Moradores denunciam furtos e vandalismo no cemitério de Linha Travessa

Publicado em 11/10/2019 às 16h57

Moradores de Linha Travessa procuraram a Rádio Venâncio Aires para relatar uma série de furtos dentro do cemitério da Comunidade Nossa Senhora Aparecida. Entre os objetos desaparecidos estão placas e materiais metálicos.

O popular Valdir da Silva denunciou o fato na tarde desta sexta-feira, 11. Segundo o homem, há cerca de 15 dias ele foi visitar o túmulo da mãe, que estava completando um ano de falecimento, e deu falta de alguns itens da sepultura do irmão. “É que a gente perdeu dois da família, no caso meu irmão e minha mãe, tudo tem custos e a gente foi se organizando para colocar alguma coisa lá nos túmulos”, destacou Silva.

Segundo Valdir da Silva, vários túmulos já foram atacados e danificados. “Faz mais de um ano, foi invadida a capela, quebraram os vidros e entraram lá […] a gente faz as coisas bonitas e alguém invade”, lamentou o popular. Os moradores acreditam que as peças furtadas são vendidas pelos ladrões.

 

Fonte: Portal RVA
Créditos: Eduardo Wachholtz

voltar para Notícias - Polícia

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||