Notícias - Prefeitura

1º Passeio Ciclovia é Vida registra mais de 450 participantes

Publicado em 02/03/2015 às 13h57

A tarde ensolarada de sábado, 28, marcou o primeiro evento Ciclovia é Vida na Capital do Chimarrão. O passeio que reuniu ciclistas, corredores e caminhantes em uma proposta de incentivo à atividade física e mobilidade urbana, contou com mais de 450 participantes nos dois trajetos de sete e quatro quilômetros. Numa celebração à solidariedade, foram doados na oportunidade cerca de 500 quilos de alimentos não perecíveis.

Numa realização da Administração Municipal, SESC e Associação Bikers Rota do Sol, o passeio Ciclovia é Vida contou com apoio de empresas locais e imprensa no sorteio de cinco bicicletas, uma roupa de ciclismo, dois pares de tênis, além de dezenas de brindes. Os primeiros 200 inscritos também receberam camiseta promocional.

Durante todo o trajeto, percorrido por pessoas de todas as idades, o grupo foi acompanhado por monitores do SESC que distribuíam água e colaboravam na organização. No retorno à Travessa São Sebastião Mártir, local de concentração do passeio, ninguém arredou o pé até o fim dos sorteios.

Com apoio da comunidade, organizadores pretendem realizar a segunda edição do passeio Ciclovia é Vida ainda ao longo desse ano.

 

Crédito: Daiana Nervo

Compartilhar

Artus avalia encontro da Famurs no litoral

Publicado em 27/02/2015 às 17h00

O prefeito de Venâncio Aires e presidente da AMVARP, Airton Artus, avalia como tímida a Assembleia de Verão da Famurs, em Capão da Canoa. O encontro reuniu políticos de quarta, 25 até esta sexta-feira. Artus esperava um encontro mais positivo, com mais esclarecimentos, com pelo menos uma perspectiva dos desdobramentos da crise e de notícias alentadoras para os próximos meses, mas nesse sentido a expectativa foi frustrada. “Como sempre, valeu pela explanação do presidente da CNM, Paulo Zulkowsky, que está cotado para vir a Venâncio Aires para um encontro entre prefeitos da Região, em 2015”. O objetivo é elencar os problemas dos Municípios, diretamente com o presidente, e concentrar esforços nas soluções.

Artus explica que, como presidente da Amvarp, tem a obrigação de participar dos encontros envolvendo as Prefeituras, porém, as ações precisam ser mais enfáticas e produtivas. “Temos que melhorar muito. Não só na área pública, mas também na economia do país que está sofrendo uma depressão e com possibilidade de recessão com a queda do PIB. Vemos uma letargia e pouca ação por parte do Governo Federal e pior, sem planejamento”, ressalta. O próximo encontro de prefeitos será em nível nacional, com a 18ª Marcha a Brasília, no mês de maio.


Fonte: Assessoria de Imprensa de Venâncio Aires

Compartilhar

Programa Municipal do Artesanato define calendário de feiras

Publicado em 27/02/2015 às 14h09

Exibindo Artesanato Venâncio 5.jpgUm encontro na Prefeitura de Venâncio Aires reuniu nesta quinta-feira, 26, artesãos venâncio-airenses integrantes do Programa Municipal do Artesanato. O objetivo foi definir o calendário de feirar para o ano e metas para o desenvolvimento do setor. Para 2015, 12 feiras estão agendadas para o centro da cidade, além de visita ao Brique da Redenção, em Porto Alegre, e maior participação em mostras e eventos no interior do Rio Grande do Sul.

Com aproximadamente 300 artesãos cadastrados junto ao Governo do Estado e aptos a produzir e comercializar artesanato na Capital do Chimarrão, o Programa Municipal conta com 45 profissionais ativos que participam de feiras e atividades de capacitação. Liderado pela secretaria municipal do Desenvolvimento Econômico, o coordenador do programa, Christiano Kauffmann, esclarece que ainda é possível ingressar no programa, bastando para isso ter carteira de artesão e residir em Venâncio Aires. A inscrição pode ser feita junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, localizada na rua Osvaldo Aranha, esquina Sete de Setembro.

A primeira feira do artesanato no centro da cidade ocorre no próximo sábado, 7 de março, das 7h30 às 17h,juntamente com a Feira da Agricultura Familiar, no Largo do Chimarrão. As demais estão agendadas para ocorrer próxima a datas comemorativas, como Páscoa e Natal.

