Brigada Militar apreende cocaína do tipo "silver magic" em Venâncio Aires

Publicado em 25/01/2019 às 13h46

A Brigada Militar de Venâncio Aires apreendeu drogas na tarde desta quinta-feira, 24. Policiais Militares da Patrulha Tático Motorizada, em trabalho conjunto com agentes do setor de inteligência, realizaram diligências a partir de uma movimentação no bairro Cidade Nova, próximo a um ponto suspeito de tráfico.

No local, presenciaram um veículo táxi SpaceFox, conduzido por um homem de 39 anos, que levaria um passageiro, carregando uma mochila de cor preta. A Brigada Militar realizou acompanhamento ao táxi, que foi até o bairro Coronel Brito, onde acabou abordado. Nesse momento, o passageiro, de 21 anos, não estava mais em posse da mochila, mas informou que levaria os policiais até o local onde teria entregue a outra pessoa. O rapaz ainda apontou dois locais falsos no intuito de enganar os policiais militares e como nada foi localizado, deixaram ele no bairro Battisti.

A BM permaneceu com as buscas, quando foi visto um adolescente caminhando com uma mochila preta. Esse tentou fugir, jogando a mochila em um terreno, sendo alcançado e abordado pela guarnição. No interior da mochila foi encontrada maconha, totalizando 1,324kg, 196 gramas de cocaína, 11 comprimidos de Ecstasy, um simulacro de pistola, um aparelho celular Samsung, várias folhas de anotações do tráfico e 1g de uma cocaína conhecida como "Silver Magic". O adolescente confessou ser amigo do outro rapaz e que tinha pego a mochila com ele.

Essa droga, "Silver Magic", segundo o tenente Altermann, comandante do Pelotão de Venâncio Aires, é misturada com corantes e normalmente vendida em festas de músicas eletrônicas. A composição da droga disfarça o cheiro e dificulta a detecção de cães farejadores e testes químicos da perícia. Conforme a Comandante da 3ª Cia da BM, capitã Michele Vargas, 10g do entorpecente chegam a custar R$ 1 mil.

Diante das apreensões, o jovem foi conduzido à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento para registro e liberado a um responsável. A capitã ainda destaca que a utilização de adolescentes pelo tráfico tem se tornado habitual, pois a legislação é mais branda. Seria fundamental que pais e responsáveis passassem a ser cobrados com mais rigor, enquanto não há uma alteração legislativa.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Veridiana Röhsler
Foto: Brigada Militar

voltar para Notícias - Polícia

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||