Notícias - Prefeitura

Entidade de Linha Santana realiza sua festa anual

Publicado em 28/01/2015 às 08h11

 O clube de mães Unidas do Lar, de Linha Santana, realiza no próximo dia 15 de fevereiro sua tradicional festa anual. Nesta semana, o casal Auri e Silane Specht, que fazem parte da comunidade local, estiveram na Prefeitura para oficializar o convite ao prefeito Airton Artus e demais secretários municipais.

Os festejos acontecerão na Associação Esportiva e Recreativa Santana (Aersa). A programação conta com recepção de clubes e grupos convidados, apresentação da nova mãe do ano e simpatia e baile com a banda Motivos. 

 

Crédito: Geferson Kern
Fotos: Daiana Nervo

Compartilhar

Biblioteca doa mantimentos arrecadados no Mês do Perdão

Publicado em 28/01/2015 às 08h09

 O Gabinete da Primeira-Dama recebeu nesta terça-feira, 27, a doação de 33 unidades de leite oriundos da arrecadação do Mês do Perdão. A iniciativa, promovida pela Biblioteca Pública Municipal Caá Yari, visou reaver livros com devolução atrasada em troca da doação de mantimentos que serão revertidos através do Gabinete para pessoas necessitadas.

Conforme a bibliotecária Rosária Costa, durante a campanha foram devolvidos 24 livros que haviam sido retirados durante o ano de 2014. Outros livros, no entanto, permanecem em atraso, como Halo, Harry Potter e Strange Angels (volumes 1 e 2). Devoluções podem ser feitas diretamente na Biblioteca, que atende entre segunda e sexta-feira, das 7h30min às 15h. O telefone é o 3983-1080.

 

Crédito: Geferson Kern

Compartilhar

Prefeitura decreta luto oficial pela morte de Helena Goulart

Publicado em 27/01/2015 às 11h28

 Devido ao falecimento da ex-vereadora e fundadora do Partido Democrático Trabalhista (PDT) de Venâncio Aires, Helena Emília de Brito Goulart, 93 anos, o prefeito Airton Artus decretou luto oficial por três dias, referentes aos serviços prestados ao Município. Durante o luto oficial, a bandeira municipal é hasteada em todas as repartições públicas do governo a meio mastro.

Helena foi esposa do ex-prefeito Salvador Stein Goulart e a primeira mulher a se eleger vereadora no município, tendo sido a candidata mais votada quando de sua primeira eleição. O corpo está sendo velado na Câmara de Vereadores, de onde segue às 14h30min para missa de corpo presente, na Igreja Matriz, com o sepultamento ocorrendo em seguida no Cemitério Municipal.

Na foto, Helena Emília de Brito Goulart aparece ao lado do prefeito Airton Artus em visita realizada à Prefeitura, no dia 11 de dezembro de 2014.

DECRETO Nº 5.639, DE 27 DE JANEIRO DE 2015

 

Declara Luto Oficial no Município.

 

AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES, no uso de suas atribuições legais asseguradas pelo artigo 49, inciso VIII, da Lei Orgânica do Município,

CONSIDERANDO a personalidade e trajetória política de HELENA EMÍLIA DE BRITO GOULART, sendo a primeira Vereadora Mulher eleita no Município, Primeira Dama nos anos de 1964 a 1968, participando ativamente da política venâncio-airense;

DECRETA:

Artigo único. Fica declarado Luto Oficial no Município, durante 03 (três) dias, em homenagem à memória da Sra. Helena Emília de Brito Goulart, a contar do dia 26 de janeiro do corrente, data de seu falecimento.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES, em 27 de janeiro de 2015.

