prisão preventiva do suspeito. Segundo informado pelo Hospital São Sebastião Mártir (HSSM), Micheli recebeu alta médica no meio-dia desta segunda-feira.

 

O CASO

A vítima e o acusado dos tiros haviam conversado, mas acabaram discutindo. O homem saiu e no momento em que Micheli e familiares entravam em um automóvel para ir embora, o acusado se aproximou em uma moto Honda Biz. Ao ver a cena, um familiar empurrou Micheli para dentro do carro. O homem desferiu sete tiros contra a vítima. Desses, dois atingiram a cabeça e outros três partes do corpo.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Ana Carolina Becker

Compartilhar

Brigada Militar prende quatro suspeitos de participar do assalto ao Sicredi de Vale Verde

Publicado em 12/08/2019 às 13h58

Uma operação da Brigada Militar, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prendeu, na manhã desta segunda-feira, 12, próximo a Vila Mariante, interior de Venâncio Aires, quatro pessoas – duas mulheres e dois homens – suspeitas de envolvimento no assalto e no resgate da quadrilha que atacou a agência do Sicredi de Vale Verde na quinta-feira, 8.

 Além disso, a BM também aprendeu dinheiro, dois veículos, suprimentos (água, lanche e salgadinhos) e aparelhos celulares. A operação é liderada pelo comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar (23° BPM) tenente-coronel Giovani Paim Moresco. Conforme ele, a suspeita é que três dos presos estejam envolvidos no assalto de alguma forma. “A outra pessoa é um homem que teve com ele encontrada um numerário bastante expressivo de dinheiro com notas sequenciais. Tudo indica que ele é um dos participantes”, comenta.

Os quatro suspeitos presos pela Brigada Militar já foram trazidos até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Venâncio Aires, onde eles prestarão depoimentos. O cerco policial para buscas aos criminosos segue acontecendo até que todos os criminosos sejam capturados.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Ana Carolina Becker
Foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Vítima de cinco tiros segue internada no Hospital de Venâncio

Publicado em 12/08/2019 às 13h56

Inspira cuidados o estado de saúde da jovem vítima de uma tentativa de feminicídio, praticada domingo à noite, no centro de Venâncio Aires. Michele Schlosser, 25 anos, foi atingida por cinco tiros e segue internada na Hospital São Sebastião Mártir (HSSM). 

Segundo apurado pela Polícia Civil, o fato aconteceu na rua Osvaldo Aranha, no ‘calçadão’. A vítima e o acusado dos tiros haviam conversado, mas acabaram discutindo. O homem saiu e no momento em que Michele e familiares entravam em um automóvel para ir embora, o acusado se aproximou em uma moto Honda Biz.

Ao ver a cena, um familiar empurrou Michele para dentro do carro. O homem desferiu cerca de sete tiros e cinco atingiram a vítima. Ela foi levada ao HSSM e passa bem. O autor dos tiros está identificado. Foram feitas buscas na casa dele no bairro Santa Tecla e apreendidas outras armas.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Mulheres são 56% das vítimas de atropelamento com morte em Venâncio

Publicado em 12/08/2019 às 13h54

Os atropelamentos com vítima fatal, nos últimos dez anos, representam 21% das mortes no trânsito do Rio Grande do Sul. De acordo com o Departamento de Trânsito (DetranRS), cerca de 33% das vítimas de acidentes no período são mulheres. O levantamento do DetranRS também detectou outro dado preocupante: 31% dos mortos em atropelamentos têm mais de 65 anos.

De 2009 a 2018, 1.277 mulheres morreram em atropelamentos no Estado, contra 2.573 homens, totalizando 3.852 pedestres mortos. O número representa 20,2% do total de 19.091 mortes registradas no período em consequência de acidentes de trânsito. O risco aumenta conforme aumenta a idade, concentrando-se a maioria das mortes por atropelamento na faixa acima dos 65 anos. Foram 612 mortes entre 65 e 74 anos, e 583 acima dos 75, nos dez anos analisados.

Nas ruas e rodovias que passam por Venâncio Aires, 164 pessoas perderam a vida entre 2009 e ontem. Destas, 23 morreram atropeladas, sendo que 13 eram do sexo feminino. Isso mostra que 56% das vítimas de atropelamentos na Capital do Chimarrão eram mulheres.

