Wickert se reúne com presidente do TCE

Publicado em 09/05/2018 às 13h14

O Prefeito de Venâncio Aires, Giovane Wickert, abriu a frente de uma discussão sobre Parceria Público-Privada (PPP’s) com o Tribunal de Contas Estadual (TCE). Acompanhado de uma comitiva do Governo e do Prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, Wickert debateu o assunto com o Presidente Iradir Pietroski, ontem, 8 na sede do Tribunal em Porto Alegre.

Considerado como um tema desafiador para os Municípios, o gestor da Capital do Chimarrão que também preside a Agência Gaúcha de Consórcios Públicos (AGCONP), buscou junto ao Presidente além de debater o tema, motivar a criação de uma normativa para que os Municípios possam fazer PPP’s, visto que outros estados já possuem legislação específica, o que facilitou a gestão dos governos. “Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e estados do nordeste já possuem normativas específicas e o Rio Grande do Sul começou agora os debates sobre as PPP’s e por isso nós, os Municípios que já começaram a fazer as parcerias público-privadas nos colocamos à disposição para debater e auxiliar no que for preciso o TCE”, explicou Wickert.

A intenção dos gestores é facilitar os trabalhos do grupo que será formado para analisar e criar a normativa gaúcha. As PPP’s são consideradas uma forma positiva e facilitadora de gestão. “Nesta crise financeira que enfrentamos não é mais viável o aumento de taxas. Precisamos conseguir economia e melhorar a qualidade dos serviços criando eficiência. E a PPP permite isso, diferente da licitação que faz com que a Prefeitura compre seus insumos pelo melhor preço e não pela qualidade, a Parceria Público-Privada permite um equilíbrio, sendo o melhor produto pelo melhor preço, fazendo com que o serviço seja de melhor qualidade com economia, como a iluminação pública onde somos obrigados a colocar o material mais barato que não dura e tem uma mão de obra muito cara. Já na PPP conseguimos colocar material de boa qualidade, mais durável e mais econômica”, exemplificou. 

Conforme Wickert, na próxima semana deverá iniciar as atividades do grupo para que o TCE não engesse o trabalho dos Municípios. “Esperamos que o Tribunal nos auxilie acelerando como uma ferramenta eficaz de se fazer gestão pública, evitando que os Prefeitos tenham outros apontamentos futuros por falta de equilíbrio financeiro ou falta de vagas em creche, na saúde ou em outra área justamente porque os recursos que temos hoje são muito difícil de serem aplicados na gestão pública”, concluiu o Gestor Venâncio-airense. 

 

Fonte: PMVA
Créditos: Adriene Antunes 

voltar para Notícias - Prefeitura

left show fwB tsN|left tsN fwB|left show tsN fwR|c05||skype_c2c_logo_img|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN uppercase c05 fwB sbss|fwR c05 uppercase b01 bsd|login news uppercase b01 bsd fsN tsN fwB c15|tsN fwR uppercase c05|fwR c05 uppercase|content-inner c05||