Mutirão do Bem-estar animal é hoje na Coronel Brito e Battisti

Publicado em 10/06/2019 às 09h41

O Programa Municipal de Bem-estar animal realiza hoje a primeira edição do Mutirão que passará por diversos bairros. Nesta manhã, 10, a equipe estará na Coronel Brito, já na parte da tarde a equipe da Secretaria de Meio Ambiente estará no Bairro Battisti. O mutirão será para cadastrar fêmeas de cães e gatos para o processo de castração que neste ano irá realizar o procedimento em 150 animais, e ainda estará medicando os pets da comunidade com vermífugos. 

As inscrições seguem até o dia 29 deste mês, já nos bairros as visitas ocorrerão em um turno, conforme tabela em anexo. A finalidade do mutirão é poder oportunizar que moradores de locais mais distantes possam se cadastrar, sem precisar ir até a Secretaria, e ainda medicar gratuitamente os animais.

 
Castração

A castração é um procedimento cirúrgico feito em cães e gatos, fêmeas e machos, no entanto, no caso do programa municipal, a castração é feita apenas nas fêmeas. O procedimento é simples e consiste na retirada do útero, trompas e ovários. A cirurgia é feita com anestesia geral e em torno de uma semana o animal está totalmente recuperado. Atualmente, a Prefeitura está com o processo de licitação aberto para credenciar as clínicas veterinárias que participarão do programa. Conforme a Secretaria, ano passado mais de 70 animais foram beneficiados com o procedimento.


 
Inscrições

O tutor do animal ou membro de Organização não Governamental (ONG), devidamente registrada, deverá requer o serviço de esterilização, mediante preenchimento de formulário padrão e declaração de responsabilidade, fornecidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA). Caso o interessado possua algum documento que comprove situação de vulnerabilidade econômica, deverá anexá-lo ao formulário e a declaração de responsabilidade. Para se inscrever, o interessado deve apresentar seu documento de identidade ou CPF.

O formulário de requerimento, declaração de responsabilidade e demais documentos, deverão ser entregues na sede da SEMMA, rua 7 de Setembro, nº 1217, ou nas unidades móveis. 

Ao receberem os documentos de requisição do serviço de esterilização, o(s) servidor(es) da SEMMA irão fornecer ao requerente, um comprovante de inscrição numerado de acordo com o número expresso no formulário de requerimento.

Os documentos de requerimento do serviço, recebidos pela SEMMA, serão encaminhados ao Conselho de Proteção aos Animais (COMPA), que será responsável pela análise dos documentos e definição dos contemplados, de acordo com os critérios de prioridade previamente definidos pela SEMMA (item 2).



LOCAL        PERÍODO        HORÁRIO
SEMMA        03 a 29 de junho        8 às 12/13:30 às 16
1- Coronel Brito (em frente a comunidade Nossa Senhora Rainha)        10 junho        8 às 11:30 h
2 -Battisti (em frente a comunidade)        10 junho        14:00 às 16:30h
3 -Macedo (Em frente a comunidade São Brás)        11 junho        14:00 às 16:30h
4- Brands (em frente a Escola Otto Brands)        12 junho        14:00 às 16:30h
5- Bela Vista (em frente a comunidade São José)        17 junho        8 às 11:30 h
6 -Santa Tecla (em frente a Sercsate)        17 junho        14:00 às 16:30h
7 -Gressler (em frente ao ginásio da comunidade)        18 junho        8 às 11:30 h
8- União (em frente ao ginásio Odila Rosa Scherer)        19 junho        8 às 11:30 h
9 -Cidade Nova (em frente a biblioteca)        19 junho        14:00 às 16:30h


Dos critérios de prioridade

Para definição da ordem de atendimento dos animais inscritos no projeto de esterilização cirúrgica, deverão ser considerados os seguintes requisitos e respectivas pontuações:


CRITÉRIOS

A - ANIMAL DE RUA OU COMUNITÁRIO

B - ANIMAL SOB TUTELA DE MEMBRO DE ONG

C- VULNERABILIDADE ECONOMICA COMPROVADA

D - ANIMAL COM PROBLEMA(S) DE SAÚDE

E- PATIO DO TUTOR NÃO É CERCADO

F - PATIO CERCADO – (TEM CONTATO COM MACHOS NO PATIO)

G - IDADE (MAIS NOVOS TEM PRIORIDADE)

H - ORDEM DE INSCRIÇÃO

a)    Animal de rua ou comunitário: Cão ou gato fêmeas que não possui um tutor ou é considerado um animal comunitário, por viver em uma rua/bairro específico e receber alimentos dos moradores do local. Estas fêmeas estão sempre passíveis de ficarem prenhas. Ninguém se responsabiliza pela aplicação de contraceptivos.

b)    Animal sob tutela de membro de ONG: Animal que foi resgatado por alguma ONG e encontra-se em lar temporário, esperando por uma adoção.

c)    Vulnerabilidade econômica comprovada: Considera-se como comprovantes de vulnerabilidade econômica, o documento de inscrição no cadastro único. Para enquadramento no item C, também serão considerados os comprovantes de renda que demonstrem que o tutor recebe até meio salário mínimo por mês; ou que a renda familiar seja de até 3 salários mínimos mensais no total.

* O Cadastro Único é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza.

d)    Animal com problemas de saúde: Caso o cão ou gato fêmea possua algum problema de saúde que possa ser agravado caso venha a ficar prenha.

e)    Patio do tutor não é cercado: O animal fica preso e/ou solto no pátio em local onde qualquer outro cão tenha acesso (pátio sem cerca ou com cerca deficitária).

f)     Patio cercado – tem contato com macho no pátio: O pátio é cercado, porém, a gata/cadela fica exposta aos outros machos que estão dentro do próprio patio e não são castrados.

g)    IDADE - As cadelas e gatas mais jovens terão prioridade.

h)    Ordem de inscrição – Para desempate ou nos casos em que a situação não se encaixar em nenhum dos itens (A a G), serão contemplados os requerentes que tiverem se inscrito primeiro.

 

Fonte: PMVA
Créditos: Adriene Antunes 

voltar para Notícias - Prefeitura

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||