Destas 13 vítimas, sete tinha menos de 50 anos. Entre as seis que tinham idade superior, duas tinham 80 anos. Dos dez homens mortos por atropelamento no período, sete tinham mais de 50 anos, sendo que cinco tinham mais de 60 anos.

 

DURANTE A NOITE

Buscando um diagnóstico da acidentalidade com pedestres, o DetranRS detectou que quase 60% dos 3.819 atropelamentos registrados aconteceram nos turnos da noite e madrugada, sendo a iluminação um importante fator a ser observado. Os finais de semana são os dias mais críticos, com quase metade das ocorrências registradas nas sextas, sábados e domingos, podendo ter influência o maior consumo de álcool nesses dias.

Como era de se esperar, já que nas cidades é maior a circulação de pedestres, as vias municipais concentram a maioria dos acidentes (54%). Mas também preocupa o número de atropelamentos em rodovias. Foram 1.736 ocorrências no período analisado.
Na Capital do Chimarrão, das 23 mortes por atropelamento entre 2009 e ontem, 16 foram em rodovias (69,5%).

 

VEÍCULOS

Entre os veículos envolvidos em atropelamentos, o automóvel é o mais frequente – até por seu maior volume em circulação (61% da frota gaúcha). Eles representam 36,5% do total de 4.203 veículos envolvidos em atropelamentos de 2009 a 2018. Na sequência, se envolvem mais em atropelamentos as motos, que são 17% da frota e 15% dos veículos envolvidos com atropelamentos; e os caminhões, que são 4% da frota e 12% dos envolvidos nos acidentes com pedestres.

 

ESTE ANO

Análise prévia da acidentalidade neste ano de 2019 aponta para 170 atropelamentos e o mesmo número de pedestres mortos neste primeiro semestre. O número representa 23% do total de 732 acidentes registrados no período.

Os atropelamentos deste ano seguem o mesmo padrão que o período de dez anos analisados: estão concentrados mais em vias municipais (50%), nos turnos da noite e madrugada (31%) e nos finais de semana (54% sextas, sábados e domingos). Assim também o perfil das vítimas: 67% homens e 32% acima dos 65 anos.

Em Venâncio, das sete vítimas do trânsito no ano, uma jovem morreu atropelada. O acidente aconteceu na RSC-287, à noite, a vítima tinha 20 anos e foi atingida por uma carreta.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos e foto: Alvaro Pegoraro

Compartilhar

Mulher é baleada no centro de Venâncio Aires

Publicado em 12/08/2019 às 13h53

Uma mulher ficou ferida após ser baleada no centro de Venâncio Aires, na região da praça da matriz, na noite deste domingo, 11.

Segundo informações policiais, a jovem, de 25 anos, estava entrando em um carro, quando houve os disparos no vidro traseiro do veículo por volta das 19h40. Em versão apresentada pela irmã dela à Polícia Civil, o suspeito foi namorado da vítima e teria discutido minutos antes. Ele saiu de carro do local e voltou de moto, quando efetuou os disparos. A Brigada Militar fez buscas na casa dele, na rua Fernando Manoel Schwingel, na entrada do bairro Santa Tecla, e apreendeu no local uma espingarda calibre 12 e um rifle calibre 22. O suspeito ainda não foi encontrado. Ainda segundo a versão da irmã, a vítima não corre risco de morte e está em observação no Hospital São Sebastião Mártir. 

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Portal RVA
Foto: Divulgação

Compartilhar

Moradoras de Venâncio ficam feridas em acidente em Marques de Souza

Publicado em 12/08/2019 às 13h51

Um acidente de moto deixou duas moradores de Venâncio Aires feridas na manhã deste sábado, 10, na BR-386, em Marques de Souza, no Vale do Taquari. Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 6h15min, no quilômetro 335 da rodovia.