 

AIRTON LUIZ ARTUS

Prefeito Municipal

 

Registre-se e Publique-se

Mara Rosane da Silva Huyer

Secretária Adjunta de Administração

 

Crédito: Rui Borgmann
Fotos: Rui Borgmann

Compartilhar

Obras alteram rotas de transporte coletivo no bairro Brands

Publicado em 26/01/2015 às 14h28

O avanço das obras de drenagem e pavimentação no bairro Brands vai alterar o transporte coletivo para os moradores do local. A partir desta quarta-feira, 28, os ônibus de roteiros urbanos da empresa Chimatur deixarão de passar pelo bairro. Durante o período, os ônibus farão suas rotas até o final do trecho asfaltado no bairro Sol Nascente. O embarque ainda pode ser feito nos pontos às margens da RSC-453. As rotas voltarão ao normal assim que as obras forem prontamente executadas e serão comunicadas aos usuários via imprensa.

A pavimentação no bairro Brands é uma das obras pertencentes à segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) em Venâncio Aires. Ao todo, o programa prevê a pavimentação mista, com asfalto e bloquetes, de 75 quadras em seis pontos da cidade, beneficiando também as comunidades dos bairros Macedo, Morsch, União, Dietrich e São Francisco Xavier. A execução das obras está orçada em R$ 13,7 milhões.

 

Crédito: Geferson Kern

Compartilhar

Equipe avalia retorno tributário das empresas do município

Publicado em 26/01/2015 às 14h27

 O prefeito Airton Artus, acompanhado do secretário de Planejamento, Telmo Kist, e da secretária municipal da Fazenda, Fabiana Keller, recebeu das mãos do consultor Renato M. Peters, representante da empresa Conde & Peters Advogados Associados, o relatório conclusivo dos trabalhos de acompanhamento, correções e ajustes na formação do Índice de Retorno do ICMS para Venâncio Aires no ano de 2015. Apesar da projeção de crescimento de 9,98% com relação ao último ano e da confirmação do município como 25ª economia do RS, o grupo avaliou o desempenho setorial da economia, que manteve praticamente o mesmo volume de operações do ano anterior.

O índice de 0,615288 projetado para 2015 é o melhor desde 2006 e deve garantir aproximadamente R$ 4 milhões para os cofres da Prefeitura. O valor refere-se à participação das empresas locais nas exportações gaúchas. O relatório demonstra ainda o crescimento da economia local por setor, conforme as informações constantes nas guias de apuração do ICMS (GIA´s).

As atividades de produção e extração animal e vegetal tiveram crescimento de 12,99%, a indústria de transformação aumentou 10,93%, comércio varejista 7,52%, indústria de extração mineral 10,4% e indústria de montagem 64,67%, apesar de ainda ser inexpressivo no município. Tiveram quedas de arrecadação o comércio atacadista (-4,13%), serviços e outros (-14,54%) e indústria de beneficiamento (-5,26%).

O consultor Renato Peters destaca que a oscilação no valor adicionado do município nos últimos anos requer uma ação incisiva e criteriosa junto às empresas e seus contadores, no intento de recuperar o índice. “Pelas características das empresas aqui estabelecidas, é preciso um acompanhamento permanente. Temos que demonstrar a elas que a legislação estadual nem sempre é a mesma da unidade federativa da sede da empresa, apresentando a diferença do registro contábil do registro fiscal”, destaca.

Já o prefeito Airton Artus, atento e preocupado com a economia local, na oportunidade também analisou com o consultor o desempenho das principais empresas no ano base 2014, cuja evolução foi acompanhada mês a mês, numa prévia antecipada do que acontecerá com o Índice de Retorno do ICMS para 2016. “Restou a certeza, dado os reflexos da economia global, principalmente pela queda das exportações, que os números finais não repetirão o desempenho de 2012 e 2013, o que nos preocupa antecipadamente. Nossa equipe terá de fazer um trabalho acima da média para recuperar os dados de outros setores”, avalia Artus.