O Programa do Artesanato iniciou em 2009 com o objetivo de melhorar a situação econômica e social dos artesãos locais. Além de estimular a formalização da atividade, gerando emprego e renda a partir da arte, o programa oportuniza atividades de qualificação aos artesãos, encontros para troca de experiências, divulgação e comercialização dos produtos através de cursos, mostras e exposições, valorizando assim a mão-de-obra e despertando a auto-estima dos profissionais desta atividade.

 

CALENDÁRIO DAS FEIRAS DE ARTESANATO 2015

MARÇO - 7

ABRIL - 4

ABRIL – 15 a 18 (FÓRUM DE EDUCAÇÃO, NA SOVA)

MAIO - 9

JUNHO – 4 A 7 (FEIRA COMERCIAL, NOS PAVILHÕES)

AGOSTO - 8

SETEMBRO - 12

OUTUBRO - 10

NOVEMBRO - 7

DEZEMBRO – 6, 12 E 19

 

Créditos: Daiana Nervo

Compartilhar

Prefeitura busca alternativa para auxiliar Escola São Luiz

Publicado em 27/02/2015 às 13h41

Exibindo Reunião CNEC.jpgUm novo encontro esta semana com coordenadores do grupo educacional Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), e Administração Municipal, buscou definir o entrave que perdura por vários anos envolvendo a Escola Estadual de Ensino Fundamental São Luiz, de Vila Santa Emília, que busca junto à CNEC o repasse da área. A intenção do prefeito Airton Artus é doar um espaço junto ao bairro Aviação em troca da Escola São Luiz, porém a CNEC teria o compromisso de investir na construção de uma escola técnica que possa atender alunos da comunidade local e dos bairros próximos.

O prefeito Airton Artus e os secretários de Planejamento, Telmo Kist e de Educação, Émerson Henrique, receberam os assessores da CNEC, Éverton Kafski e Ânderson Cardoso, durante a quarta-feira, 25, que ficaram de avaliar a possibilidade e avançar nas negociações. Com 70 anos de existência, a CNEC atua em todos os níveis educacionais, em 18 Estados. Possui 136 unidades de Educação Básica, 19 unidades de Ensino Superior, mais de 100 mil alunos e mais de 8 mil colaboradores. Conta ainda com 34 polos de Ensino à Distância no país e pretende ampliar para 80. “Fizemos vistorias no imóvel e sabemos que ele precisa de investimentos. Vamos avaliar a oferta da troca da área e levar à direção”, disse Kafski.

Atualmente a Escola São Luiz conta com cerca de 100 alunos e vem lutando há vários anos para que o prédio da instituição, passe para o Governo do Estado ou até mesmo para o Município. A Secretaria Estadual de Educação paga aluguel do espaço e por não ser de propriedade do governo gaúcho, a direção não consegue realizar reformas e obras de expansão no prédio. Em Venâncio, a CNEC ainda possui outro prédio em Santa Emília, Vila Mariante e ainda a área do Colégio Oliveira Castilhos, ocupada pela Coopeva.

 

Créditos: Rui Borgmann

Compartilhar

Monitores auxiliam alunos no transporte escolar em Venâncio

Publicado em 27/02/2015 às 13h38

Exibindo Transporte escolar.jpgA Administração Municipal de Venâncio Aires passa a investir na segurança e na comodidade dos alunos que necessitam de transporte escolar diariamente. Desde segunda-feira, 23, no retorno às aulas, os veículos que conduzem as crianças para APAE e classes especiais contam com monitores. Este ano, quatro trajetos contarão com a presença de um profissional para cada um dos veículos. Eles passam a acompanhar os alunos e auxiliar os motoristas durante as viagens.

Num primeiro momento, os monitores vão assistir alunos de educação especial da APAE, da Escola Brígida Fagundes e Monte das Tabocas. Para a coordenadora pedagógica da APAE, Kátia Maria Sehn, a iniciativa precisa ser valorizada, pois os alunos com deficiência carecem de uma atenção maior e, sozinho, o motorista não conseguia dar conta. “Com o auxílio dos monitores, tudo fica mais fácil para descer e subir nos veículos e no deslocamento até a sala de aula”, enaltece a professora.

A aluna Gabriela Candiel, de 8 anos, é um exemplo. A menina vem todos os dias da localidade de Cerro dos Narcisos numa Topic. É buscada em casa antes das 6 da manhã. Com o sorriso estampado no rosto, o monitor Eloir Jochann é quem vai dar a atenção diária à cadeirante. “Iniciamos hoje (segunda-feira) este serviço de cuidar das crianças. Será o maior prazer”, conta.