Ainda segundo a PRF, a condutora da motocicleta, de 23 anos, sofreu escoriações e a caroneira, de 32 anos, teve lesões leves. As duas foram encaminhadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A motocicleta é uma Honda CB 300 com placas de Venâncio Aires. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Jornal Folha do Mate
Foto: Divulgação/PRF

Compartilhar

Dois casos de suspeita de estupro de menor são registrados em Venâncio Aires

Publicado em 09/08/2019 às 17h11

Dois casos de suspeita de estupro foram registrados na Delegacia de Venâncio Aires. O primeiro deles teria acontecido no interior do município na última segunda-feira. Uma mulher foi visitar a ex-sogra. O seu filho, de 8 anos, foi na roça com o pai. No dia seguinte a mãe percebeu lesões no menino e o menor teria lhe dito que o pai abaixou as calças e "fez bobagem" nele, conforme registrado no Boletim de Ocorrência. A mãe consultou um médico que confirmou as lesões. O outro caso é o de uma menina de 14 anos. Ela relatou na escola que estuda, localizada na zona urbana de Venâncio Aires, que o pai estaria lhe mostrando o genital e passando a mão no seu corpo. O pai lhe ameaçava para que ela não contasse nada para ninguém. A escola chamou a mãe e também acionou o Conselho Tutelar. Os dois casos serão investigados. 

 

Fonte: Rádio Terra FM

Compartilhar

Idosa perde R$ 4 mil no Golpe do Bilhete

Publicado em 09/08/2019 às 09h35

Uma mulher perdeu R$ 4 mil no golpe do bilhete na tarde desta quinta-feira, 08, em Venâncio Aires. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Segundo a ocorrência, a idosa de 77 anos, estava caminhando no bairro Aviação, quando foi abordada por um indivíduo. Ele teria perguntado onde ficava de uma floricultura. Logo após, outro homem chegou ao local. Os dois teriam começado uma conversa sobre um possível bilhete premiado. Um deles ainda fez uma ligação, dizendo ser para um banco, que teria confirmado o prêmio. Segundo a ligação, seriam necessárias duas testemunhas para retirar o valor do prêmio de R$ 956 mil.

Após, eles levaram a vítima, em um carro branco, até o banco em que ela possui conta. A idosa foi persuadida a sacar R$ 4 mil para dar como garantia. Eles, então, retornaram ao veículo. Quando ela iria sair do carro, um deles a ameaçou, forçando a entregar o dinheiro. Os criminosos fugiram com o dinheiro.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Eduardo Wachholtz

Compartilhar

Mulher fotografa e denuncia abandono de animais em Venâncio

Publicado em 08/08/2019 às 10h45

Uma moradora do bairro Brígida denunciou na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Venâncio Aires, na manhã desta quinta-feira, o abandono de um cachorro. Ela disse que chegava em casa do trabalho, na terça-feira, 6, quando flagrou o condutor de um Ford Corcel II jogando o animal para fora do carro e fugindo.

A denunciante conseguiu fotografar o automóvel à distância e viu que o cãozinho (um filhotão) foi até um pavilhão nas imediações, ganhou água e comida e acabou adotado. Mesmo assim, comunicou o abandono às integrantes da ONG Patinhas de Amor.

Ainda segundo a  mulher, é comum pessoas largarem animais naquela região, próximo ao ginásio de esportes do Brígida. Dias atrás, um filhote de cachorro acabou morrendo de frio, depois de ser abandonado. Ao ver o animal ao relento, ela foi até a sua casa para pegar algo para ele comer, mas ao retornar, notou que o animal havia morrido.

As imagens do carro que largou o filhotão esta semana, foram repassadas à Polícia Civil.

 

Fonte: Jornal Folha do Mate
Créditos: Alvaro Pegoraro
Foto: Arquivo Pessoal

Compartilhar

“Antigamente se dormia com a janela aberta”, diz aposentado vítima de assalto em Vila Estância Nova

Publicado em 08/08/2019 às 10h43

AssaltoPolícia Civil e Brigada Militar acreditam que o indivíduo que assaltou um aposentado de 77 anos, terça-feira à tarde, no interior de Venâncio Aires, está envolvido em uma série de outros crimes. Armado e mascarado, trancou a vítima no banheiro e roubou dinheiro e o seu automóvel. O veículo foi localizado horas depois, próximo de onde o suspeito costuma se esconder, em outra localidade do interior do município. O aposentado só conseguiu se libertar após quebrar a porta do banheiro, onde foi trancado e acionou familiares e a Brigada Militar.

Ornélio Manoel Dorr é pessoa conhecida em Vila Estância Nova e arredores. Aposentado, decidiu morar sozinho, mas tem a companhia diária de amigos e familiares. Seu Nelinho, como carinhosamente é chamado, é do tempo em que se dormia de janela aberta, sem preocupações. “Já não dá mais pra fazer isso e até coloquei tranca nas portas”, disse.

