Ex-Deputado Gleno Scherer visita Prefeito Giovane Wickert

Publicado em 27/03/2019 às 08h08

Com um currículo extenso na vida pública, o ex-deputado, ex-vice-prefeito, ex-vereador e filho do ex-prefeito Alfredo Scherer, Gleno Scherer, visitou o Governo de Venâncio Aires na última semana. O político que enquanto presidente da Asssembleia Legislativa coordenou o processo de elaboração da Constituição do Rio Grande do Sul, debateu com o Prefeito Giovane Wickert os caminhos das Administrações Públicas, em destaque o Município de Venâncio Aires. 

Scherer que renunciou o cargo de Deputado, depois de dois mandatos, assumiu vaga no conselho do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e participou ativamente de diversas ações do órgão. No auge dos mais de 80 anos, Scherer colocou sua experiência Política e também de Conselheiro à disposição da Administração Municipal. O encontro ocorreu no Gabinete do Prefeito e Scherer esteve acompanhado da esposa, Ivanilde. 


Histórico:

Filho do ex-prefeito de Venâncio Aires, Alfredo Scherer e da Professora Odila Rosa Scherer, Gleno foi eleito vereador do município em 1958. Em 1978, assumiu como vice-prefeito, quando o pai atuava em seu quarto mandato à frente do Executivo.

Em 1982, elegeu-se suplente de deputado estadual pelo PMDB e assumiu em 2 de janeiro de 1986, como titular. No mesmo ano, foi eleito deputado, reelegendo-se por mais dois mandatos, até janeiro de 1998, quando renunciou para assumir uma vaga no conselho do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Foi presidente da Assembleia Legislativa, em 1989, quando coordenou o processo de elaboração da Constituição do Rio Grande do Sul.

Reger a Assembleia Legislativa na elaboração da Constituição do Rio Grande do Sul. Este foi o desafio assumido pelo ex-deputado Gleno Scherer (PMDB). Presidente da AL em 1989, Scherer atuou como o maestro do processo constituinte, coordenando os trabalhos dos deputados na consolidação da Carta Magna do Estado.

Colega de classe, no Colégio Rosário, de Pedro Simon e de outras personalidades políticas nos meados dos anos 50, o cirurgião-dentista Gleno Scherer acumulou uma bagagem política que lhe garantiu em 1989 a presidência do parlamento do Estado, ano da construção e publicação da constituição gaúcha, e se manteve no cargo até janeiro de 1991. Além disso, tomou posse por nove vezes como governador, substituindo Simon como chefe maior do executivo rio-grandense.

A carreira de Scherer começou em Venâncio Aires, sua cidade natal. No ano de 1958, foi eleito vereador pelo antigo PTB. Em 1978, assumiu como vice-prefeito da cidade, sendo seu pai, Alfredo Scherer, prefeito eleito para o quarto mandato. Em 1982 se elegeu como suplente de deputado estadual pelo PMDB, assumindo como titular em 2 de janeiro de 1986. No mesmo ano foi eleito deputado, e reelegeu-se por mais dois mandatos, até janeiro de 1998, quando renunciou para assumir uma vaga no conselho do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A Carta Magna dos gaúchos foi promulgada em 3 de outubro de 1989, pelo então presidente da Casa, deputado Gleno Scherer.

Foi por empenho dele que conseguiu-se que o Governo do Estado doasse o dinheiro para o museu, o que representou uma parcela importante na compra do edifício',O projeto de lei 435/1995, que autorizou o repasse de R$ 200 mil do Governo do Estado, para a compra do Edifício Storch, é um dos documentos que integram o acervo.

 

Fonte: PMVA
Créditos: Adriene Antunes
Foto: Leandro Osório

voltar para Notícias - Prefeitura

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||