O secretário de Educação, Émerson Henrique, corrobora com a professora. Ele diz que os alunos especiais ficaram mais seguros e menos agitados com a presença de mais um profissional. Segundo a assessora da Secretaria de Educação, Bruna Wollmann, o Município conta com dez trajetos de transporte escolar, atingindo localidades como Linha Hansel, Vila Mariante, Estância Nova, Vila Deodoro, Vila Palanque, Linha Herval, além de outras comunidades do interior e diversos bairros. Os motoristas chegam a fazer quatro viagens diárias.

INVESTIMENTOS

Com base em 2014, dados da Secretaria Municipal de Educação apontam 2.773 alunos atendidos no transporte escolar, que é oferecido de forma gratuita, também, para alunos do ensino fundamental e médio. No ano passado, os gastos envolvendo o Estado e o Município chegaram a R$ 3,5 milhões. A previsão para 2015 ultrapassa os R$ 4,7 milhões. Pela lei estadual de 3 de janeiro de 2008, que institui o programa de apoio ao transporte escolar no Rio Grande do Sul, recursos anuais são repassados aos municípios conforme o coeficiente de alunos, no entanto, os valores calculados por aluno ficam abaixo do valor gasto para atendê-los anualmente. Com isso, o Município entra com contrapartida de até R$ 500 mil.

GASTO TOTAL COM TRANSPORTE ESCOLAR

2013: R$ 3.257.555,33

2014 R$ 3.520.908,21

2015 R$ 4.751.858,80 (ESTIMATIVA)

NÚMERO DE ALUNOS CADASTRADOS EM 2013

Educação especial: 141

Ens. Fundamental do Município: 677

Ens. Fundamental do Estado: 1.450

Ens. Médio do Estado: 609

NÚMERO DE ALUNOS CADASTRADOS EM 2014

Educação especial: 153

Ens. Fundamental do Município: 702

Ens. Fundamental do Estado: 1.330

Ens. Médio do Estado: 588

 

Créditos: Rui Borgmann

Compartilhar

Levantamento deve mostrar deficiência energética no interior

Publicado em 26/02/2015 às 17h34

 Com o objetivo de efetuar um relatório contendo as deficiências existentes no sistema de abastecimento elétrico em Venâncio Aires, o secretário municipal do Planejamento, Telmo Kist, reuniu-se nesta quinta-feira, 26, com líderes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Sindicato Rural. A intenção é realizar um trabalho conjunto com o setor de eletrificação da Prefeitura apontando as principais falhas no abastecimento, especialmente no interior, que serão entregues à Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs). A Agência promete ao Município que irá solicitar explicações e providencias da AES Sul para melhoria do serviço.

Entre as principais queixas dos usuários venâncio-airenses estão a demora no restabelecimento da energia após qualquer vendaval e a fraca potência energética levada a muitos locais do município, inviabilizando investimentos em novas tecnologias. “Já tivemos encontros com a Agergs para colocar essa situação da completa falta de investimentos da AES Sul no interior do nosso município. Buscamos uma notificação da Agência a empresa que afinal tem a concessão do serviço”, destaca o secretário.

Foi definido prazo para a coleta de dados até o dia 18 de março, período em que as pessoas poderão levar até os seus sindicatos as suas queixas para depois serem encaminhadas à Agergs.

 

 

Crédito: Daiana Nervo
Fotos: Altair Wachholz

Compartilhar

Município estuda criação de Guarda Municipal

Publicado em 26/02/2015 às 13h46

Exibindo guarda municipal.jpgUma reunião entre o prefeito Airton Artus, a secretária-adjunta da Administração, Mara Uhyer, e a procuradora geral Gisele Spies Chitolina, tratou na última quarta-feira, 25, da possível criação de uma Guarda Municipal em Venâncio Aires. O objetivo do novo órgão seria contribuir com o trabalho da Segurança Pública local, especialmente na fiscalização do patrimônio público, como escolas, praças, parques e academias. O prefeito solicitou ainda estudo para contratação de mais fiscais de trânsito no próximo concurso público.