 

 

Crédito: Daiana Nervo
Fotos: Daiana Nervo

Compartilhar

Mobilização reforçada para manter município livre da dengue

Publicado em 26/01/2015 às 14h22

Exibindo IMG_7564.jpgA Secretaria Municipal da Saúde está mobilizada para que Venâncio Aires se mantenha livre de casos de focos do mosquito transmissor com a doença. A monitoria, que ocorre constantemente ao longo do ano, é reforçada no período entre novembro e maio, quando o aumento das temperaturas e dos índices de chuva favorece a criação de ambiente propício para o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão. O trabalho tem alcançado resultados práticos: em março, completam-se dois anos desde que o último foco positivo com larvas do animal foi encontrado no município.

A atuação preventiva é liderada pelo Setor de Endemias da Secretaria. Neste ano, a equipe de seis agentes de combate às endemias monitora 74 armadilhas ao mosquito espalhadas pela cidade e interior. Já outros 39 pontos tidos como estratégicos são vigiados pelos agentes, entre sedes de empresas, fábricas, cemitérios e borracharias, onde focos de água limpa e parada em pneus e tanques, por exemplo, podem servir como habitat para a disseminação do mosquito transmissor.

As varreduras foram intensificadas no último mês de dezembro, com a realização de Levantamento de Índice de Rápido (Lira), seguindo diretrizes por amostragem estabelecidas pelo Ministério da Saúde. Na ocasião, os agentes de combate às endemias do município visitaram 475 imóveis em 22 bairros. As vistorias resultaram no encaminhamento ao Laboratório Municipal de 19 tubitos e 67 larvas para análise, todas indicando resultado negativo para a presença de focos do Aedes aegypti.

As armadilhas, que consistem em um pneu cortado com água limpa depositada, são visitadas semanalmente pelos agentes, enquanto os pontos estratégicos recebem vistoria quinzenal. A população pode colaborar com a denúncia de locais que concentrem possíveis focos positivos do mosquito e a busca por informações para evitar casos da doença mantendo contato com o Setor de Endemias da Secretaria da Saúde. O atendimento acontece na rua Visconde do Rio Branco, das 7h30min às 13h30min, ou pelo telefone 3983-1053.

 

Crédito: Geferson Kern
Fotos: Geferson Kern

Compartilhar

Amanda Ferreira é a nova rainha do carnaval de Venâncio Aires

Publicado em 26/01/2015 às 08h37

 Foi eleita na noite de sexta-feira, 24, a nova corte do carnaval de Venâncio Aires. Representante da escola Unidos das Vilas, Amanda Ferreira, de 15 anos, foi escolhida a rainha do carnaval 2015 da Capital do Chimarrão. Luciana Beatris Silva da Silva e Thais Acosta completam a corte. O baile de escolha aconteceu no ginásio de exposições do Parque Municipal do Chimarrão.

Cada uma das quatro escolas de samba da cidade indicou suas candidatas ao título. Sete meninas esbanjaram beleza, simpatia e muito samba no pé. A eleição da corte que acompanhará o rei momo Valdir Antônio Ferreira foi equilibrada.

O público que prestigiou a escolha pode conferir um pouco do que as escolas levarão à rua Osvaldo Aranha nos dias 14 e 16 de fevereiro. Na noite, a Fiel Tribo Guarani também levou o título de torcida mais animada.

 

Crédito: Daiana Nervo
Fotos: Deise Kern

Compartilhar

Comunidade deve se unir para coibir depósito indevido entulho

Publicado em 25/01/2015 às 22h18

 A fiscalização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente tem flagrado com frequência o depósito indevido de entulhos em terrenos no centro e bairros da cidade. Em alguns locais, itens como sofás, eletrodomésticos ou restos de materiais usados em obras de construção civil estão sendo colocados sem o consentimento dos proprietários. Para tanto, a Secretaria está incentivando a colaboração da comunidade para denunciar os infratores, coibindo a prática e aplicando multa que varia de R$ 168,50 até R$ 1.685,00, conforme legislação municipal.