Mas ele não imaginou que seria assaltado em plena luz do dia. Na terça-feira, Nelinho tinha ido à cidade e ao retornar, passou na casa de um vizinho para conversar e tomar chimarrão. Passava um pouco das 16h e ele disse ao amigo que iria embora e foi questionado. “Ele me falou que era cedo para ir embora, mas decidi ir. Se tivesse ficado mais um pouco, como é de costume, isso talvez não teria acontecido”.

Nelinho estava confortavelmente sentado no sala da sala da sua casa quando viu aquele indivíduo mascarado se aproximando, bem rápido. Pensou em trancar a porta, mas não deu tempo. “Ele entrou com a arma na mão e disse que queria dinheiro para a passagem. Pedi que se acalmasse e disse que iria no quarto buscar, mas ele foi junto”, explicou.

O aposentado tinha R$ 320 no bolso das calças e o ladrão levou tudo. “Ele disse para dar tudo, senão me mataria”. Nelinho foi trancado em seu banheiro e ouviu quando o ladrão abriu a porta do seu Gol – o alarme disparou -, ligou o veículo e saiu ‘cantando pneu’.

Segundo o que a vítima declarou na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o ladrão estava armado com uma garrucha de dois canos. “Não sei se tinha munição, mas não podia fazer nada naquelas alturas”, mencionou.

 

Quebrou a porta 

Trancado em seu banheiro, seu Nelinho teve a ideia de arrancar o forro e tentar quebrar uma telha de amianto para sair de lá pelo telhado. Até conseguiu levantar parte do forro, mas se deparou com telhas de seis milímetros e teve que desistir desta ideia.

Foi então que pegou a tampa da caixa d’água do vaso sanitário e começou a bater contra a porta. Insistiu tanto que conseguiu fazer um buraco e enfiou a mão, imaginando que o ladrão tivesse deixado a chave do lado de fora. Não estava e então ele usou um frasco de veneno para insetos para tentar soltar as braçadeiras da porta, mas não deu certo. O aposentado insistiu e conseguiu arrancar a porta e se soltar.

Como o ladrão não levou o celular, que estava sobre a mesa, ele ligou para a nora e posteriormente para a Brigada Militar. Foram feitas buscas e o Gol foi encontrado abandonado, no início da noite, na localidade de Linha Grão-Pará, distante cerca de um quilômetro da RSC-453.

 

Resgate

Seu Nelinho estava em casa, na companhia de amigos e familiares, quando recebeu uma ligação de um número privado. A pessoa disse que estava com o seu carro e pediu R$ 2 mil para devolvê-lo. “Disse que não tinha esse valor e ela mandou eu dar um jeito”. Naquele momento, o aposentado já sabia que seu veículo tinha sido localizado.

Seu Nelinho também sabia que o assaltante foi visto caminhando às margens da RSC-287, antes de invadir a sua casa. Ele o descreveu com um indivíduo de estatura mediana (suspeita ter cerca de 1,60 metro), mas não conseguiu dar detalhes da cor do cabelo, olhos e pele. “Ele estava com uma toca cor de rosa. Não deu pata ver nada pois foi muito rápido”, explicou o aposentado.

O delegado Felipe Staub Cano determinou que seja feita uma perícia papiloscópica no Gol da vítima, para encontrar impressões digitais. Como há um suspeito, seria fácil confrontar as digitais que forem encontradas no automóvel com a dele.

 

Procurado

Para os agentes da Polícia Civil, há fortes indícios de que o autor deste assalto seja o mesmo indivíduo que praticou outros crime e se encontra foragido. “Suspeitamos que seja o Gunga, até pelo local onde ele abandonou o carro”, observou o inspetor Paulo Ullmann.

O chefe do Setor de Investigações (SI) se refere a Carlos Alberto da Silva, 31 anos. Ele foi reconhecido pelo envolvimento em outros assaltos e após isso, rompeu a tornozeleira eletrônica que usava e passou à condição de foragido.

A polícia descobriu que Gunga estava morando em Linha Grão Pará Baixo e fez buscas, mas ele não foi mais localizado. As características físicas fornecidas pela vítima do assalto em Vila Estância Nova são semelhantes a do procurado. Para a PC, ele está envolvido em, no mínimo, cinco assaltos recentes praticados no município.

 
Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||