A Guarda Municipal já estava prevista no Plano de Governo do prefeito Airton Artus, que não conseguiu concretizar o projeto até o momento devido a falta de recursos. A redução no efetivo da Brigada Militar, o aumento dos casos de vandalismo ao patrimônio municipal nos bairros e o alto custo investido na contratação de empresas de vigilância privada, no entanto, fizeram o prefeito reabrir o debate sobre o tema. Artus solicitou estudo de impacto financeiro para a criação dos cargos de Guarda Municipal e projeto para avaliar como seria a atuação do órgão.

Ainda na área da Segurança Pública, o prefeito destacou a necessidade de contratação de mais fiscais para o Departamento de Trânsito. Atualmente, apenas sete agentes são responsáveis por todo o serviço de fiscalização do trânsito em Venâncio Aires. Entre as demandas estão orientação aos motoristas, fiscalização de infratores, serviços administrativos, sinalização das vias públicas, atendimento a acidentes de trânsito sem vitimas e projetos de educação para o trânsito.

Créditos: Daiana Nervo

Compartilhar

Atraso na entrega de biodiesel pode paralisar máquinas

Publicado em 26/02/2015 às 13h44

A Administração Municipal de Venâncio Aires está prestes a interromper os serviços da frota de máquinas e caminhões. Diante da mobilização nacional dos caminhoneiros, a entrega de óleo diesel à Prefeitura está atrasada e deve causar o desabastecimento a partir desta sexta-feira, 27. Conforme o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ronald Artus, a carga prevista para chegar a Venâncio Aires na última segunda-feira, 23, ainda não chegou e a Petrobrás comunicou o Município que não há previsão de entrega. Os caminhões combustíveis da Petrobrás são os principais alvos dos bloqueios de caminhoneiros no Rio Grande do Sul. Na eminencia da falta de combustível, o prefeito Airton Artus determinou que a partir desta sexta-feira, 27, caso não normalize a situação, sejam realizados apenas serviços emergenciais, como da limpeza urbana, fugas de água, enterro de animais e estradas interrompidas pelas chuvas.

RECOLHIMENTO DE LIXO NO INTERIOR – Ainda em razão dos protestos nas rodovias que cortam o município, a empresa contratada para recolhimento do lixo no interior também está com dificuldades de acesso em algumas localidades. 

Créditos: Daiana Nervo

Compartilhar

Levantamento da deficiência energética no interior é realizada

Publicado em 26/02/2015 às 13h40

Exibindo eletrificação.jpgCom o objetivo de efetuar um relatório contendo as deficiências existentes no sistema de abastecimento elétrico em Venâncio Aires, o secretário municipal do Planejamento, Telmo Kist, reuniu-se nesta quinta-feira, 26, com líderes do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Sindicato Rural. A intenção é realizar um trabalho conjunto com o setor de eletrificação da Prefeitura apontando as principais falhas no abastecimento, especialmente no interior, que serão entregues à Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do RS (Agergs). A Agência promete ao Município que irá solicitar explicações e providencias da AES Sul para melhoria do serviço.

Entre as principais queixas dos usuários venâncio-airenses estão a demora no restabelecimento da energia após qualquer vendaval e a fraca potência energética levada a muitos locais do município, inviabilizando investimentos em novas tecnologias. “Já tivemos encontros com a Agergs para colocar essa situação da completa falta de investimentos da AES Sul no interior do nosso município. Buscamos uma notificação da Agência a empresa que afinal tem a concessão do serviço”, destaca o secretário.

Foi definido prazo para a coleta de dados até o dia 18 de março, período em que as pessoas poderão levar até os seus sindicatos as suas queixas para depois serem encaminhadas à Agergs.


Créditos: Daiana Nervo

Compartilhar

Habitação e Des. Social em novo endereço

Publicado em 25/02/2015 às 16h54

A Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social passa a atender a partir desta quinta-feira, 26, em novo endereço. As ações são desenvolvidas na Rua General Osório, n°1430, no centro profissional Reinaldo Schmaedecke. O telefone é 3983-1000, ramal 257. A secretaria mantém o atendimento ao idoso, bolsa-família, gabinete da primeira dama, entre outras ações sociais.

As ações envolvendo crianças e jovens do projeto Kizomba, antes desenvolvidas no antigo prédio, passam a ser efetivadas no Centro Social Infanto Juvenil, na Rua Visconde do Rio Branco e no Centro Raio de Luz, no bairro Coronel Brito. A Secretaria segue o atendimento em turno único das 7h30 às 13h30, de segunda a sexta-feira. Às quintas-feiras, das 13h30 às 16h30 o expediente é interno.

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||