A denúncia se faz importante pois a multa só pode ser aplicada em caso de identificação do infrator. “Já flagramos casos em que pessoas depositaram lixo em seus próprios terrenos, o que também infringe a lei”, relata a assessora Gabriela Graef, salientando que o descarte indevido, em áreas particulares ou via pública, também é proibido por lei. “Em outras situações, porém, os proprietários foram pegos de surpresa com o depósito de entulho em suas áreas, sem conseguir identificar a origem ou o responsável pela sujeira”, assinala.

Para coibir o descarte indevido, Gabriela orienta a população a entrar em contato com a própria Secretaria Municipal do Meio Ambiente. O contato é válido e importante para denúncias de terrenos sujos, depósito indevido de entulhos em terrenos alheios ou para quem precisa descartar materiais domésticos, de qualquer natureza e ainda não possui destinação. O contato pode ser feito na Secretaria, na Rua Sete de Setembro, entre 7h30min e 13h30min, ou pelo telefone 3983-1034. O endereço de e-mail é o meioambiente@venancioaires.rs.gov.br.

 

EXEMPLOS PRÁTICOS

Na rua Antônio Carlos, próximo à Sanga do Cambará, está um dos exemplos encontrados pela Secretaria, onde entulhos como um sofá usado foi depositado sem que se saiba a origem. No outro lado da rua, no entanto, está um exemplo destacado pela fiscalização: no local, o proprietário da área providenciou a limpeza do terreno e colocou uma placa alertando para que terceiros não depositem indevidamente lixo naquele local.

 

Crédito: Geferson Kern
Fotos: Geferson Kern

Compartilhar

Dados avaliam alcance de objetivos do milênio da ONU

Publicado em 25/01/2015 às 22h15

 A Prefeitura vai aprofundar a coleta de dados para avaliar criteriosamente o alcance em Venâncio Aires dos 8 Objetivos do Milênio (ODM). O programa de metas foi estabelecido em 2000 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e é também conhecido no Brasil como 8 Jeitos de Mudar o Mundo. O detalhamento de informações e estatísticas será reunido em um relatório a ser enviado ao Governo Federal. O documento buscará contemplar todas as ações desenvolvidas na Capital Nacional do Chimarrão, reunindo detalhes relativos a projetos executados pelo Poder Executivo, empresas, clubes de serviço, entidades da sociedade civil, entre outros.

O trabalho será coordenado pelas secretarias municipais da Habitação e Desenvolvimento Social e do Planejamento, Orçamento e Gestão. Ambas serão responsáveis pelo mapeamento geral das ações previstas na lista de objetivos instituída pela ONU, que dizem respeito ao aumento da qualidade de vida através da educação, saúde, desenvolvimento, consciência ambiental e igualdade social. O levantamento já iniciou de maneira interna, em mobilização envolvendo as secretarias municipais.

Segundo a secretária do Desenvolvimento Social, Claidir Trindade, dados preliminares apontam um prognóstico otimista para o cumprimento dos objetivos do milênio em Venâncio Aires. No país, a recomendação é para que haja a diminuição da taxa de mortalidade de crianças menores de cinco anos, cuja média nacional chegou, conforme o IBGE, a 17,4 óbitos para cada mil crianças nascidas vivas. Em Venâncio Aires, indicativos apontam de que a taxa na mesma faixa etária gira em torno de 3,9 óbitos a cada mil crianças nascidas vivas.

Outra frente de destaque é a busca pelo objetivo de acabar com a fome e a miséria, reduzindo a incidência de pobreza extrema. No município, uma das ações que contemplam esta área é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), gerido pela Secretaria Municipal da Agricultura. Só no ano passado, o programa beneficiou cerca de 300 famílias em situação de vulnerabilidade social, que foram abastecidas por alimentos oriundos da agricultura familiar local, movimentando mais de 80 produtores e impulsionando, completamente, o eixo voltado ao desenvolvimento coletivo.

A municipalização dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que está sendo seguida em Venâncio Aires foi uma recomendação da própria ONU aos governos de seus países-membros. A medida visa aproximar os cidadãos do poder público e estimular sua participação nas metas propostas. No município, os trabalhos estão sendo acompanhados diretamente pelo prefeito Airton Artus, que deve receber as primeiras informações compiladas sobre o tema nas próximas semanas.

 

Os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio:

  • *Acabar com a fome e com a miséria;
  • *Educação básica de qualidade para todos;
  • *Igualdade entre os sexos e valorização da mulher;
  • *Reduzir a mortalidade infantil;
  • *Melhorar a saúde das gestantes;
  • *Combater a Aids, a malária e outras doenças;
  • *Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente;
  • *Todo mundo trabalhando para o desenvolvimento.

 

Crédito: Geferson Kern
Fotos: Geferson Kern

Compartilhar

Secretaria da Saúde empenhada no combate ao Borrachudo

Publicado em 25/01/2015 às 22h13

 A Secretaria Municipal de Saúde se coloca à disposição das comunidades interioranas no controle do Borrachudo, que são pequenos insetos com tamanho de 1 a 4 milímetros e que se criam em águas em movimento. Suas picadas, além do desconforto, podem causar alergias e transmitir doenças. O setor de Vigilância Sanitária pede a contribuição dos agricultores e proprietários de terras das localidades para que façam o mapeamento do arroio e levem as informações à Secretaria. Depois disso a equipe vai até o local para medir a vazão e consequentemente a quantia de larvicida que será usada no combate aos insetos.

Segundo o fiscal sanitário Antônio Carlos de Souza, a Vigilância repassa orientações sobre como proceder e as aplicações são feitas pelos próprios moradores. Normalmente são realizadas três aplicações na corrente dos arroios, nascentes, saídas de açudes e outros cursos de água para o combate das larvas. “Como temos inúmeros arroios, o apoio dos populares é extremamente importante para a realização desse trabalho”, afirma o secretário de Saúde Celso Artus. Para receber o larvicida de forma gratuita, basta o morador se dirigir à Secretaria de Saúde, no setor de Vigilância Sanitária e apresentar os motivos pelo qual necessita o inseticida.

O INIMIGO

Os Borrachudos são nativos da Mata Atlântica. Gostam de voar durante o dia e com sol quente. De acordo com a Fundação Osvaldo Cruz, existem 170 espécies do inseto. Alguns podem transmitir uma doença chamada oncocercose, que provoca caroços na pele. Apesar de o Borrachudo estar presente em praticamente todo o território brasileiro, os focos da doença são restritos. Na região não existe transmissão de doenças pelo borrachudo ao homem, a não ser exclusivamente o incômodo da picada.

E a tal picada dolorosa tem uma justificativa. A fêmea se alimenta do sangue de mamíferos. Portanto, quem pica é a Borrachuda. Coça porque quando o inseto pica, injeta uma substância que provoca uma reação alérgica na pele. A fêmea adulta deposita os ovos em folhas e galhos submersos em água corrente dos riachos. Os ovos viram larvas e pupas, e depois de 25 dias o adulto sai de dentro da água. Quando a fêmea é fertilizada, procura um mamífero para picar, porque o desenvolvimento dos ovos que ela carrega depende da proteína do sangue, que pode ser o de um ser humano.

Ao contrário do mosquito da dengue, por exemplo, o borrachudo não gosta de água parada, e quanto mais sujeira tiver melhor. As larvas se alimentam de matéria orgânica por isso, lixo e dejetos de animais são o combustível para o criatório do Borrachudo. Não jogar lixo no riacho também ajuda muito no controle porque, além de pedras e folhas, as larvas gostam de se fixar em sacos plásticos jogados na água.

 

Crédito: Rui Borgmann
Fotos: Rui Borgmann

Compartilhar

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||